NOTICIA DESTACADA

Brasil e Colômbia enfrentam seus primeiros rivais no Mundial Sub-20 Feminino
Brasil e Colômbia enfrentam seus primeiros rivais no Mundial Sub-20 Feminino
Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições

Brasileiros e argentinos brilham na segunda semana da Fase de Grupos

  • A 2ª Jornada terminou com São Paulo, Racing, Goianense e Ceará como líderes invictos de sua zona.

Nesta quinta encerrou mais uma série de jogos da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana. Confira o resultado e resumo estatístico de todos os encontros.

Grupo A

Quinta, em Lanús: Lanús (ARG) x Barcelona (EQU) 3-1

– Números do jogo –

  • Vitória do Lanús em seu primeiro duelo nas competições CONMEBOL contra o Barcelona SC. O time argentino venceu 4 de seus últimos 5 jogos contra rivais equatorianos (1D).
  • Lanús perdeu só 3 dos últimos 14 encontros da CONMEBOL Sudamericana, triunfando em 8 (3E), após ter perdido 7 de 11 jogos prévios na competição.
  • Barcelona marcou gol em seus últimos 3 jogos da CONMEBOL Sudamericana (6 gols; 1V 2D), sendo sua melhor série goleadora no torneio desde outra de três entre 2003 e 2010 (7 gols; 3V).
  • Com 41 anos e 272 dias de idade, José Sand é o jogador mais velho em anotar na presente edição da CONMEBOL Sudamericana.

Quinta, em Montevidéu: Wanderers (URU) x Metropolitanos (VEN) 1-1

– Números do jogo –

  • Montevideo Wanderers e Metropolitanos empataram no primeiro encontro em competições CONMEBOL. Foi o quinto jogo dos ‘Bohemios’ contra uma equipe venezuelana, porém o primeiro que não consegue vitória.
  • Metropolitanos soma 5 encontros sem perder pela CONMEBOL Sudamericana (2V 3E). Além disso, conseguiu uma racha de duas visitas marcando gol na competição pela primeira vez (1V 1E).
  • Montevideo Wanderers soma 4 jogos marcando gol como local em competições CONMEBOL (5 gols; 2V 1E 1D), sua melhor racha desde outros quatro entre 1988 e 2002 (9 gols), na Libertadores.
  • Além de ter anotado o gol da sua equipe contra o Metropolitanos, Mauro Méndez foi o jogador do Montevideo Wanderers com mais finalizações realizadas (3) e mais duelos vencidos, tanto no geral (8) quanto aéreos (4).

Classificação (Pontos)

1. Lanús (4)

2. Barcelona (3)

3. Metropolitanos (2)

4. Wanderers (1)


Grupo B

Quarta, em Avellaneda: Racing (ARG) x Cuiabá (BRA) 2-0

– Números do jogo –

  • Embora seja a primeira vitória do Racing na CONMEBOL Sudamericana sobre time brasileiro, ‘La Academia’ está invicta contra brasileiros na competição (1V 4E).
  • Racing aumentou sua racha invicta na CONMEBOL Sudamericana como local para 6 jogos (3V 3E), mantendo seu arco intacto em 4 (2V 2E). A última derrota em casa foi contra o Lanús (1-2) na edição de 2013.
  • Racing venceu 3 dos 6 jogos com os quais iniciou sua participação como local nas distintas edições da CONMEBOL Sudamericana (1E 2D). Anteriormente derrotou River Plate (2002) e Águilas Doradas (2017).

Quarta, em Arequipa: Melgar (PER) x River Plate (URU) 2-0

– Números do jogo –

  • Melgar ficou com a vitória em seu primeiro enfrentamento em competições CONMEBOL contra uma equipe uruguaia. Ganhou de equipes de nove nacionalidades diferentes, sendo rivais argentinos a única exceção.
  • Melgar soma 7 encontros sem perder como local na CONMEBOL Sudamericana, ganhando seis deles (1E). Além disso, deixou seu arco intacto em 6 desses jogos.
  • Esta é a primeira derrota do River Plate como visitante na CONMEBOL Sudamericana desde maio de 2019. A equipe uruguaia cortou uma racha de 4 encontros sem perder e anotando gol fora de casa na competição (3V 1E).
  • Com os dois gols desta partida, Bernardo Cuesta já soma 11 anotações na CONMEBOL Sudamericana, todas com a camisa do Melgar. É o jogador que marcou mais vezes para uma equipe peruana na competição.
  • José Manuel Aja foi o jogador do River Plate que realizou mais desvios (4), ganhou mais duelos (9), completou mais dribles (2) e acertou mais passes (32) no encontro contra o Melgar.

