NOTÍCIAS DESTACADA

O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções
Vão começar as oitavas da CONMEBOL Sudamericana 2022
Vão começar as oitavas da CONMEBOL Sudamericana 2022
Ajuste no regulamento da CONMEBOL Copa América Feminina – Colômbia 2022
Ajuste no regulamento da CONMEBOL Copa América Feminina – Colômbia 2022

Batalha acirrada pelas últimas vagas mundialistas

  • Dois boletos diretos e um de repescagem serão disputados nesta jornada 16 das Eliminatórias Sul-Americanas.

Nesta terça-feira, 1 de fevereiro, será jogada a 16ª jornada das Eliminatórias Sul-Americanas, rumo à Copa do Mundo do Qatar 2022.

A três jornadas para o final da corrida para Catar-2022, as seleções da CONMEBOL decidirão sua sorte após a jornada desta terça-feira, que será definitiva para as chances de classificação.

Bolívia x Chile

Com a obrigação para ambos de triunfar, a seleção boliviana receberá o Chile em La Paz com a missão de manter suas aspirações aos lugares de classificação.

Após a sofrida goleada contra a Venezuela e com 15 unidades, Bolívia precisa fazer valer sua localidade quando nesta terça-feira receber o Chile, que está colocado na sétima posição com 16 pontos.

A ‘Roja’ não conseguiu ganhar da Argentina e, como local, terminou cedendo os pontos e só uma vitória heroica em terreno boliviano o colocará de volta na briga.

Dados

Estádio: Hernando Siles (La Paz)

Hora: 16:00 horário local – 20:00 GMT

Árbitro: Alexis Herrera (VEN)

VAR: Germán Delfino (ARG)

– Estatísticas –

  • Bolívia não seus últimos 2 jogos contra o Chile nas Eliminatórias Sul-Americanas (1V 1E). A ‘Verde’ nunca chegou a 3 jogos sem derrotas na competição contra a ‘Roja’.
  • Bolívia ganhou e não sofreu gols em seus últimos 3 encontros como local nas Eliminatórias Sul-Americanas. A única vez que os bolivianos chegaram a 4 vitórias consecutivas em casa nas Eliminatórias, foi combinando o encerramento das Eliminatórias para a Itália 90 com a dos Estados Unidos 1994 e o início das de França 1998 (7V entre 1989 e 1996).
  • Chile venceu sua última partida como visitante nas Eliminatórias Sul-Americanas (1-0 x Paraguai). A última vez que chegou a duas vitórias consecutivas fora de casa no torneio foi em junho de 2012: 2-0 x Bolívia e 2-0 x Venezuela.
  • Bolívia é a seleção que mais finalizações realizou jogando como local nestas Eliminatórias (118) e a segunda com mais gols anotados nessa condição (15, igual Brasil e só atrás dos 18 do Equador).
  • Alexis Sánchez, do Chile, tem a melhor eficácia de dribles entre os jogadores que tentaram pelo menos 30 dribles nas atuais Eliminatórias. O atacante chileno completou 67,2% de seus 58 dribles.

Uruguai x Venezuela

A seleção uruguaia pode fechar com broche de ouro este combo se nesta terça-feira derrotar a Venezuela no estádio Centenário.

Ambos chegam após triunfar na jornada 15. A ‘Celeste’, no 5º lugar com 19 pontos, tomou impulso com a vitória sobre o Paraguai e mais um triunfo o aproximará mais de seu objetivo mundialista.

A ‘Vinhotinto’ chega confiante a este encontro, após golear a Bolívia como local. Embora continue estando bem longe da zona de classificação, no décimo lugar com 10 unidades, pode continuar dando briga.

– Estatísticas –

  • Venezuela perdeu só 2 de seus últimos 10 jogos contra o Uruguai nas Eliminatórias Sul-Americanas (2V 6E 2D), após perder em 8 dos 9 encontros anteriores contra essa equipe no torneio (1E 8D).
  • Uruguai não sofreu gols em seus últimos 4 jogos contra a Venezuela nas Eliminatórias Sul-Americanas (2V 2E). É sua racha de arco invicto mais longa contra a ‘Vinhotinto’ na história do torneio, junto com uma sequência de 4 vitórias sem sofrer gols entre 1977 e 1996.
  • A vitória mais grande da Venezuela jogando como visitante nas Eliminatórias e a única vez que a ‘Vinhotinto’ marcou mais de dois gols jogando fora de casa, foi o triunfo de 3-0 sobre o Uruguai em março de 2004.
  • Diego Godín, do Uruguai, é o jogador de campo com mais minutos disputados nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. O defesa ‘charrua’ esteve 1248 minutos em campo até agora, participando de 14 partidas de sua seleção.
  • Salomón Rondón, da Venezuela, anotou 4 gols em 250 minutos jogador nas atuais Eliminatórias Sul-Americanas. O atacante venezuelano tem a melhor média de minutos por gols entre os jogadores que anotaram mais de um gol no torneio (1 gol cada 62 minutos e 30 segundos).

Dados

Estádio: Centenário (Montevidéu)

Hora: 20:00 horário local – 23:00 GMT

Árbitro: Bruno Arleu (BRA)

VAR: Rafael Traci (BRA)

Argentina x Colômbia

A seleção da Argentina continua com o caminho perfeito e nesta terça-feira receberá em casa a Colômbia, uma seleção que desesperadamente precisa de pontos.

Argentina, com o boleto ao Mundial no bolso, venceu o Chile como visitante na jornada anterior, soma 32 pontos e tem como objetivo manter seu invicto.

