Página inicio CONMEBOL

NOTICIA DESTACADA

Inter e Grêmio ganham em seus respectivos jogos
Inter e Grêmio ganham em seus respectivos jogos
Ponete el Corazón: CONMEBOL e Fundação Favaloro unem forças pela saúde cardiovascular dentro e fora do campo
Ponete el Corazón: CONMEBOL e Fundação Favaloro unem forças pela saúde cardiovascular dentro e fora do campo
Completam-se os jogos da Fase de Grupos
Completam-se os jogos da Fase de Grupos
Museo Conmebol
Cree en Grande
Pesquisar
Close this search box.

CONMEBOL fortalece ações de conscientização dos atores do futebol para frear o racismo dentro e fora dos gramados


  • Como parte da campanha “BASTA! – Chega de racismo no futebol”, lançada em maio de 2022, a CONMEBOL irá utilizar quatro jogos da CONMEBOL Libertadores para dar visibilidade sobre o problema que afeta a sociedade e o futebol, e aumentar a conscientização do impacto negativo que o mesmo traz no esporte.


[Luque] [07] [junio] de 2023. “QUE O RACISMO NÃO OFUSQUE O BELO DO FUTEBOL”, foi a mensagem contundente da CONMEBOL difundida nos jogos da CONMEBOL Libertadores nos encontros Nacional x Internacional e River Plate x Fluminense, celebrados no dia 07 de junho, bem como será exposta nos duelos Flamengo x Racing e Olímpia x Atlético Nacional, marcados para 08 de junho.

Em linha com seu propósito de conscientizar e educar sobre o racismo, um dos problemas mais graves da sociedade, bem como mostrar que ações discriminatórias não têm lugar no futebol sul-americano, a CONMEBOL, como parte de sua campanha “BASTA! – Chega de racismo no futebol” realizou uma ativação que consistiu em cobrir a bola do dia do jogo com um pano acompanhado da frase “BASTA DE RACISMO”, que simboliza o manto que o racismo coloca sobre o esporte que amamos.

A CONMEBOL continua levantando a voz e lembrando a todos os envolvidos no esporte que a cor da pele, a raça, a etnia e os costumes não podem ser utilizados como desculpa para provocações. Qualquer comportamento que possa prejudicar a coexistência pacífica dos seres humanos é inaceitável. Nossas diferenças nos tornam únicos, e esse é o valor que devemos exaltar, sempre unidos pela mesma paixão em cada jogo, em cada gol, em cada abraço e comemoração, deixando claro que o futebol inclui, não separa“, disse Alejandro Domínguez, presidente da CONMEBOL.

É importante lembrar que esse compromisso é reforçado com a modificação no Artigo 15 do Código Disciplinar, que ampliou a sanção para atos discriminatórios. Em 9 de maio de 2022, o Conselho da Confederação Sul-Americana de Futebol modificou o artigo 15 do Código Disciplinar, aumentando as penalidades para atos discriminatórios. Essa alteração entrou em vigor no mesmo dia de sua emissão e é aplicável a atos racistas cometidos após essa data.

A CONMEBOL insta os clubes participantes a disseminar mensagens educativas, aumentar a conscientização, desenvolver ideias e estratégias para aprimorar os valores esportivos e erradicar todas as formas de discriminação no futebol.



CONMEBOL.com

Ultimas Noticias