Classificação (Pontos)

1. Racing Club (6)

2. Cuiabá (3)

3. Melgar (3)

4. River Plate (0)


Grupo C

Quarta, em Santos: Santos (BRA) x Universidad Católica (EQU) 3-2

– Números do jogo –

  • Esse foi apenas o segundo jogo do Santos com 5 gols na história da CONMEBOL Sudamericana. O anterior também teve um placar de 3-2 e foi contra um time equatoriano, mas terminou com derrota do Peixe contra o LDU Quito em 2004.
  • Santos nunca perdeu uma partida na qual abriu o placar na história da CONMEBOL Sudamericana (10V 3E). O Peixe sofreu gols em apenas 5 desses jogos (2V 3E).
  • Universidad Católica quebrou uma racha de 3 jogos sem anotar fora de casa na CONMEBOL Sudamericana (1E 2D). É a segunda vez que marca mais de um gol como visitante na história do torneio.
  • Jhojan Julio foi o primeiro equatoriano em anotar gol com o Santos na história da CONMEBOL Sudamericana.

Quinta, em Viña del Mar: La Calera (CHI) x Banfield (ARG) 1-0

– Números do jogo –

  • Unión La Calera chega ao seu quinto jogo invicto na CONMEBOL Sudamericana (3V 2E) mantendo o arco intacto em 3 de seus últimos 4 jogos na competição.
  • Unión La Calera só perdeu uma dentre 10 apresentações como local em competições CONMEBOL (4V 5E). Além disso, a equipe chilena cortou uma racha de 5 jogos sofrendo gols em casa em torneios continentais.
  • Unión La Calera não sofreu gols em 7 de seus últimos 9 jogos em todas as competições (3V 5E 1D). Ademais, só recebeu 8 finalizações do Banfield, seu registro mais baixo neste intervalo junto com o jogo contra Palestino como visitante no Campeonato PlanVital.
  • Sebastián Sáez marcou o único gol do jogo, sendo o único jogador do Unión La Calera que fez mais de um gol (4) em 2022 considerando competições CONMEBOL e o Campeonato PlanVital chileno.

Classificação (Pontos)

1. Unión La Calera (4)

2. Santos (3)

3. Banfield (3)

4. Universidad Católica (1)


Grupo D

Quarta, em Cochabamba: Jorge Wilstermann (BOL) x Ayacucho (PER) 0-2

– Números do jogo –

  • Ayacucho bateu Jorge Wilstermann e conseguiu assim seu primeiro triunfo internacional contra um rival estrangeiro. Além disso, é a primeira vitória da equipe peruana como visitante em torneios CONMEBOL.
  • É apenas a primeira derrota como local do Jorge Wilstermann contra um rival peruano em competições CONMEBOL desde 1968, quando perdeu 0-1 do Sporting Cristal em Libertadores. Desde então, o conjunto boliviano somou 3 vitórias e 2 empates na Libertadores.
  • Com sua vitória sobre o Jorge Wilstermann, Ayacucho passou a ser a sexta equipe peruana em ganhar na Bolívia em competições CONMEBOL (só atrás do Sporting Cristal, Universitario, Alianza Lima, Cienciano e Melgar).
  • Cristian Techera marcou seu segundo gol nesta edição da CONMEBOL Sudamericana e é o máximo artilheiro do clube peruano em competições internacionais, com 3 tantos.

Quinta, em São Paulo: São Paulo (BRA) x Everton (CHI) 2-0

– Números do jogo –

  • São Paulo ganhou seus últimos 3 jogos na CONMEBOL Sudamericana. Só existe uma série de vitórias do Tricolor na competição: setembro e outubro de 2014 (4V).
  • São Paulo nunca perdeu de rivais chilenos na CONMEBOL Sudamericana (6V 3E) e ficou sem anotar em apenas um jogo: contra o Universidad Católica em 2012.
  • Talles Costa anotou seu primeiro gol com o São Paulo em todas as competições. O meio-campista disputou hoje seu 22º jogo com o Tricolor, o quarto em competições CONMEBOL (dois na Libertadores e dois na Sudamericana).
  • Arboleda fez seu segundo gol com o São Paulo na CONMEBOL Sudamericana. O defesa equatoriano é, junto com o uruguaio Diego Lugano, um dos dois jogadores não nascidos no Brasil que marcaram para o ‘Tricolor’ na história do torneio.

