NOTICIA DESTACADA

Richarlison brilha e Brasil começa com pé direito
Richarlison brilha e Brasil começa com pé direito
Argentina inicia seu sonho mundialista
Argentina inicia seu sonho mundialista
Alejandro Domínguez: “Aqui mostramos a essência e as raízes do melhor futebol do mundo”.
Alejandro Domínguez: “Aqui mostramos a essência e as raízes do melhor futebol do mundo”.

Começa Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022 com superclássico paraguaio e muito mais!

  • Olímpia x Cerro Porteño será o duelo estelar desta terça-feira no início da Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022.
  • Com 12 campeões na palestra, comela um novo caminho à Glória Eterna.

Uma nova versão da final de 1978, com vitória do Boca Juniors sobre o Deportivo Cali, e o superclássico paraguaio Olimpia x Cerro Porteño centram as atenções no início da Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022.

Com 6 troféus em sua vitrine, o ‘Xeneize’ inicia uma nova campanha no principal torneio de clubes da CONMEBOL para tentar igualar os 7 títulos do Independiente de Avellaneda -ausente – como máximo vencedor da Libertadores.

Outro duelo interessante da primeira jornada da Fase de Grupos será disputado em San Cristóbal.

No caminho do campeão vigente, Palmeiras, iniciará a defesa do título nesta quarta-feira em San Cristóbal enfrentando o Deportivo Táchira, na abertura do Grupo A, que é completado pelo boliviano Independiente Petrolero e Emelec do Equador, rivais nesse mesmo dia em Sucre.

— Partidas da primeira jornada da Fase de Grupos:

Grupo A

  • Quarta-feira, em San Cristóbal: Deportivo Táchira (VEN) x Palmeiras (BRA)

Estádio: Polideportivo Pueblo Nuevo

Hora: 20:00 horário local – 00:00 GMT

Árbitro: Darío Herrera (ARG)

Antecedentes:

  • Deportivo Táchira e Palmeiras se enfrentaram 4 vezes na CONMEBOL Libertadores. Esses encontros foram em edições consecutivas do torneio e o Verdão ganhou todos: 2005 (fase de grupos) e 2006 (fase preliminar).
  • Deportivo Táchira ganhou seus últimos 4 jogos como local na CONMEBOL Libertadores com uma média de 3.5 gols anotados por jogo. A equipe venezuelana tentará chegar 5 vitórias em casa no torneio pela primeira vez em sua história.
  • Palmeiras chegou à final nas duas edições anteriores da CONMEBOL Libertadores que disputou como campeão vigente: em 2000 foi vice-campeão contra o Boca Juniors e em 2021 conquistou o título de forma consecutiva contra o Flamengo.
  • Deportivo Táchira marcou 20.9% de suas finalizações na edição passada da CONMEBOL Libertadores, a melhor eficácia entre todas as equipes que disputaram a Fase de Grupos dessa edição.
  • Palmeiras ganhou 43% de seus jogos como visitante na CONMEBOL Libertadores (44 vitórias em 102 visitas). É a melhor porcentagem entre as equipes que disputaram mais de 35 jogos fora de casa na história do torneio.
  • Quarta-feira, em Sucre: Independiente Petrolero (BOL) x Emelec (EQU)

Estádio: Olímpico Patria

Hora: 22:00 horário local – 02:00 GMT

Árbitro: Cristian Garay (CHI)

Antecedentes:

  • Independiente Petrolero e Emelec nunca se enfrentaram em competições CONMEBOL. Esse será o sétimo adversário boliviano que enfrenta o Emelec na CONMEBOL Libertadores.
  • Independiente Petrolero participará pela primeira vez da CONMEBOL Libertadores. Será a 20ª equipe boliviana em disputar na competição.
  • Emelec ganhou 3 de seus últimos 4 jogos na CONMEBOL Libertadores (3V 1D), sendo sua única derrota nesse intervalo contra o futuro campeão da edição de 2019, Flamengo.
  • Jhasmani Campos é o jogador da equipe atual do Independiente Petrolero que mais gols anotou na CONMEBOL Libertadores (4). Dois de seus gols foram com o Oriente Petrolero em 2011 e os outros dois com o Bolívar em 2012.
  • Emelec ganhou na única vez que estreou em uma edição da CONMEBOL Libertadores jogando contra uma equipe boliviana: foi na fase de grupos de 2014 contra o Bolívar (2-1), porém jogando como local.

