Página inicio CONMEBOL

NOTICIA DESTACADA

[smartslider3 slider="7"]
Museo Conmebol
Cree en Grande
Pesquisar
Close this search box.

CONMEBOL realiza milionário reinvestimento no futebol sul-americano

O modelo de gestão implantado pela CONMEBOL desde 2016 gerou um aumento explosivo em suas receitas, o que, por sua vez, resultou em um reinvestimento milionário no futebol, que em 2023 chegará a US$ 301 milhões em prêmios em dinheiro em todos os torneios organizados pelo órgão reitor do futebol sul-americano.

A CONMEBOL se manteve fiel a um princípio instaurado pelo presidente Alejandro Domínguez de “reinvestir no futebol o que é gerado pelo futebol”.

Com a finalidade de melhorar a renda – e o reinvestimento – a organização continental implementou um novo modelo de gestão baseado principalmente na transparência, o que, segundo Dominguez, resultou em uma melhor reputação, qualidade de seus torneios e aumento da lucratividade.

Como explicou em uma recente apresentação para a Organização dos Estados Americanos (OEA), “Tivemos que nos concentrar em mudanças para fortalecer o esporte (…) fomos transformando uma confederação em um nível profissional para colocar os problemas esportivos de volta no caminho certo para atingir as metas esportivas e, dessa forma, recuperar a confiança do mercado”..

Dominguez respaldou suas palavras com uma série de gráficos que mostram a evolução das receitas da CONMEBOL nos últimos anos.

La organización ingresó USD 99 millones en 2014 al tiempo que el cálculo para 2023 es de USD 511 millones. Significando un aumento estimado de 512%.

Além disso, a cifra já é superior do que as receitas registradas em 2019, último ano antes da pandemia da COVID-19.

E são recursos que, desde a implementação das novas políticas de gestão, foram diretamente para a própria base da CONMEBOL, que são as confederações que compõem a organização continental e dezenas de equipes profissionais.

“92 por cento volta de forma direta, 8 por cento retorna de forma indireta”, explicou Domínguez.


– Explosão de prêmios –

O exemplo mais claro do reinvestimento da CONMEBOL é o aumento dos prêmios em dinheiro dos torneios, que este ano chegará a US$ 301 milhões graças a “uma nova forma de comercialização aberta, transparente e auditada”, de acordo com Domínguez.

Em 2014 a cifra por prêmios era de USD 70,9 milhões. E vale a pena observar que o número total de prêmios sempre permaneceu alto, mesmo nas temporadas mais afetadas pela pandemia.

Entre 2022 e 2023, houve um aumento de US$ 57 milhões, que é o maior desde o aumento registrado entre 2018 e 2019, pouco antes da expansão da COVID.

O aumento de 23% até 2023 faz parte do objetivo de dar um novo impulso ao futebol regional.

“Acabamos de vivenciar a enorme alegria do retorno da Copa do Mundo na América do Sul. Agora nos enfocamos em fortalecer os torneios de clubes, aumentando de forma substancial os pagamentos por participação, buscando maior competitividade”, assegurou Domínguez em janeiro passado.

Com o fim de impulsionar a saúde financeira dos clubes regionais, a organização também garantiu melhores recompensas para as equipes que competiram apenas nas fases iniciais dos torneios.

O aumento de 23% até 2023 faz parte do objetivo de dar um novo impulso ao futebol regional.

“Acabamos de vivenciar a enorme alegria do retorno da Copa do Mundo na América do Sul. Agora nos enfocamos em fortalecer os torneios de clubes, aumentando de forma substancial os pagamentos por participação, buscando maior competitividade”, assegurou Domínguez em janeiro passado.

Com o fim de impulsionar a saúde financeira dos clubes regionais, a organização também garantiu melhores recompensas para as equipes que competiram apenas nas fases iniciais dos torneios.

O aumento de prêmios abrange os torneios CONMEBOL Libertadores, CONMEBOL Sudamericana, CONMEBOL Recopa, CONMEBOL Libertadores Feminina, e também o valor de US$ 1.000.000 foi estabelecido para cada Associação membro para impulsionar os torneios locais.

A CONMEBOL Libertadores Feminina é onde ocorrerá o aumento percentual mais significativo em 2023. O torneio distribuirá uma bolsa de US$ 3,4 milhões, o que equivale a um aumento de 68% em relação ao que foi distribuído em 2022.

A principal motivação para a ampliação dos prêmios foi o reconhecimento do mérito esportivo, sendo designados prêmios significativos para as vitórias nas fases de grupos.

“Queremos potenciar o futebol em todas as suas modalidades e nos dois gêneros. E, devolvendo ao futebol o que é do futebol, também recuperaremos nossa identidade”, sublinhou o presidente da CONMEBOL.



CONMEBOL.com

Últimas Noticias