Classificação (Pontos)

1. São Paulo (6)

2. Ayacucho (3)

3. Everton (1)

4. Jorge Wilstermann (1)


Grupo E

Quinta-feira, em Porto Alegre: Internacional (BRA) x Guaireña (PAR) 1-1

– Números do jogo –

  • Internacional perdeu só um de 17 jogos como local na CONMEBOL Sudamericana (8V 8E). É a melhor porcentagem de derrotas (6%) entre as equipes que disputaram mais de 10 jogos como locais na história do torneio.
  • Guaireña não perdeu em seus últimos quatro jogos na CONMEBOL Sudamericana (1V 3E). Além disso, seus últimos três encontros no torneio terminaram em empate.
  • Os times brasileiros perderam só 1 dos últimos 10 jogos de equipes paraguaias na CONMEBOL Sudamericana (6V 3E). Essa derrota foi do Santos contra o Libertad em agosto de 2021 (0-1).
  • O gol contra de Miguel Paniagua foi o primeiro desse tipo a favor do Internacional na história da CONMEBOL Sudamericana, que já anotou 44 gols em 34 partidas no torneio.
  • Mario Otazú é o único jogador com mais de um gol anotado com o Guaireña na história da CONMEBOL Sudamericana. O volante marcou em jogos consecutivos, anotando contra o Independiente Medellín na primeira jornada antes de marcar hoje contra o Internacional.

Quinta, em Medellín: Independiente Medellín (COL) x 9 de Octubre (EQU) 2-1

– Números do jogo –

  • Independiente de Medellín cortou uma racha de duas derrotas consecutivas contra rivais equatorianos em competições CONMEBOL e aumentou sua invencibilidade para 3 jogos na CONMEBOL Sudamericana contra rivais desse país (2V 1E).
  • Independiente de Medellín tem três vitórias consecutivas como local na CONMEBOL Sudamericana pela primeira vez em sua história e só perdeu 1 de seus 9 jogos sendo anfitrião na competição (5V 3E).
  • 9 de Octubre perdeu seu primeiro jogo da CONMEBOL Sudamericana em 2022 e o primeiro participando desta competição. A racha que quebrou hoje de 3 jogos sem derrotas (1V 2E) é a mais longa da equipe equatoriana em competições CONMEBOL.

Classificação (Pontos)

1. Independiente Medellín (4)

2. Guaireña (2)

3. Internacional (2)

4. 9 de Octubre (1)


Grupo F

Terça, em Florencio Varela: Defensa y Justicia (ARG) x Atlético Goianiense (BRA) 0-1

– Números do jogo –

  • Atlético Goianiense só perdeu uma de suas 12 apresentações na história da CONMEBOL Sudamericana (5V 6E). Além disso, não sofreu gols em 6 de seus últimos 8 jogos no torneio.
  • Defensa y Justicia deixou atrás sua racha invicta mais longa na CONMEBOL Sudamericana: somava dez jogos sem derrota (7V 3E). Ademais, é apenas a segunda vez que não marca pelo menos 1 gol em seus últimos 11 jogos.
  • Defensa y Justicia teve 73% de posse de bola, sendo sua marca mais alta em 2022, considerando a CONMEBOL Sudamericana e a Copa da LPF da Argentina.

Terça, em Quito: Liga de Quito (EQU) x Antofagasta (CHI) 4-0

– Números do jogo –

  • LDU Quito aumentou sua racha invicta contra chilenos em competições CONMEBOL (2V 1E). Só uma vez conseguiu uma racha maior que a atual contra rivais deste país e foi entre abril de 1991 e março de 2007 (3V 1E).
  • LDU Quito não marcava mais de um gol em uma partida em casa da CONMEBOL Sudamericana desde julho de 2018 (3-1 x Vasco da Gama). A equipe equatoriana esteve durante 4 jogos como local marcando só 1 ou 0 gols na Sudamericana (2V 1E 1D).
  • É apenas a primeira derrota do Antofagasta como visitante contra rivais não chilenos na CONMEBOL Libertadores. Anteriormente a equipe tinha visitado o Brasil na edição de 2019, empatando com o Fluminense.
  • Nilson Angulo, do LDU Quito, entrou no jogo aos 45 minutos, chegou a anotar um gol e realizar uma assistência no encontro. É a primeira vez que marcou ou assistiu em uma mesma partida da CONMEBOL.

