Página inicio CONMEBOL

NOTICIA DESTACADA

Designação de árbitras para a CONMEBOL Sub-20 Feminina
Designação de árbitras para a CONMEBOL Sub-20 Feminina
Complexo CONMEBOL Suma: construindo sonhos em grande escala
Complexo CONMEBOL Suma: construindo sonhos em grande escala
Seminário de Árbitras na prévia da CONMEBOL Sub-20 Feminina 2024
Seminário de Árbitras na prévia da CONMEBOL Sub-20 Feminina 2024
Museo Conmebol
Cree en Grande

Colômbia e Brasil vencem na 1ª rodada da W Gold Cup



  • Colômbia goleou o Panamá por 6 a 0 e Brasil venceu Porto Rico por 1 a 0 na 1ª Rodada da fase de grupos.

  • As duas seleções sul-americanas estão no Grupo B e vão medir forças na próxima rodada.


Duas outras seleções da América do Sul fizeram sua estreia na Concacaf W Gold Cup, nos Estados Unidos: Colômbia e Brasil começaram a competição com os seus primeiros três pontos no Grupo B.

A próxima seleção da CONMEBOL a entrar em campo no torneio será o Paraguai, quando enfrentará a Costa Rica na quinta-feira, 22 de fevereiro, no Estádio Shell Energy, em Houston, Texas.



– Panamá 0 x 6 Colômbia – Grupo B

Com um gol fabuloso da sua estrela Linda Caicedo, a Colômbia goleou o Panamá por 6 a 0 no Grupo B da primeira Gold Cup de futebol feminino, que está sendo disputada nos Estados Unidos.

Caicedo, atacante de 18 anos, entrou em campo como substituta, mas rapidamente deixou sua marca no Estádio Snapdragon em San Diego, Califórnia, com uma grande jogada individual que levou ao quinto gol da Colômbia aos 84′.

A atacante Manuela Pavi abriu o placar com dois gols aos 26 e 34 minutos. Em seguida Catalina Usme marcou aos 36′, Manuela Vanegas aos 72′ e Liana Salaza aos 84′.

Brasil e Colômbia se enfrentarão no sábado em uma revanche da final da CONMEBOL Copa América 2022, vencida pelo Brasil por 1 a 0.



– Números do jogo –

  • Colômbia está invicta em três dos seus últimos quatro confrontos com seleções da Concacaf (2V, 1E e 1D).

  • Ampliou a invencibilidade contra o Panamá nos últimos três confrontos (2V, 1E e 1D). Durante esse período, as Cafeteras marcaram nove gols a favor e um contra.

  • Contra o Panamá, a Colômbia teve o seu maior número de finalizações num jogo desde 2018, com 29, dos quais 15 foram ao arco rival, também o maior registro nesse período.

  • A última vez que a Colômbia marcou seis ou mais gols em uma partida foi em abril de 2018, quando venceu o Uruguai por 7 a 0 na Copa América.

  • Catalina Usme é a primeira jogadora da Colômbia a fazer assistência em dois jogos em competições oficiais desde o registro da própria Usme contra o Peru na Copa América de 2018.

  • Marcela Restrepo liderou a Colômbia em cruzamentos para a área (6), dribles (3, junto com Manuela Paví e Linda Caicedo), desarmes feitos (4) e foi a segunda em assistências (3) no jogo contra o Panamá.



– Brasil 1 x 0 Porto Rico –

Brasil teve que lutar até o fim para vencer Porto Rico por 1 a 0 na 1ª Rodada do Grupo B da W Gold Cup da Concacaf. No mesmo grupo também estão Colômbia e Panamá.

O selecionado sul-americano precisou de um total de 28 finalizações para derrubar a muralha em volta da goleira Sydney Martinez para que Gabi Nunes pudesse marcar um gol aos 81 minutos.

A atacante brasileira, que havia entrado no jogo dez minutos antes, aproveitou o passe de Adriana Leal para balançar a rede adversária e comemorar o gol da vitória.

O próximo confronto sul-americano será entre Brasil e Colômbia, no sábado, 24 de fevereiro, no Estádio Snapdragon, em San Diego.



– Números do jogo –

  • Brasil conta com duas vitórias invictas contra equipes da Concacaf pela primeira vez desde junho – dezembro de 2019 (4V).

  • A vitória anterior do Brasil jogando nos Estados Unidos foi pelo mesmo placar: 1 a 0 sobre o Japão no SheBelieves disputado em 2023.

  • Brasil chutou a gol 35 vezes nesta partida, o maior número de finalizações da Verde-amarela, desde os 37 chutes no amistoso contra a Índia em novembro de 2021 (6 a 1).

  • Até este momento da W Gold Cup, Brasil recuperou a bola 15 vezes no terço ofensivo, número superado apenas pelos Estados Unidos contra a República Dominicana (19).

  • Duda Santos marcou sete vezes contra Porto Rico, o maior número de finalizações de uma jogadora brasileira em competições oficiais desde Bia Zaneratto contra outro adversário da Concacaf, o Panamá, na Copa do Mundo de 2023 (também 7).

  • As jogadoras brasileiras deram 600 passes nesta partida contra Porto Rico, marca que não alcançavam desde o jogo contra a Jamaica na Copa do Mundo de 2023, quando igualaram seiscentos lançamentos.




CONMEBOL.com / AFP / OPTA

Ultimas Noticias