Página inicio CONMEBOL

NOTICIA DESTACADA

[smartslider3 slider="7"]
Museo Conmebol
Cree en Grande
Pesquisar
Close this search box.

Glória eterna ao Rei Pelé

Tricampeão mundial e bicampeão da CONMEBOL Libertadores, um grande artista com a bola e referência do talento sul-americano. O Rei Pelé deixou seu reinado terreno para cruzar o limiar do eterno, imortalizando sua magnífica carreira como um dos melhores jogadores do planeta.

GLÓRIA AO REI, um jogador extraordinário que mostrou maravilhas a conterrâneos e estrangeiros, elevando o futebol sul-americano ao degrau mais alto da esfera mundial. Nasceu em Três Corações, no ano de 1940, em Minas Gerais – Brasil. Seu pai, João Ramos do Nascimento ‘Dondinho’, era um ex-jogador que deixou o futebol por causa de uma lesão em um dos joelhos. Seu filho prometeu ganhar uma Copa do Mundo e o fez três vezes: Suécia 1958, Chile 1962 e México 1970, marcando 12 gols em 14 jogos.

As conquistas foram alcançadas depois de 13 anos dessa promessa. Pelé deslumbrou o mundo com apenas 17 anos, no início de uma carreira lendária, chorando nos braços do experiente goleiro Gilmar. Era o Brasil dando a volta Olímpica com a Taça Jules Rimet. No México, aos 30 anos, Pelé ergueu novamente aquele mesmo troféu, tornando-se o melhor jogador daquela Copa do Mundo. Uma geração inteira admirando sua magia.

Com 77 gols em 92 jogos entre 1957 e 1971, continua sendo o maior artilheiro da história da seleção brasileira. Um dos maiores ícones que ficará para a posteridade. E mais, chegou à Glória Eterna com seu amado Santos FC em 1962 e 1963. Uma carreira de gênio, um jogador cheio de talento e virtudes, que brilhou no futebol mundial. Este é apenas um fragmento da sublime carreira de Pelé, premiado como o Melhor Jogador de Futebol do Século 20 pela FIFA e como o Melhor Esportista do Século 20 pelo Comitê Olímpico Internacional. O futebol chora sua partida, a bola lamenta em saudade aguda; no entanto, todos podem relembrar as suas façanhas, todos os seus dribles e todas as suas fantásticas habilidades. Um atleta de elite que sem dúvida apostou em Acreditar Sempre, e conseguiu.

A história do futebol se resume a quatro letras: PELÉ! Nascido e criado com a bola, ‘O Rei’ não precisa de truques para gerar mágica, nem de subterfúgios para criar encantamento. Pelé é um gigante nos gols e na alegria. Um jovem que conquistou o mundo Um homem que derrubou todas as barreiras Como jogador foi grande Como pessoa foi enorme Presenteou o mundo com seu futebol Deu alegria a gerações É uma lenda É o Rei PARA SEMPRE, O ‘REI’

CONMEBOL.com

ÚLTIMAS NOTICIAS