Classificação (Pontos)

1. Atlético Goianiense (6)

2. Defensa y Justicia (3)

3. Liga de Quito (3)

4. Deportes Antofagasta (0)


Grupo G

Terça, em Caracas: Deportivo La Guaira (VEN) x Ceará (BRA) 0-2

– Números do jogo –

  • Ceará ganhou em seu primeiro enfrentamento com uma equipe venezuelana na CONMEBOL Sudamericana e é a primeira vez que consegue vitórias consecutivas na competição, após ganhar do Independiente na primeira jornada desta edição.
  • Ceará marcou dois gols em sua vitória sobre o Deportivo La Guaira. É a primeira vez que a equipe brasileira marca gol fora de casa na CONMEBOL Sudamericana, após 4 visitas sem converter (2E 2D).
  • Jiovany Ramos foi o jogador do Deportivo La Guaira com mais passes certeiros no encontro com o Ceará, com 71 entregas exitosas, recorde para um jogador do Panamá na CONMEBOL Sudamericana desde, pelo menos, 2013.
  • Ceará disputou com o Deportivo La Guaira seu décimo jogo na CONMEBOL Sudamericana (5V 3E 2D), porém esta foi apenas a segunda vez que a equipe brasileira marcou 2 gols em um primeiro tempo na competição, após ter conseguido em abril de 2021 contra o Jorge Wilstermann (dois também; 3-1).

Terça, em Avellaneda: Independiente (ARG) x General Caballero (PAR) 2-0

– Números do jogo –

  • Independiente continua invicto como local em competições CONMEBOL contra equipes paraguaias (7V 1E). Além disso, conseguiu marcar gol em cada um desses encontros (16 no total).
  • A última derrota como local do Independiente de um rival não argentino na CONMEBOL Sudamericana foi em outubro de 2015 (0-1 x Independiente Santa Fe). Desde então, o ‘Rojo’ soma 17 partidas da competição em casa sem perder de rivais de outro país (14V 3E).
  • General Caballero sofreu sua primeira derrota na CONMEBOL Sudamericana, em seu quarto jogo disputado na competição (2V 1E).
  • Junior Barreto, do General Caballero, realizou 8 lances de desvio nesta partida e soma já 28 nesta edição da CONMEBOL Sudamericana, mais que qualquer outro jogador no torneio.

Classificação (Pontos)

1. Ceará (6)

2. Independiente (3)

3. Deportivo La Guaira (1)

4. General Caballero (1)


Grupo H

Terça, em Santa Cruz: Oriente Petrolero (BOL) x Unión (ARG) 1-3

– Números do jogo –

  • Unión de Santa Fe cortou uma racha de 3 partidas sem vitórias na CONMEBOL Sudamericana (2E 1D). Seu último triunfo tinha sido também como visitante, contra Emelec (2-1) na edição de 2020.
  • Oriente Petrolero anotou gols em 10 dos 12 jogos que disputou como local na CONMEBOL Sudamericana, só não pôde marcar contra o Nacional em 2015 (0-3) nem contra o Vasco da Gama em 2020 (0-0).
  • É a primeira vez que o Unión de Santa Fe anota três gols jogando fora de casa na CONMEBOL Sudamericana. A única vez que tinha conseguido na competição foi como local, quando derrotou o Atlético Mineiro por 3-0 (edição de 2020).
  • Kevin Zenón (Unión de Santa Fe) liderou a sua equipe em assistência de finalizações (4) contra o Oriente Petrolero, apenas um a menos que o recorde de passes para finalizações de um jogador do Unión em uma partida da CONMEBOL Sudamericana: Diego Zabala contra o Independiente del Valle na edição de 2019 (5).

Quarta, em Barranquilla: Junior (COL) x Fluminense (BRA) 3-0

– Números do jogo –

  • Junior continua invicto contra o Fluminense em competições CONMEBOL (2V 1E). Hoje foi a primeira dessas partidas na qual o ‘Tiburón’ não sofreu gols.
  • Junior não perdeu suas últimas 5 partidas na CONMEBOL Sudamericana (3V 2E). Em três desses encontros, o ‘Tiburón’ não recebeu gols.
  • Junior quebrou uma racha de 8 partidas sem vitórias de equipes colombianas contra brasileiras na CONMEBOL Sudamericana (1E 7D), a maior invencibilidade brasileira contra colombianos na história do torneio. A última vitória cafeteira também tinha sido contra o Fluminense: 1-0 para o Atlético Nacional em maio de 2019.
  • Miguel Borja igualou Teófilo Gutiérrez como máximo artilheiro do Junior na história da CONMEBOL Sudamericana com 6 gols, sendo três de pênalti.

Classificação (Pontos)

1. Junior (4)

2. Unión (4)

3. Fluminense (3)

4. Oriente Petrolero (0)

CONMEBOL.com / OPTA

Últimas Noticias