NOTÍCIAS DESTACADA

Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores

Confira os duelos e antecedentes da 6ª jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana

Com São Paulo como o único classificado, a CONMEBOL Sudamericana de 2022 definirá nesta semana as restantes 15 equipes que completarão as Oitavas de Final.

Grupo A

Quarta-feira, em Montevidéu: Wanderers (URU) x Barcelona (EQU)

Histórico

  • Será o segundo enfrentamento entre Montevideo Wanderers e Barcelona. A equipe de Guaiaquil está invicta em suas últimas 6 partidas contra clubes uruguaios em competições CONMEBOL (4V 2E).
  • Barcelona perdeu só um de seus últimos cinco jogos como visitante em competições CONMEBOL (1V 3E) quando perdeu do Lanus por 3-1 nesta edição da Sudamericana em abril.
  • Montevideo Wanderers apenas perdeu 1 de seus últimos 4 jogos como local em competições CONMEBOL (2V 1E), porém foi no último encontro em casa, contra o Lanus (0-1).
  • Neste jogo se enfrentam as duas equipes que menos infrações cometeram na atual fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana: Montevideo Wanderers lidera com 46 infrações, enquanto Barcelona o segue com 49.
  • Nixon Molina (Barcelona) é o quinto jogador com melhor porcentagem de passes completados entre os que completaram 100 ou mais na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, com 91.8%, liderando nesta marca em sua equipe.

Quarta-feira, em Buenos Aires: Lanus (ARG) x Metropolitanos (VEN)

Antecedentes:

  • Será o segundo enfrentamento entre Lanus e Metropolitanos. Lanus está invicto e sem sofrer gols contra equipes da Venezuela na CONMEBOL Sudamericana (1V 2E).
  • Lanus só perdeu 1 dos últimos 4 jogos como local na CONMEBOL Sudamericana (2V 1E), porém foi em seu encontro mais recente em casa: 1-2 x Montevideo Wanderers em 19 de maio deste ano.
  • Metropolitanos registra só uma derrota em seus últimos 4 jogos como visitante na CONMEBOL Sudamericana (1V 2E), porém foi em sua saída mais recente, quando perdeu do Barcelona por 1-0.
  • Entre as equipes que estiveram alguma vez na frente nos jogos da fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, Metropolitanos é o segundo time com menos minutos acumulados liderando (16), só superado pelo General Caballero (15).

Grupo B

Quinta-feira, em Buenos Aires: Racing Club (ARG) x River Plate (URU)

Antecedentes:

  • Será o segundo enfrentamento em competições CONMEBOL entre Racing e River do Uruguai. A equipe de Avellaneda só perdeu 1 de seus últimos 12 jogos contra rivais orientais nestas competições (7V 4E), contra Nacional (0-1) em setembro de 2020 na Libertadores.
  • Racing está invicto em suas últimas 7 partidas como local na CONMEBOL Sudamericana (4V 3E) e manteve seu arco em zero em 5 desses encontros (3V 2E) recebendo apenas dois gols.
  • River perdeu só 1 de seus últimos 6 jogos como visitante na CONMEBOL Sudamericana (4V 1E), quando perdeu de 2-0 do Melgar em abril deste ano.
  • Emiliano Insúa (Racing) é o terceiro jogador com mais passes completados na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, com 277, atrás de Francisco Martínez (Universidad Católica) com 291 e Bruno Méndez (Internacional) com 338.
  • Com 8 recuperações no terço defensivo rival, Pablo López (River Plate) lidera esta estatística na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, junto com Carlos de Pena (Internacional).

Quinta-feira, em Arequipa: Melgar (PER) x Cuiabá (BRA)

Antecedentes:

  • Melgar e Cuiabá duelarão pela segunda vez em competições CONMEBOL. Melgar está invicto em suas últimas 8 partidas como local na CONMEBOL Sudamericana (7V 1E), recebendo apenas três gols nesse lapso.
  • As únicas duas vitórias do Melgar sobre equipes do Brasil em competições CONMEBOL foram como local e pelo mesmo resultado: 1-0 x Athletico Paranaense em 2021 e 1-0 x Bahia em 2020, ambas na Sudamericana.
  • As equipes peruanas e brasileiras não empatam quando jogam no Peru em competições CONMEBOL desde o 1-1 entre Sporting Cristal e Santos em 2017. Desde esse encontro, houve 4 vitórias peruanas e 10 brasileiras.
  • Melgar é equipe que teve mais posse entre 3 e 5 passes de duração (177) na atual fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana.