Grupo B

  • Terça-Feira, em Caracas: Caracas FC (VEN) x Athletico Paranaense (BRA)

Estádio: Olímpico UCV

Hora: 18:15 horário local – 22:00 GMT

Árbitro: Andrés Rojas (COL)

Antecedentes:

  • Caracas e Athletico Paranaense nunca se enfrentaram na CONMEBOL Libertadores. A única vez que se encontraram foi na CONMEBOL Sudamericana 2018, com duas vitórias do Furacão nas oitavas de final.
  • Caracas é a equipe venezuelana com mais vitórias na história da CONMEBOL Libertadores (26) empatado só com o Deportivo Táchira. Não obstante, Caracas disputou 26 partidas menos no torneio que seu compatriota (101 x 127).
  • Athletico Paranaense nunca jogou contra rivais venezuelanos na CONMEBOL Libertadores, e com este confronto o Furacão terá enfrentado rivais dos 10 países participantes da competição.
  • Francisco Stifano, treinador do Caracas, participará de sua terceira CONMEBOL Libertadores como treinador. O venezuelano comandou o Zamora em 2017 e o Deportivo Táchira em 2018.
  • Alberto Valentim, treinador do Athletico Paranaense, nunca comandou uma equipe na CONMEBOL Libertadores. O treinador brasileiro comandou o Furacão em apenas um jogo na eidção passada da CONMEBOL Sudamericana: na final contra Red Bull Bragantino, onde conquistaram o título.
  • Quinta-feira, em La Paz: The Strongest (BOL) x Libertad (PAR)

Estádio: Herando Siles

Hora: 22:00 horário local – 02:00 GMT

Árbitro: Nicolás Gamboa (CHI)

Antecedentes:

  • The Strongest e Libertad se enfrentaram 4 vezes na CONMEBOL Libertadores. O Gumarelo nunca perdeu essas partidas: duas vitórias na fase de grupos de 2018 e uma vitória e um empate na fase preliminar de 2019.
  • The Strongest venceu seus últimos 4 jogos como local na CONMEBOL Libertadores. A última vez que chegou a uma quinta vitória consecutiva em casa no torneio foi entre abril de 2013 e março de 2016 (10V).
  • Libertad é a única equipe na história da CONMEBOL Libertadores com, pelo menos, 8 jogos contra rivais bolivianos sem nunca ter perdido contra equipes desse país (7V 3E).
  • The Strongest anotou 5 gols na fase preliminar da CONMEBOL Libertadores 2022, todos como local: 2-1 x Universidad Católica do Equador e 3-0 x Plaza Colonia.
  • Libertad não perdeu em suas últimas 7 estreias na CONMEBOL Libertadores (4V 3E). Uma dessas partidas foi justamente como visitante do The Strongest: 1-1 na fase preliminar de 2019.

Grupo C

  • Quarta-feira, em Bragança Paulista: Red Bull Bragantino (BRA) x Nacional (URU)

Estádio: Nabi Abi Chedid

Hora: 19:00 hora local – 22:00 GMT

Árbitro: Kevin Ortega (PER)

Antecedentes:

  • Red Bull Bragantino e Nacional nunca se enfrentaram em competições CONMEBOL. Será o primeiro jogo do Braga contra uma equipe uruguaia nestes torneios.
  • Red Bull Bragantino terá sua primeira participação na CONMEBOL Libertadores. Será a 30ª equipe brasileira em jogar na competição.
  • Nacional disputou 401 jogos na CONMEBOL Libertadores, 27 mais que qualquer outra equipe na história do torneio.
  • Alerrando (2), Hyoran (2) e Jan Carlos Hurtado (1) são os únicos da equipe atual do Red Bull Bragantino que anotaram gols na história da CONMEBOL Libertadores.
  • Nacional participou da fase de grupos em 9 das últimas 10 edições da CONMEBOL Libertadores (incluindo 2022), mais que qualquer outra equipe. A única temporada do torneio nesse intervalo sem a equipe uruguaia na Fase de Grupos foi em 2015.

