NOTICIA DESTACADA

CONMEBOL realiza Reunião Anual 2022 de Comissão Médica
CONMEBOL realiza Reunião Anual 2022 de Comissão Médica
A Glória é Delas: CONMEBOL lança documentário sobre o Corinthians, tricampeão da Libertadores Feminina
A Glória é Delas: CONMEBOL lança documentário sobre o Corinthians, tricampeão da Libertadores Feminina
Venda de ingressos ao Público Geral para a Final da CONMEBOL Libertadores 2022
Venda de ingressos ao Público Geral para a Final da CONMEBOL Libertadores 2022

Defensa y Justicia desafia o gigante Palmeiras no primeiro duelo da CONMEBOL Recopa

microsoftteams-image_11

O argentino Defensa y Justicia, campeão da CONMEBOL Sudamericana 2020, renova nesta quarta-feira o sonho de brilhar no nível internacional com o duelo de ida contra o Palmeiras, ganhador da CONMEBOL Libertadores 2020, no primeiro confronto da CONMEBOL Recopa Sudamericana.

O encontro será disputado no estádio do Defensa y Justicia, Norberto Tomaghellola, na localidade bonaerense de Florencio Varela, às 21: 30 locais (00:30 GMT da quinta-feira), sob as ordens do técnico colombiano Andrés Rojas, enquanto seu compatriota Jhon Ospina estará encarregado do VAR.

O time argentino, que abraçou a glória no final de janeiro obtendo a CONMEBOL Sudamericana ao golear o Lanus (3-0) na grande final, aspira somar uma nova conquista. Desta vez deverá confrontar outro gigante do continente que conquistou CONMEBOL Libertadores ao derrotar o Santos (1-0) na definição brasileira.

A revanche será disputada no dia 14 de abril no estádio Mané Garrincha de Brasília, onde mudou a localidade do Palmeiras.

– Antecedentes –

  • Defensa y Justicia e Palmeiras nunca duelaram na história em nenhuma competição.
  • Nas 18 edições da CONMEBOL Recopa desde sua recriação em 2003, Argentina x Brasil é o confronto mais comum (5) entre países. Em dois desses encontros, os argentinos foram campeões (Boca Juniors em 2006 e River Plate em 2019) e nos outros três os brasileiros triunfaram (Internacional em 2011, Atlético Mineiro em 2014 e Grêmio em 2018).
  • Tanto Defensa y Justicia quanto Palmeiras foram campeões da CONMEBOL Sudamericana e CONMEBOL Libertadores, respectivamente, contra adversários do mesmo país de origem e sem receber gols na partida final. A equipe argentina ganhou do Lanus 3-0 na final da CONMEBOL Sudamericana e o time brasileiro ganhou do Santos 1-0 na final da CONMEBOL Libertadores.
  • Em sua expedição pelo título da CONMEBOL Sudamericana, Defensa y Justicia eliminou dois times conterrâneos do Palmeiras (Vasco e Bahia). Palmeiras também eliminou dois times conterrâneos do Defensa y Justicia para ser campeão da CONMEBOL Libertadores (Tigre e River Plate).
  • Defensa y Justicia teve o jogador com maior participação de gols da CONMEBOL Sudamericana (Braian Romero, 10G 1A). Palmeiras teve o jogador com maior participação de gols da CONMEBOL Libertadores (Rony, 5G 8A).

 

 

 

 

 

AFP / OPTA / CONMEBOL.com

Últimas Noticias