Página inicio CONMEBOL

NOTICIA DESTACADA

Protegido: Futebol 360°: Começa a construção do Complexo CONMEBOL SUMA
Protegido: Futebol 360°: Começa a construção do Complexo CONMEBOL SUMA
Designação de árbitros – 2ª Rodada
Designação de árbitros – 2ª Rodada
Árbitros para a 2ª semana
Árbitros para a 2ª semana
Museo Conmebol
Cree en Grande

Brasil vai atrás do hexa no Mundial de Beach Soccer



  • A seleção brasileira derrotou o Irã por 3 a 2 nas semifinais da Copa do Mundo de Beach Soccer da FIFA EAU 2024.

  • Irá em busca do título no domingo, 25 de fevereiro, contra Itália ou Bielorrússia.


Brasil, a seleção mais vitoriosa da história da Copa do Mundo de Beach Soccer, com cinco títulos, buscará o hexacampeonato na final do torneio que está sendo disputado em Dubai – Emirados Árabes Unidos, após vencer o Irã por 3 a 2 nas semifinais do torneio.

Esta será a sétima vez que os brasileiros disputam a partida decisiva pelo título mundial. Nas seis finais anteriores, a Seleção Canarinho venceu cinco e perdeu um, mantendo um domínio inigualável no esporte em nível mundial, além de ser a equipe que mais conquistou títulos (2006, 2007, 2008, 2009 e 2017) e a que mais disputou finais.

A final será no domingo, 25 de fevereiro, às 12h30 (horário do Brasil) e colocará a seleção sul-americana contra o vencedor do duelo entre Itália e Bielorrússia.



– Irã 2-3 Brasil –

A seleção brasileira se classificou para a final em uma emocionante partida de semifinais, na qual teve de esperar até os últimos segundos do jogo para marcar o gol que finalmente a colocou na frente do placar e lhe deu a vitória.

O Irã abriu o placar no primeiro tempo da partida com um gol de Mirshekari aos 11′ e aumentou a vantagem com um gol de Mohammad Masoumi aos 11′ do segundo tempo.

Para a seleção brasileira, Alisson marcou um pênalti aos 9′ do segundo tempo e fez o gol do empate aos 9′ do terceiro período. Brendo marcou o gol da vitória e da classificação, faltando apenas 42 segundos para o fim do jogo e quando parecia que tudo seria decidido na prorrogação.



CONMEBOL.com / FIFA

Ultimas Noticias