  • Quinta-feira, em La Plata: Estudiantes de La Plata (ARG) x Vélez Sarsfield (ARG)

Estádio: Jorge Luis Hirschi

Hora: 21:00 horário local – 00:00 GMT

Árbitro: Eber Aquino (PAR)

Antecedentes:

  • Estudiantes de La Plata e Vélez nunca se enfrentaram em competições CONMEBOL. Esse é o único jogo da primeira jornada da fase de grupos entre equipes que já foram campeãs do torneio.
  • Estudiantes nunca perdeu recebendo equipes argentinas na CONMEBOL Libertadores (5V 3E). O ‘Pincharata’ sofreu só 2 gols nesses 8 jogos e manteve seu arco invicto em 6.
  • Vélez perdeu só 1 dos últimos 6 encontros na CONMEBOL Libertadores (4V 1E 1D), sendo essa derrota a única vez que sofreu mais de um gol nessa racha (1-3 x Barcelona).
  • Estudiantes ganhou 76% de seus jogos como local na CONMEBOL Libertadores (45 vitórias em 59 partidas). É a melhor porcentagem entre as equipes que disputaram pelo menos 7 jogos em casa na história do torneio.
  • Lucas Pratto, do Velez, é o artilheiro da CONMEBOL Libertadores entre aqueles que participarão na fase de grupos da edição atual do torneio. Cinco de seus 27 gols no torneio foram com sua equipe atual.

Grupo D

  • Quarta, em Belo Horizonte: América Mineiro (BRA) – Independiente del Valle (EQU)

Estádio: Independência

Hora: 19:00 hora local – 22:00 GMT

Árbitro: Ferando Rapallini (ARG)

Antecedentes:

  • América Mineiro e Independiente Del Valle nunca se enfrentaram em competições CONMEBOL. O ‘Coelho’ enfrentará seu segundo adversário equatoriano na atual edição da CONMEBOL Libertadores, após eliminar o Barcelona na fase preliminar.
  • América Mineiro jogou dois duelos como local na CONMEBOL Libertadores (1E 1D). Foram na ida das duas rodadas preliminares da edição atual do torneio e o Coelho ainda não marcou em casa.
  • Independiente del Valle sempre enfrentou equipes brasileiras em suas participações na fase de grupos na CONMEBOL Libertadores: Botafogo em 2014, Atlético Mineiro em 2016, Flamengo em 2020 e Palmeiras em 2021.
  • América Mineiro teve em média 62,1% de posse na fase preliminar da CONMEBOL Libertadores 2022, o maior índice entre as equipes que participaram dessa fase.

  • Quarta, em Ibagué: Deportes Tolima (COL) – Atlético Mineiro (BRA)

Estádio: Manuel Murillo Toro

Hora: 19:00 hora local – 00:00 GMT

Árbitro: Alexis Herrera (VEN)

Antecedentes:

