NOTÍCIAS DESTACADA

Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores

Alejandro Domínguez é reeleito por unanimidade Presidente da CONMEBOL

  • O 75º Congresso da Confederação foi realizado em Doha, Qatar, e renovou com total apoio o mandato do dirigente até 2027.
  • Em seu discurso, Domínguez destacou a solidez da CONMEBOL e disse que sua visão para os próximos anos é fazer da América do Sul uma potência mundial em todas as modalidades do futebol.

Com voto unânime dos presidentes das Associações Membro, Alejandro Domínguez foi reeleito como presidente da CONMEBOL para o período 2023- 2027. Foi durante o 75º Congresso Ordinário da organização, realizado em Doha, Qatar, um dia após a Assembleia da FIFA e o sorteio de integração dos grupos da Copa do Mundo. Francisco Egas, do Equador, Claudio Tapia, da Argentina, e Pablo Milad, do Chile, ocupam a primeira, segunda e terceira vice-presidências, respectivamente.

Outrossim, no âmbito do Congresso, o brasileiro Fernando Sarney foi reeleito como representante da FIFA, função na qual acompanham Domínguez, o colombiano Ramón Jesurún, a equatoriana María Sol Núñez e o uruguaio Ignacio Alonso. Além disso, o colombiano Fernando Castillo presidirá a Comissão de Conformidade e Auditoria da CONMEBOL e o peruano Fernando Corcino será membro da Comissão de Apelação.

Durante seu discurso, Dominguez expôs algumas das linhas estratégicas de seu novo mandato, destacando o objetivo central de fazer da América do Sul uma potência mundial em todas as modalidades do futebol. “Como dissemos mais de uma vez: a casa está em ordem. Existe uma gestão profissional, transparência administrativa e solidez institucional. Agora é o momento de sair e conquistar o mundo, para alcançar as maiores glórias esportivas, em nível de clubes e de seleções”, afirmou.

Dois outros aspectos de sua futura gestão na Confederação foram destacados por Domínguez: o forte compromisso com o desenvolvimento do futebol feminino com o aumento substancial de prêmios na CONMEBOL Libertadores Feminina. Em segundo lugar, mencionou o acordo estratégico com a UEFA, que tem seu primeiro capítulo em 1º de junho com a partida entre a Argentina, campeã da CONMEBOL Copa América 2021, e a Itália, campeã da Eurocopa 2020. A parceria também prevê competições em categorias de base, intercâmbio em matéria de arbitragem e capacitações em várias áreas.

Observando seus seis anos no comando da CONMEBOL, Domínguez enfatizou o aumento exponencial do prêmio monetário concedido pela Confederação em seus diversos torneios, passando de um total de USD 71.190.000 em 2015 para USD 244.360.000 previstos a serem distribuídos este ano.

Da mesma forma, o mandatário também ressaltou as melhores condições de negociação para as competições da CONMEBOL, que se traduzem não apenas em maiores benefícios para as Associações e clubes, mas também no alcance global do futebol sul-americano, com transmissões que atingem 201 países e territórios. Dominguez não esqueceu de recordar também a recuperação de cerca de USD 128.000.000 que haviam sido desviados em administrações anteriores e que foram devolvidos e investidos no futebol sul-americano.

CONMEBOL.com

Ultimas Noticias