Grupo C

Terça-feira, em Santos: Santos (BRA) x Banfield (ARG)

Antecedentes:

  • Será o segundo enfrentamento entre Santos e Banfield em competições CONMEBOL. O Peixe está em uma racha de 10 partidas sem perder recebendo equipes da Argentina em competições CONMEBOL (8V 2E). Sua última derrota foi na final da Libertadores 2003 contra o Boca (1-3).
  • Santos está invicto nos 5 jogos mais recentes como local na CONMEBOL Sudamericana (4V 1E). Sua última derrota em casa foi contra o Avaí, por 3-1, na edição de 2010.
  • Banfield tentará cortar uma racha de 6 partidas sem vitórias como visitante na CONMEBOL Sudamericana (1E 5D). O último triunfo foi de 1-0 contra o Vélez em setembro de 2010.
  • Alejandro Maciel (Banfield) é o jogador com mais tentativas de entradas (22) na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, com 63% de acertos.

Terça-feira, em Viña del Mar: Unión La Calera (CHI) x Universidad Católica (EQU)

Antecedentes:

  • Unión La Calera está invicto como local na CONMEBOL Sudamericana, acumulando 4 vitórias e 4 empates em 8 jogos disputados em casa na competição.
  • Universidad Católica não perdeu seus últimos dois enfrentamentos contra equipes do Chile na CONMEBOL Sudamericana (1V 1E), e não sofreu gols em nenhum desses jogos.
  • As equipes equatorianas perderam uma vez em suas últimas 4 visitas ao Chile na CONMEBOL Sudamericana (2V 1E): foi em maio de 2019, quando Independiente del Valle perdeu do Universidad Católica do Chile por 3-2 .
  • Gonzalo Castellani (Unión La Calera) é o terceiro jogador com mais recuperações no meio terço do campo na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, com 24, igualado com Bruno Berríos (Everton) e superado por Kevin Gutiérrez (Defensa y Justicia) e Hector Orzán (Melgar) com 29.

Grupo D

Quarta-feira, em São Paulo: São Paulo (BRA) x Ayacucho (PER)

Antecedentes:

  • Esta será a segunda vez que São Paulo e Ayacucho se enfrentem em competições CONMEBOL. A equipe Paulista está invicta em suas últimas 6 partidas na CONMEBOL Sudamericana (5V 1E).
  • São Paulo só perdeu uma vez em seus 19 encontros contra clubes do Peru em competições CONMEBOL: foi contra o Deportivo Binacional, como visitante em 2020 (1-2). Logo registra 14 vitórias e 4 empates.
  • As equipes do Brasil estão em uma racha de 60 partidas sem derrotas como locais contra rivais peruanos em competições CONMEBOL (55V 5E). O último clube do Peru em alcançar uma vitória em terreno brasileiro foi Universitario, quando ganhou do Palmeiras por 2-1 em abril de 1979.
  • São Paulo é a equipe com maior posse de bola na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana 2022 quando está adiantado no placar, com 65.5%.

Quarta-feira, em Cochabamba: Jorge Wilstermann (BOL) x Everton (CHI)

Antecedentes:

  • Será o segundo enfrentamento entre Jorge Wilstermann e Everton em competições CONMEBOL. O ‘Aviador’ não perdeu suas últimas duas partidas contra equipes do Chile na Sudamericana (2E).
  • As equipes bolivianas só perderam 1 dos últimos 5 jogos contra rivais do Chile na CONMEBOL Sudamericana (2V 2E). Essa derrota foi do Bolívar contra o Audax Italiano (1-2) na Sudamericana 2020.
  • Everton está invicto em seus três últimos jogos na CONMEBOL Sudamericana (2V 1E), registrando a racha mais longa do clube sem partidas perdidas na competição. Além disso, manteve arcos intactos consecutivos pela primeira vez em sua história na Sudamericana (2PJ – 1V 1E).
  • Everton é a equipe que menos finalizações sofreu na atual fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, com 40 (média de 8 por jogo).
  • Hector Osorio, do Jorge Wilstermann, é um dos três jogadores com 8 chutes a gol na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, compartilha o terceiro lugar com Lucas Di Yorio (Everton) e Tomás Molina (LDU Quito).

