Página inicio CONMEBOL

NOTICIA DESTACADA

Fixture para a 3ª Fase
Fixture para a 3ª Fase
Já temos 8 classificados na 3ª Fase da Libertadores
Já temos 8 classificados na 3ª Fase da Libertadores
Fluminense conquista a CONMEBOL Recopa 2024!
Fluminense conquista a CONMEBOL Recopa 2024!

CONMEBOL Libertadores Femenina: Triunfo do Palmeiras garante classificação à final

  • O time brasileiro venceu o Atlético Nacional por 3-1 nas semifinais da CONMEBOL Libertadores Feminina.

  • Palmeiras chegou à sua segunda final consecutiva e defenderá o título no próximo sábado.


Dois gols de Amanda Gutierres e um de Bia Zaneratto deram ao Palmeiras uma vitória por 3-1 sobre o Atlético Nacional e a classificação para a final no sábado, 21 de outubro, na CONMEBOL Libertadores Feminina 2023.



O jogo estava sendo disputado fora da área até os 32 minutos do segundo tempo, quando a capitã Montoya derrubou a meio-campista Lais Estevam na área e o árbitro, depois de revisar o VAR, validou o pênalti.

Zaneratto cobrou o pênalti aos 35′ e mandou a bola no canto da rede para fazer 1-0.

Aos 40′, o Palmeiras surpreendeu e aproveitou os espaços deixados pelas Verdolagas para aumentar a vantagem com um ótimo passe de Zaneratto para Amanda, que aproveitou chutando de pé esquerdo uma bola que bateu no travessão e entrou na área de Restrepo, que nada pôde fazer para evitar o gol.

O terceiro gol das brasileiras veio aos 68′, quando Flavia Mota fez um cruzamento e Amanda, numa jogada aérea, acertou uma cabeçada forte que Restrepo não conseguiu impedir.

O gol de desconto veio aos 77′ quando Montoya recebeu a bola na entrada da área e disparou um chute de primeira que surpreendeu a goleira brasileira.



– Números do jogo –

  • Os times brasileiros não sofreram mais de um gol por partida, nas semifinais da CONMEBOL Libertadores Feminina, jogando contra times colombianos.

  • Palmeiras é o primeiro time a participar de finais consecutivas da CONMEBOL Libertadores Feminina desde o São José (2013 – 2014).

  • Bia Zaneratto acumulou quatro assistências nessa partida e é a segunda maior jogadora nessa categoria nas duas últimas temporadas da CONMEBOL Libertadores Feminina, com 28, atrás apenas de Catalina Usme (30).

  • Zaneratto (Palmeiras) tornou-se a jogadora com mais gols de pênalti nesta edição da CONMEBOL Libertadores Feminina (3).

  • 57% dos gols sofridos pelo Palmeiras na CONMEBOL Libertadores Feminina foram marcados pelo Atlético Nacional (4 de 7).

  • Aos 22 anos e 214 dias, Amanda Santos (Palmeiras) é a jogadora mais jovem a marcar pelo menos dois gols em um jogo de semifinal da CONMEBOL Libertadores Feminina, contando as duas últimas temporadas.

  • Atlético Nacional esteve impedido sete vezes contra o Palmeiras, o maior número em uma única partida de um time na atual fase final da CONMEBOL Libertadores Feminina.

  • Daniela Montoya (Atlético Nacional) foi a jogadora de seu time com mais assistências (2), recuperações (8, junto com Yirleidis Quejada) e desarmes (3, junto com Daniela Cardona e Yoreli Rincón) contra o Palmeiras.



CONMEBOL.com / EFE / OPTA

Ultimas Noticias