Diferente é a realidade da Colômbia, que em casa perdeu 3 pontos vitais contra o Peru e agora esses 3 pontos contra a ‘Albiceleste’ são essenciais.

A equipe ‘cafeteira’ tem 16 unidades e está localizada no sexto lugar.

– Dados –

Estádio: Mario Kempes (Córdoba)

Hora: 20:30 horário local – 23:30 GMT

Árbitro: Raphael Claus (BRA)

VAR: Wagner Reway (BRA)

– Estatísticas –

  • Argentina perdeu só 1 de seus 8 jogos como local contra a Colômbia nas Eliminatórias Sul-Americanas (5V 2E 1D). A ‘Albiceleste’ está invicta em seus últimos 6 jogos em casa contra os ‘Cafeteiros’ no torneio (4V 2E).
  • A última vitória da Colômbia como visitante contra a Argentina foi o 5-0 nas Eliminatórias para os Estados Unidos 1994, sendo uma das quatro vitórias com mais ampla margem na história da seleção colombiana nas Eliminatórias.
  • Argentina não sofreu gols em seus últimos 4 jogos como local nas Eliminatórias Sul-Americanas (3V 1E). É sua maior racha sem sofrer gols em casa na história do torneio, junto com outra sequência de 4 jogos com o arco invicto em suas primeiras partidas na competição entre 1957 e 1965 (4V).
  • Argentina é a equipe com mais finalizações e mais posse de bola nestas Eliminatórias: média de 59.1% de posse e acumula 191 finalizações apesar de ter disputado 1 jogo a menos.
  • Colômbia é a segunda seleção com mais finalizações nestas Eliminatórias (182), liderados por Luis Díaz (21) e Juan Cuadrado (18) neste indicador. Além disso, vem de alcançar uma nova marca de finalizações em um jogo (30 contra o Peru em 28 de janeiro).

Brasil x Paraguai

A seleção brasileira enfrentará o Paraguai na jornada 16 das Eliminatórias Sul-Americanas.

El scratch sigue invicto y en la fecha pasada igualó con Ecuador para seguir como líder de la tabla de posiciones con 36 puntos.

A ‘Albirroja’ apostará sua última ficha contra o Brasil, após perder do Uruguai na jornada anterior.

Com 13 unidades e no 9º lugar, o panorama é pouco motivador, não obstante, os ‘guaranis’ prometem dar briga até o final.

– Dados –

Estádio: Mineirão (Belo Horizonte)

Hora: 21:30 horário local – 00:30 GMT

Árbitro: Facundo Tello (ARG)

VAR: Patricio Loustau (ARG)

– Estatísticas –

  • Brasil anotou pelo menos 1 gol em cada um de seus 8 jogos como local contra o Paraguai na história das Eliminatórias Sul-Americanas (6V 2E). A Seleção Canarinho soma 4 vitórias consecutivas contra a ‘Albirroja’ jogando em casa na competição, anotando pelo menos 2 gols em cada um dos jogos nessa sequência (11 no total).
  • Brasil perdeu só 2 encontros como local em 39 jogos contra o Paraguai em todas as competições (26V 11E 2D). O último desses foi o primeiro jogo que o Brasil disputou após conquistar seu quinto título mundial: 0-1 em agosto de 2002.
  • Brasil nunca perdeu como local nas Eliminatórias Sul-Americanas. São 60 jogos invicto da Verde-Amarela em casa na história do torneio (48V 12E).
  • Paraguai é a única seleção que não conseguiu anotar gols de cabeça nas atuais Eliminatórias Sul-Americanas. Por outro lado, Brasil é a segunda que mais anotou por esse meio (5, junto com Equador), só atrás da Bolívia (7).

Peru x Equador

Com um notável desempenho, a seleção peruana receberá nesta terça-feira o Equador em busca de garantir sua classificação.

A ‘Bicolor’, no quarto lugar com 20 unidades e com os ânimos nas nuvens após derrotar a Colômbia, sabe que um triunfo como local poder um enorme passo para a classificação.

Equador com 24 e no terceiro lugar, é consciente de que com uma vitória se instalará no próximo mundial.

– Dados –

Estádio: Nacional (Lima)

Hora: 21:00 horário local – 02:00 GMT

Árbitro: Wilton Sampaio (BRA)

VAR: Juan Soto (VEN)

– Estatísticas –

  • Peru venceu os últimos 4 jogos contra o Equador nas Eliminatórias Sul-Americanas. É a racha de vitórias mais longa da ‘Rojiblanca’ contra a ‘Tri’.
  • Peru venceu os últimos 3 jogos como local nas Eliminatórias Sul-Americanas. É a racha mais longa de vitórias consecutivas em casa em uma edição das Eliminatórias para a ‘Rojiblanca’. Além disso, os peruanos não sofreram gols nesse intervalo.
  • Equador não sofreu gols em seus últimos 2 encontros fora de casa nas Eliminatórias Sul-Americanas (1V 1E). É a única sequência de jogos consecutivos sem receber gols como visitante da ‘Tri’ na história da competição.
  • Pedro Gallese, do Peru, esteve em campo em todos os minutos que seu país jogou nas atuais Eliminatórias Sul-Americanas. É um dos únicos 2 jogadores que participaram de 100% dos minutos disputado pelo seu país no torneio, junto com Carlos Lampe, da Bolívia.
  • 33 jogadores participaram de, pelo menos, uma partida do Peru nas Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial de 2022, o mínimo entre todas as seleções, junto com a Argentina. Por outro lado, 49 jogadores participaram de 1 jogo do Equador no torneio, o máximo entre todas as seleções, junto com a Venezuela.

CONMEBOL.com / OPTA

Ultimas Noticias