  • Deportes Tolima e Atlético Mineiro nunca se enfrentaram em competições CONMEBOL. Tolima está invicto recebendo times brasileiros na CONMEBOL Libertadores (3V 2E).
  • Tolima nunca sofreu gols de equipes brasileiras jogando como local pela CONMEBOL Libertadores (3V 2E). Somente uma dessas partidas teve mais do que um gol: vitória de 2-0 sobre o Corinthians em 2011.
  • Atlético Mineiro não perdeu em suas últimas 13 partidas na CONMEBOL Libertadores (8V 5E). É a maior racha invicta ativa no torneio.
  • Deportes Tolima nunca perdeu em suas estreias na CONMEBOL Libertadores (5V 3E). Apenas duas dessas estreias foram em casa, e Tolima venceu em ambas as ocasiões: 1-0 contra a Universidad César Vallejo em 2013 e 1-0 contra o Athletico Paranaense em 2019.
  • Atlético Mineiro foi o único time que não teve derrotas na edição passada da CONMEBOL Libertadores (7V 5E). O Galo foi eliminado na semifinal após dois empates contra o futuro campeão Palmeiras (0-0 fora, 1-1 em casa).

Grupo E

  • Terça, em Cali: Deportivo Cali (COL) – Boca Juniors (ARG)

Estádio: Deportivo Cali

Hora: 19:30 horário local – 00:30 GMT

Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)

Antecedentes:

  • Deportivo Cali e Boca Juniors se confrontaram 10 vezes na CONMEBOL Libertadores. Boca é o rival no qual o Deportivo Cali enfrentou mais vezes na história do torneio (1V 4E 5D).
  • Esta é a única partida da primeira rodada da fase de grupos entre equipes que já se encontraram em uma final da CONMEBOL Libertadores. Boca Juniors foi campeão em 1978, com uma das maiores surpresas de uma final na história do torneio: 4-0 no jogo da volta, em casa.
  • Deportivo Cali está invicto em seus últimos sete jogos em casa na CONMEBOL Libertadores (2V 5E). A última vez que os Azucareros chegaram a oito jogos sem cair no torneio foi entre março de 1970 e abril de 1981 (17V 8E).
  • Deportivo Cali fará sua estreia na CONMEBOL Libertadores 2022 contra o mesmo adversário que enfrentou em sua última participação no torneio. Em 2016, os Azucareros empataram em 0-0 com o Boca Juniors na primeiro rodada do torneio, jogando também em casa.
  • Boca Juniors teve a média mais baixa de gols sofridos na CONMEBOL Libertadores do ano passado: dois tantos em oito partidas (média de 0,25).

Terça, em La Paz: Always Ready (BOL) – Corinthians (BRA)

Estádio: Herando Siles

Hora: 20:30 horário local – 00:30 GMT

Árbitro: Piero Maza (CHI)

Antecedentes:

  • É a primeira vez que Always Ready e Corinthians se enfrentam em competições CONMEBOL. A última partida do ‘albirrojo’ na competição, na última edição, também foi contra o adversário brasileiro (empate de 0-0 com o Internacional).
  • Always Ready marcou gols em seus três últimos jogos em casa na CONMEBOL Libertadores (2V 1E). O primeiro nessa sequência foi contra uma equipe brasileira: 2-0 sobre o Internacional em abril de 2021.
  • Corinthians nunca perdeu de equipes bolivianas na CONMEBOL Libertadores (4V 2E). Ainda o Timão anotou gols em todos esses jogos.
  • Apenas dois jogadores participaram em todos os minutos do Always Ready na CONMEBOL Libertadores 2021: Carlos Lampe e Nelson Cabrera. Só o defensor continua no time.
  • Corinthians nunca perdeu em estreias na fase de grupos da CONMEBOL Libertadores durante o Século 21 (5V 3E). Sua última derrota na rodada de abertura dessa fase foi em 2000: 2-0 para o América do México como visitante.

