NOTICIA DESTACADA

Colômbia inicia com pé direito, Brasil iguala estreia no Mundial Sub-20 Feminino
Colômbia inicia com pé direito, Brasil iguala estreia no Mundial Sub-20 Feminino
Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições

América de Cali bate Universidad Católica do Chile 2-1

america_de_cali

O América de Cali deu o golpe ao derrotar o Universidad Católica do Chile 2-1, nesta terça-feira, em Santiago, na segunda rodada do Grupo E da CONMEBOL Libertadores 2020.

Os gols pelo triunfo dos ‘diabos vermelhos’ foram marcados por Duvan Vergara aos 22 minutos e Matías Pisano aos 53, enquanto Marcelino Núñez marcou o único gol dos ‘cruzados’.

Na terceira rodada do Grupo E, o América de Cali visitará o Inter em Porto Alegre na próxima terça-feira, enquanto o Universidad Católica receberá o Grêmio, na quarta-feira, 18 de março.

Dessa forma, o Universidad Católica sofre sua segunda derrota no Grupo E e fica sem pontos, enquanto o América soma suas três primeiras unidades, como visitante, e recupera suas chances de avançar para as oitavas de final.

-Números-

  • América de Cali alcançou sua 28ª vitória como visitante na CONMEBOL Libertadores; duas a mais do que qualquer outro time da Colômbia (26 Atlético Nacional).
  • Universidad Católica perdeu oito de seus últimos 11 jogos na CONMEBOL Libertadores (2V 1E), incluindo os três mais recentes.
  • América de Cali igualou o Deportivo Cali e o Santa Fe como o time colombiano com mais vitórias como visitante no Chile pela CONMEBOL Libertadores; cada um alcançou três triunfos.
  • Marcelino Núñez, do Universidad Católica, marcou seu primeiro gol na CONMEBOL Libertadores; fez isso em seu segundo jogo e com seu terceiro remate na competição (o único que acertou o arco).
  • Duván Vergara marcou o primeiro gol do América de Cali na CONMEBOL Libertadores após 10 anos, 10 meses e 17 dias; o anterior foi de Wílmer Parra, em 22 de abril de 2009, contra o São Paulo, como visitante.

 

 

 

 

 

AFP/OPTA/CONMEBOL.com

Últimas Noticias