NOTICIA DESTACADA

Argentina inicia seu sonho mundialista
Argentina inicia seu sonho mundialista
Alejandro Domínguez: “Aqui mostramos a essência e as raízes do melhor futebol do mundo”.
Alejandro Domínguez: “Aqui mostramos a essência e as raízes do melhor futebol do mundo”.
Valencia faz dois gols e Equador celebra sua estreia mundialista
Valencia faz dois gols e Equador celebra sua estreia mundialista

CONMEBOL Copa América Feminina 2022: confira as estatísticas antes do início do torneio

  • O torneio mais importante do continente começará em 8 de julho em Cali, Colômbia.
  • Opta, a agência especializada em dados estatísticos, elaborou um material detalhado sobre os antecedentes de cada seleção e sobre as estrelas que temos que seguir durante a competição.

No dia 8 de julho em Cali, a bola da CONMEBOL Copa América Feminina 2022 começará a rolar e não vai parar até que as novas campeãs levantem a taça no dia 30 de julho em Bucaramanga. Serão 25 partidas que farão vibrar o continente inteiro e se fará visível o enorme crescimento do futebol feminino na região.

Bolívia e Equador iniciarão o torneio na quinta-feira 8 de julho no Estádio Pascual Guerrero, seguidos pela seleção local, Colômbia, que enfrentará o Paraguai no mesmo cenário.

Na sexta-feira, 9 de julho, na Armênia, Uruguai e Venezuela jogarão antes do clássico sul-americano. As duas únicas seleções que ergueram a CONMEBOL Copa América Feminina desde a sua criação se enfrentarão: Argentina e Brasil.

Brasil é a equipe que mais títulos conquistou, com sete em oito edições. A única equipe que conseguiu cortar essa racha foi a Argentina em 2006, quando foi anfitriã em Mar del Plata, dando às albicelestes a oportunidade de participar pela primeira vez em uma Olimpíada.

Embora a primeira edição em 1991, sob o nome de Campeonato Sul-Americano Feminino, e a edição de 2003 tenham sido as que tiveram a melhor média de gols (4,67 gols por jogo), vale ressaltar que a última edição realizada no Chile teve um total de 99 comemorações nas 26 partidas disputadas, um número que espera-se que seja superado em 2022.

Alguns dados curiosos:

-Bolívia e Colômbia se enfrentarão pela primeira vez na Fase de Grupos de uma Copa América.

-Brasil só perdeu pontos contra a Argentina e a Colômbia em toda a sua história na Copa.

-Paraguai foi a segunda equipe com mais chutes a gol na edição de 2018, só atrás do Brasil.

-Sandra Sepúlveda (Colômbia) e Cristiane Endler (Chile) foram as goleiras mais destacadas do torneio, com 19 e 18 defesas, respectivamente.

-A colombiana Catalina Usme foi a artilheira da última edição e teve o maior número de finalizações (29). Ela tentará se tornar a primeira jogadora a repetir esta façanha.

-Estefania Banini, da Argentina, foi a jogadora com o maior número de passes em campo rival durante toda a competição, com 249.

Últimas Noticias