Grupo F

– Quarta, em Lima: Alianza Lima (PER) – River Plate (ARG)

Estádio: Nacional de Lima

Hora: 19:00 hora local – 00:00 GMT

Árbitro: Wilmar Roldán (COL)

Antecedentes:

  • Alianza Lima e River Plate se enfrentaram seis vezes na CONMEBOL Libertadores. O ‘Millonario’ está invicto frente ao time ‘blanquiazul’ no torneio (4V 2E).
  • River Plate não perdeu suas últimas nove partidas contra equipes peruanas na CONMEBOL Libertadores (6V 3E). É a maior série invicta deles contra equipes desse país no torneio.
  • River Plate marcou 17 gols e não sofreu nenhum em suas três últimas partidas contra equipes peruanas na CONMEBOL Libertadores (3V). A primeira dessas partidas foi contra o Alianza Lima: 3-0 em abril de 2019.
  • Hernán Barcos é o jogador do atual plantel do Alianza Lima que mais marcou gols na CONMEBOL Libertadores (7). Quatro de seus gols foram com o Grêmio e os outros três com LDU.
  • River Plate é a única equipe a ter participado da etapa de grupo em todas as edições da CONMEBOL Libertadores desde 2015 (8, incluindo 2022). Em todos os torneios anteriores, o Millonario avançou para as oitavas de final.

Quinta, em Fortaleza: Fortaleza (BRA) – Colo Colo (CHI)

Estádio: Arena Castelão

Hora: 19:00 hora local – 22:00 GMT

Árbitro: Andrés Cunha (URU)

Antecedentes:

  • Fortaleza e Colo-Colo nunca se enfrentaram em competições CONMEBOL. Fortaleza será o 12º time brasileiro que o Cacique enfrenta no torneio.
  • Será a primeira participação do Fortaleza na CONMEBOL Libertadores. Será o 31º time brasileiro em jogar na competição.
  • Seis dos últimos 10 jogos do Colo-Colo na CONMEBOL Libertadores foram contra equipes brasileiras: dois contra o Corinthians em 2018 (oitavas de final), dois contra o Palmeiras em 2018 (quartas de final) e dois contra o Athletico Paranaense em 2020 (fase de grupos).
  • Ángelo Henríquez é o jogador do atual plantel do Fortaleza que mais jogou na história da CONMEBOL Libertadores (16). Todos os seus jogos no torneio foram com a casaca do Universidad de Chile, para o qual fez cinco gols.
  • Colo-Colo é o oitavo time com mais jogos na história da CONMEBOL Libertadores (241), mais do que qualquer outro time chileno. Com seus seis jogos da fase de grupos em 2022, El Cacique vai ultrapassar o Bolívar, no sétimo lugar (247 versus 245).

Grupo G

  • Terça, em Assunção: Olímpia (PAR) – Cerro Porteño (PAR)

Estádio: Defensores del Chaco

Hora: 18:15 horário local – 22:15 GMT

Árbitro: Anderson Daronco (BRA)

Antecedentes:

  • Cerro Porteño e Olímpia se reencontram na Libertadores após 23 anos. Jogaram 32 partidas, o segundo duelo mais frequente na história da competição. O Azulgrená venceu nove vezes, o Decano 11 vezes e houve 12 empates.
  • A última vez que Olimpia e Cerro Porteño se encontraram na CONMEBOL Libertadores foi há 23 anos, em março de 1999 (2-2). É o maior intervalo entre dois Superclásicos do futebol paraguaio no torneio.
  • Olimpia perdeu apenas um de seus últimos 16 jogos em casa contra equipes compatriotas na CONMEBOL Libertadores (10V 5E). Foi precisamente contra o Cerro Porteño: 1-2 em março de 1996.
  • Olimpia teve uma média de 18 remates por jogo na fase preliminar da CONMEBOL Libertadores 2022, o maior índice entre as quatro equipes que avançaram para a fase de grupos.
  • Cerro Porteño não perdeu em suas últimas cinco estreias em uma edição da CONMEBOL Libertadores (3V 2E). Todos esses jogos foram como visitante, e a equipe paraguaia sofreu gols em apenas um (1 a 1 com o Universitario em 2020).
  • Terça, em Santa Fé: Colón (ARG) – Peñarol (URU)

Estádio: Estádio Brigadier General Estanislao López

Hora: 19:15 horário local – 22:15 GMT

Árbitro: Wilton Sampaio (BRA)

Antecedentes:

