NOTICIA DESTACADA

Com o sonho na mira, Argentina busca recuperação no jogo contra o México
Com o sonho na mira, Argentina busca recuperação no jogo contra o México
Valencia aproxima Equador das Oitavas de Final
Valencia aproxima Equador das Oitavas de Final
“Diego imortal”, o grito da CONMEBOL Tree Of Dreams dois anos após sua partida
“Diego imortal”, o grito da CONMEBOL Tree Of Dreams dois anos após sua partida

Argentina bate Chile e continua invicta

Argentina ganhou do Chile por 2-1 na disputa desta quinta-feira em Calama, na décima quinta jornada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Qatar-2022.

‘Albiceleste’, já classificada para Catar, alcançou o triunfo graças aos gols dos atacantes Ángel Di María aos 10 minutos e Lautaro Martínez (34’), enquanto Chile marcou por meio do atacante Ben Brereton (21’).

Com uma grande atuação de Di María que tomou a responsabilidade de comandar a equipe devido a ausência de Messi, Argentina teve uma correta atuação, quase sem sofrer nos 2.400 metros de altura de Calama, controlando o jogo com potência e bom toque de bola, defendendo de forma limpa quando o físico dos argentinos esteve afetado, já na fase final do jogo.

Para o Chile foi uma apresentação sem muito brilho, sem profundidade nem ordem, muito necessária para conseguir uma vitória que era urgente para manter ainda as esperanças de chegar ao Qatar. Contudo, faltando ainda 3 partidas do final das Eliminatórias, a classificação parece difícil de alcançar.

Na próxima terça, Argentina receberá a Colômbia, enquanto Chile apostará em suas últimas chances nos 3.600 metros de altura de La Paz no jogo contra a Bolívia.

– Números do jogo –

  • Argentina estende seu domínio no histórico contra o Chile nas Eliminatórias (11V 4E 1D). Sua única derrota foi rumo à África do Sul 2010 quando a ‘La Roja’ ganhou 1-0 como local.
  • Argentina chega a 18 jogos sem derrotas nas Eliminatórias (10V 8E), sua racha mais longa na história da competição.
  • Chile dominou a bola (60% a 40%) provocando o jogo com a menor porcentagem de posse da Argentina nas atuais Eliminatórias (média de 59%).
  • Rodrigo De Paul é o único jogador que participou de todos os jogos da Argentina nas Eliminatórias. Não obstante, o volante levou advertência e não poderá comparecer no duelo da próxima jornada contra a Colômbia por acumulação de cartões.
  • Lautaro Martínez, da Argentina, marcou seu sexto gol nestas Eliminatórias e igualou a linha de Lionel Messi como máximo artilheiro ‘albiceleste’ na competição. O ‘ex-Racing’ chegou aos 6 gols com 35 finalizações, enquanto o atual jogador do PSG fez com 52.
  • Ben Brereton, do Chile, cortou a racha de 475 minutos sem sofrer gols do goleiro argentino Emiliano Martínez. Este registro está no sexto lugar da história da seleção ‘Albiceleste’, atrás de Burgos (608), Romero (576), Tesorieri (553), Islas (532) e novamente Romero (486).
  • Ben Brereton, do Chile, realizou 3 gols em 5 partidas das Eliminatórias Sul-Americanas e tem a melhor média de gols da seleção chilena: 0.6 por jogo, seguido pelo 0.36 de Vidal (4 gols em 11 partidas).

CONMEBOL.com / OPTA

Últimas Noticias