Grupo E

Terça-feira, em Porto Alegre: Internacional (BRA) x 9 de Octubre (EQU)

Antecedentes:

  • Será o segundo enfrentamento entre Internacional e 9 de Octubre. A equipe de Porto Alegre está invicta em suas últimas 9 partidas contra rivais do Equador em competições CONMEBOL (4V 5E).
  • Internacional só perdeu 1 de seus 29 jogos mais recentes de fase de grupos em competições CONMEBOL como local, acumulando 23 vitórias e 5 empates. Sua única derrota nesse lapso foi o 1-0 contra o Grêmio na Libertadores 2020.
  • As equipes brasileiras estão invictas nas 5 partidas mais recentes contra clubes do Equador na CONMEBOL Sudamericana (4V 1E). A última derrota do Athletico Paranaense foi contra o LDU Quito por 1-0 em agosto de 2021.
  • Junto com Everton, Internacional é a equipe com menos cartões amarelos na atual fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, com 8. Cometeu menos infrações (57) que a equipe chilena (75).
  • 9 de Octubre é a equipe que mais gols marcou de cabeça (5) na atual fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana.

Terça-feira, em Pereira: Independiente Medellín (COL) x Guaireña (PAR)

Antecedentes:

  • Independiente Medellín está invicto em seus últimos dois jogos (1V 1E) contra equipes do Paraguai na CONMEBOL Sudamericana, racha mais longa contra rivais paraguaios neste torneio.
  • As três oportunidades que Independiente Medellín anotou contra equipes do Paraguai na CONMEBOL Sudamericana foi com três gols: 3-0 x Sportivo Luqueño em 2016, 3-1 x Sol de América em 2018 e o empate 3-3 na partida anterior contra o Guaireña nesta edição.
  • Após perder seu primeiro jogo como visitante na CONMEBOL Sudamericana por 2-4 contra o River de Assunção em 2021, Guaireña está invicto em suas últimas três saídas (2V 1E), todas nesta edição 2022.
  • Independiente Medellín é o segundo time que mais chances criou com bola parada (20) na atual fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, só superado pelo River Plate (21).
  • Richard Salinas, com três assistências, compartilha com Leandro Fernández do Independiente o segundo lugar na tabela de passes para gol da fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, só superados por Danny Luna (9 de Octubre) com 5.

Grupo F

Terça-feira, em Buenos Aires: Defensa y Justicia (ARG) x Antofagasta (CHI)

Antecedentes:

  • Esta será a segunda partida em competições CONMEBOL entre Defensa y Justicia e Antofagasta. A equipe de Florencia Varela nunca perdeu de clubes do Chile nestes torneios (2V 1E).
  • Defensa y Justicia anotou gols em 5 de seus últimos 6 encontros como local na CONMEBOL Sudamericana (2V 2E 2D). A única vez que não conseguiu marcar foi na derrota contra o Atlético Goianiense (0-1).
  • As equipes argentinas não empatam como local contra rivais chilenos na CONMEBOL Sudamericana há 10 encontros, com 7 vitórias argentinas e três chilenas. O último empate foi um 2-2 entre Independiente e Universidad Católica em novembro de 2012.
  • Manuel López, do Antofagasta, é o jogador com melhor eficácia de chutes a gol entre os que tentaram 10 ou mais finalizações na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, com 70% (7/10).
  • Defensa y Justicia é o time que mais escanteios cobrou (11) na atual fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, um a mais que seu imediato perseguidor, Independiente (10).

Terça-feira, em Quito: Liga de Quito (EQU) x Atlético Goianiense (BRA)

Antecedentes:

  • LDU Quito perdeu só 1 de seus últimos 14 jogos como local na CONMEBOL Sudamericana (10V 3E), porém sua única derrota nesse lapso foi contra um rival brasileiro: 0-1 x Grêmio em julho de 2021.
  • Atlético Goianiense apenas perdeu 2 de seus 15 jogos na CONMEBOL Sudamericana (7V 6E), porém ambas as derrotas foram como visitante: 0-2 x Universidad Católica (outubro de 2012) e 1-2 x Antofagasta (abril de 2022).
  • As equipes brasileiras estão invictas em suas últimas 7 visitas ao Equador em competições CONMEBOL (3V 4E) e só não anotaram em um jogo nesse lapso: 0-0 entre Barcelona e América Mineiro na Libertadores 2022.

