Página inicio CONMEBOL

NOTICIA DESTACADA

Modificação no regulamento da CONMEBOL Copa América™
Modificação no regulamento da CONMEBOL Copa América™
Veja os primeiros classificados às quartas de final
Veja os primeiros classificados às quartas de final
Continua a todo vapor a organização do Programa de Desenvolvimento Arbitral – Talentos
Continua a todo vapor a organização do Programa de Desenvolvimento Arbitral – Talentos
Museo Conmebol
Cree en Grande

O último onze ideal de 2023

  • Os uruguaios e colombianos dominam as linhas com quatro jogadores cada no onze de elite das Eliminatórias Sul-Americanas.
  • Conheça o Xl ideal da terceira e última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, compilado pela equipe editorial da OPTA.

As datas cinco e seis das Eliminatórias Sul-Americanas foram encerradas na terça-feira, 22 de novembro, com a Argentina na liderança, o Uruguai com bom desempenho e a Colômbia como a única seleção invicta.

Este XI ideal foi elaborado pela equipe editorial da OPTA, com base em dados estatísticos do desempenho de cada jogador nas duas rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas.

– XI Ideal das Jornadas 5 e 6 –

  • Alexander Dominguez (Equador): Foi um dos dois goleiros a não sofrer gols nas duas partidas da quinta e sexta rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas, junto com Sergio Rochet (Uruguai), embora tenha feito mais defesas do que o seu par ‘charrua’ (5).
  • Ronald Araújo (Uruguai): foi o único lateral-direito a marcar gols nestas duas jornadas das Eliminatórias Sul-Americanas, abrindo o placar contra a Argentina. Ele foi o segundo jogador nessa posição com o maior número de entradas realizadas (5).
  • Yerry Mina (Colômbia): apesar de ter jogado apenas uma partida nesta rodada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas, o zagueiro colombiano liderou o número de desvios (8, junto com outros seis jogadores) e foi o único zagueiro a vencer 100% dos duelos aéreos em que participou (mínimo de 5 duelos).
  • Nicolás Otamendi (Argentina): foi o único zagueiro central a marcar um gol nestas duas rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas, dando à Argentina a vitória sobre o Brasil no Maracanã. Ele foi o segundo jogador nessa posição com o maior número de duelos aéreos vencidos, com oito.
  • Matías Viña (Uruguai): foi o lateral-esquerdo que deu mais passes para finalizações nesta rodada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas, com quatro, um deles terminou em assistência. Ele também realizou três interceptações e seis recuperações.
  • Yoshimar Yotún (Peru): Liderou em passes para finalizações entre os meio-campistas centrais nesta rodada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas, com cinco. Ele também marcou o gol que deu ao Peru o empate em 1 a 1 com a Venezuela. Realizou 13 recuperações.
  • Nicolás de la Cruz (Uruguai): Registrou sua terceira assistência nas atuais Eliminatórias Sul-Americanas no segundo gol do Uruguai contra a Argentina. Ele foi o segundo meio-campista com mais passes para finalizações (6) e finalizações (7) nesta jornada dupla.
  • Kevin Castaño (Colômbia): Contando os meio-campistas nesta rodada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas, ele liderou em recuperações (16) e foi o segundo em entradas, com seis, junto com E. Fernández. Ele também teve a melhor eficiência de passes entre os jogadores nessa posição com 50 ou mais passes (91 passes, 97% de acerto).
  • Luis Díaz (Colômbia): Marcou dois gols, sendo um dos dois jogadores a marcar gols múltiplos nesta rodada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas, juntamente com Darwin Núñez. Esses dois gols foram fundamentais para virar o jogo contra o Brasil. Ele também realizou mais finalizações do que qualquer outro jogador nestas jornadas, com 12 no total.
  • Darwin Nuñez (Uruguai): Marcou três gols nesta rodada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas, mais do que qualquer outro jogador. Com esses gols, ele é o artilheiro do torneio, além de liderar em intervenções de gol (7).
  • James Rodríguez (Colômbia): Foi o jogador com o maior número de passes para finalizações nesta rodada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas, com sete, um deles terminando em assistência para um companheiro. O colombiano lidera o torneio em chances criadas, com 19.

CONMEBOL.com / OPTA

ÚLTIMAS NOTICIAS