  • Colón e Peñarol nunca se encontraram em competições CONMEBOL. Será o primeiro adversário uruguaio do Colón na história da CONMEBOL Libertadores.
  • Colón retorna à CONMEBOL Libertadores 12 anos após sua última participação no torneio (2010). É o mesmo intervalo entre a participação de 2010 e a estreia anterior do clube argentino em 1998.
  • Peñarol marcou três gols em cada uma das duas últimas partidas na CONMEBOL Libertadores (2V). Apenas três vezes em sua história no torneio a equipe uruguaia chegou à terceira partida marcando pelo menos três gols, a última em 1996.
  • Ramón Ábila é o jogador do atual plantel do Colón que mais fez gols na CONMEBOL Libertadores. Todos os seus gols no torneio foram com equipes argentinas: oito com o Boca Juniors e nove com o Huracán.
  • Peñarol chegou à final da CONMEBOL Libertadores na única vez em que estreou em uma edição disputada na Argentina (2011). Entretanto, perdeu por 3-0 em sua estreia contra o Independiente.

Grupo H

  • Terça, em Lima: Sporting Cristal (PER) – Flamengo (BRA)

Estádio: Nacional Lima

Hora: 19:30 horário local – 00:30 GMT

Árbitro: Jhon Ospina (COL)

Antecedentes:

  • Sporting Cristal e Flamengo nunca se encontraram nas competições da CONMEBOL. A última partida da equipe peruana na competição na última edição também foi contra um adversário brasileiro (0-3 contra o São Paulo).
  • Flamengo nunca perdeu para uma equipe peruana na CONMEBOL Libertadores (3V 1E). Em suas duas visitas ao Peru, o rubronegro não sofreu um gol: 0-0 contra o Coronel Bolognesi e 3-0 contra o Cienciano, ambos em 2008.
  • Flamengo está invicto em seus últimos oito jogos fora de casa na CONMEBOL Libertadores (6V 2E). É a mais longa racha invicta jogando como visita no torneio.
  • Sporting Cristal é a 11ª equipe com mais partidas na história da CONMEBOL Libertadores (229). Os Celestes estenderão sua vantagem com a próxima equipe peruana no ranking para pelo menos oito jogos (Universitario, 227 PJ).
  • Flamengo, atual vice-campeão da CONMEBOL Libertadores, teve a melhor média de gols marcados na edição do ano passado do torneio, com 2,54 gols por jogo (33 gols em 13 jogos).
  • Quarta, em Córdoba: Talleres (ARG) – Universidad Católica (CHI)

Estádio: Mario Kempes

Hora: 19:00 hora local – 22:00 GMT

Árbitro: Gustavo Tejera (URU)

Antecedentes:

  • É o primeiro jogo do Talleres contra Universidad Católica em competições CONMEBOL. As últimas partidas do Talleres na CONMEBOL Libertadores também foram contra uma equipe chilena: eliminação na rodada preliminar de 2019 ante o Palestino.
  • Talleres não perdeu em seus últimos três jogos como local na CONMEBOL Libertadores (1V 2E). Sua única derrota em casa no torneio foi com uma equipe mexicana: 0-1 do América em 2002.
  • Universidade Católica ganhou apenas um de seus últimos 17 jogos fora de casa na CONMEBOL Libertadores (4E 12D). Foi em sua última visita à Argentina: 1-0 contra Argentinos Juniors.
  • Pedro Caixinha é o primeiro treinador estrangeiro a treinar o Talleres na CONMEBOL Libertadores. Em suas duas participações anteriores, a equipe foi liderada por treinadores argentinos: Mario Ballarino em 2002 e Juan Pablo Vojvoda em 2019.
  • Universidad Católica é a décimo equipe com mais jogos disputados na história da CONMEBOL Libertadores (230). Com seis jogos da fase de grupos em 2022, os Cruzados vão ultrapassar o Barcelona, em nono lugar (236 contra 235).

CONMEBOL.com / OPTA

Últimas Noticias