Grupo G

Quarta-feira, em Caracas: Deportivo La Guaira (VEN) x General Caballero (PAR)

Antecedentes:

  • Será o segundo duelo entre Deportivo La Guaira e General Caballero em competições CONMEBOL. As equipes paraguaias estão invictas contra clubes da Venezuela na CONMEBOL Sudamericana nos últimos 4 duelos (2V 2E).
  • Cada vez que o Deportivo La Guaira anotou como local em jogos da CONMEBOL Sudamericana evitou a derrota: tem 4 vitórias e 2 empates quando marcou 1 ou mais gols em casa.
  • As equipes venezuelanas acumulam 3 jogos invictos como local na fase de grupos em competições CONMEBOL (1V 2E), racha mais longa de encontros consecutivos sem derrotas desde as três em maio de 2021 (2V 1E).
  • Giovanni Bordón, do General Caballero, tem a segunda média mais alta de metros conduzidos com a bola na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, 11.6 metros, superados só por Marco Carrasco (Universidad Católica) com 16.9.

Quarta-feira, em Buenos Aires: Independiente (ARG) x Ceará (BRA)

Antecedentes:

  • Será o segundo enfrentamento entre Independiente e Ceará. A equipe de Avellaneda só perdeu 1 de seus últimos 22 jogos como local na CONMEBOL Sudamericana, com 18 vitórias e 3 empates.
  • Independiente só perdeu 1 de seus últimos 14 jogos como local contra equipes do Brasil em competições CONMEBOL (9V 4E). Sua única derrota nesse lapso foi na Libertadores 2018, quando perdeu de 1-0 do Corinthians.
  • Ceará perdeu só 2 de seus 13 jogos na CONMEBOL Sudamericana (8V 3E) porém ambas as derrotas foram como visitante: 0-3 x São Paulo em 2011 e 0-1 x Jorge Wilstermann em 2021.
  • Ceará é a equipe com maior índice de gols esperados na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana 2022, com 12.3.

Grupo H

Quinta-feira, em Santa Cruz: Oriente Petrolero (BOL) x Fluminense (BRA)

Antecedentes:

  • Será o segundo enfrentamento entre Oriente Petrolero e Fluminense em competições CONMEBOL. Oriente Petrolero está invicto como local contra equipes do Brasil em torneios nos últimos dois jogos (1V 1E), e sem sofrer gols.
  • Oriente Petrolero só não anotou em 1 de seus últimos 10 jogos como local em competições CONMEBOL (2V 3E 5D): foi justamente contra um time brasileiro, quando empatou 0-0 com o Vasco da Gama na Libertadores 2020.
  • Fluminense perdeu só uma vez em suas últimas 5 partidas como visitante na CONMEBOL Sudamericana (1V 3E), quando Junior ganhou de 3-0 em abril deste ano.
  • Nenhuma equipe na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana sofreu mais infrações que o Oriente Petrolero, com 82, superando por uma falta o Cuiabá e o 9 de Octubre (81).

Quinta-feira, em Barranquilla: Junior (COL) x Unión (ARG)

Antecedentes:

  • Será o segundo enfrentamento entre ambas as equipes em competições CONMEBOL. Junior ganhou as três partidas contra equipes argentinas como local na CONMEBOL Sudamericana, sem sofrer gols nesses jogos, incluindo uma vitória sobre outra equipe de Santa Fe (1-0 x Colón na Sudamericana 2018).
  • Após não conseguir vitórias entre julho de 2018 e fevereiro de 2020 (1E 5D), as equipes argentinas estão invictas em suas últimas 3 partidas jogando como visitantes na Colômbia na CONMEBOL Sudamericana (2V 1E).
  • Unión está invicto em seus últimos 6 jogos na CONMEBOL Sudamericana (2V 4E), sua racha mais longa na competição. Além disso, não sofreu gols em seus últimos 3 jogos (1V 2E), maior histórico do clube no torneio.
  • Junior é a equipe que mais cartões amarelos acumulou na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana, com 22, após cometer 84 faltas, com uma média de uma admoestação cada 3.8 infrações.

Ultimas Noticias