NOTÍCIA DESTACADA

Semifinalistas da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Semifinalistas da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Confira os duelos e antecedentes da 6ª jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana
Confira os duelos e antecedentes da 6ª jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana
Jogos e históricos da última rodada da Fase de Grupos
Jogos e históricos da última rodada da Fase de Grupos

Formiga, vencedora dentro e fora do campo

  • Aos 44 anos de idade, a lendária meio-campista ainda joga na elite do futebol.
  • Cinco títulos da CONMEBOL Copa América e três da CONMEBOL Libertadores brilham em seu palmarés.

Uma mochila de recordes, superando obstáculos para se tornar uma lenda, Miraildes Maciel Mota, conhecida como Formiga, está fazendo 44 anos e continua firme, jogando na Liga Brasileira com o São Paulo.

A meio-campista, uma das melhores do mundo, nasceu em 1978, quando ainda era proibido as mulheres jogarem futebol no Brasil por causa de uma lei, promulgada em 1941, que considerava esse e outros esportes “incompatíveis com as condições de sua natureza”. A proibição durou até 1979.

Embora tenha encontrado resistência de sua família quando se apaixonou pela bola, Formiga se empenhou para ser jogadora de futebol e alcançar marcas inigualáveis.

“Queria ir para o campo, para jogar bola o tempo todo. Naquela época existia muito preconceito, muito. As pessoas diziam que ela seria “machona” e virar menino. Os irmãos ouviam essas coisas e batiam nela para que parasse de jogar”, lembrou a mãe, dona Celeste.

E essa garra e amor pelo esporte prevaleceram para que Formiga se tornasse uma referência para as meninas do futebol sul-americano, fazendo sua estreia na seleção brasileira em 1995, com 17 anos de idade.

Natural de Salvador de Bahia (nordeste), disputou 234 partidas para a Verde-Amarela, uma cifra que faz dela a jogadora que mais vestiu a camisa nacional, incluindo o registro dos homens.

Celebrou 37 gols e em 2021 pendurou suas chuteiras da sua seleção com uma marca de 152 vitórias, 35 empates e 47 derrotas.

– Títulos e marcos para a história –

Ganhou duas medalhas de prata, em Atenas-2004 e Pequim-2008, mas sua lenda é reforçada pelo fato de ser a única jogadora a ter participado de sete Copas do Mundo (1995, 1999, 2003, 2007, 2011, 2015 e 2019), um recorde absoluto tanto para o futebol feminino quanto para o masculino.

Vice-campeã da Copa do Mundo de 2007, Formiga continua sendo até hoje a jogadora com mais idade em disputar um Mundial feminino (41 anos, em 2019) e marcar um gol nessa competição (37 anos, em 2015).

E na América do Sul conquistou algo intangível: a CONMEBOL Libertadores em três oportunidades com o San José e cinco vezes a CONMEBOL Copa América com a Seleção Brasileira.

O legado de Formiga será eterno e é um exemplo de luta e perseverança, digno do lema Acredite Sempre.

CONMEBOL.com

Ultimas Noticias