NOTICIA DESTACADA

Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições
Detentores de direitos televisivos confirmados para a Sub-20 Intercontinental
Detentores de direitos televisivos confirmados para a Sub-20 Intercontinental

A Finalíssima será transmitida na ESPN e Star+ em toda a América do Sul

  • ESPN e Star+ transmitirão a Finalíssima, a grande partida decisiva entre Argentina e Itália, em 1 de junho de 2022.
  • Os fãs do futebol sul-americano poderão assistir ao vivo este extraordinário jogo que acontecerá no lendário Estádio de Wembley, Inglaterra.

Luque, 05 de maio de 2022 .- A Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) e a ESPN chegaram a um acordo para que todos os fãs sul-americanos possam desfrutar da Finalíssima, que terá início às 19:45, hora local.

O jogo poderá ser visto em todos os países sul-americanos nos canais da ESPN e Star+. Este encontro espetacular será disputado no Estádio de Wembley, em Londres na quarta-feira, 1 de junho de 2022. Começará às 20:45 HEC (19:45 hora local, 15:45 na Argentina).

A Finalíssima é um duelo entre os campeões da Europa e América do Sul, no marco de um acordo entre a UEFA e a CONMEBOL, que assinaram um Memorando de Entendimento no dia 15 de dezembro de 2021.

A seleção argentina de Lionel Messi pôs fim a uma espera de 28 anos para erguer a taça da CONMEBOL Copa América 2021. Conseguiu derrotando o Brasil por 1-0 na final para conquistar um recorde com seu 15º título na competição de seleções mais antiga do mundo.

Itália reservou seu lugar ao ser proclamada campeã da Europa no verão passado, ganhando da Inglaterra nos pênaltis na final de Wembley para reivindicar seu segundo título continental.

Esta será a terceira vez que os campeões da EURO e da CONMEBOL Copa América se encontrarão em um jogo final. Em 1985, a França derrotou o Uruguai por 2 a 0 em Paris e, oito anos depois, a Argentina venceu a Dinamarca nos pênaltis em Mar del Plata.

CONMEBOL.com

Últimas Noticias