NOTICIA DESTACADA

Faltam 100 dias para o desafio da Copa do Mundo 2022 no Catar
Faltam 100 dias para o desafio da Copa do Mundo 2022 no Catar
Confira os grupos da CONMEBOL Sub-20 de Futsal Feminino
Confira os grupos da CONMEBOL Sub-20 de Futsal Feminino
Fixture das Semifinais da CONMEBOL Libertadores e da CONMEBOL Sudamericana 2022
Fixture das Semifinais da CONMEBOL Libertadores e da CONMEBOL Sudamericana 2022

A permanente eficácia do ‘guerreiro’ Antonio Valencia

tono_2

O craque equatoriano Antonio Valencia é um jogador estabelecido faz mais de 9 anos no futebol inglês, defendendo as cores do Manchester United, com base de fortaleza, rapidez e seu jogo associado, um ‘guerreiro’ dentro do campo. O capitão Tricolor cumpre nesta sexta-feira 32 anos.

Apostada na lateral direita, o equatoriano é um atleta completo. Tem uma polifuncionalidade que o facilita passar sem inconvenientes de defesa a ataque e vice-versa, e não o impede de jogar como volante direito. “Não existe um melhor lateral direito no futebol que Antonio Valencia”, afirma rotundamente seu atual treinador no United, Josep Mourinho.

Valencia aterriçou no Manchester no ano 2009, depois de decantar seu talento com El Nacional do seu natal Equador, onde estreou na Primeira Divisão em 2003, e rápidamente sua capacidade o colocou na seleção absoluta (também foi parte do Sub 20)

Chegou na Inglaterra como o rapaz que sempre pensou grande sendo determinante com o Wigan, durante 3 temporadas; e é ai onde decidiu rejeitar ir ao Real Madrid, porém não pôde se resistir quando tentou ir ao Old Trafford no verão de 2009 e começou o romance com os ‘Diablos Rojos’.

O técnico escocês não errou, o equatoriano acomodou-se rápido na equipe e foi protagonista de dois campeonatos da Premier League nos anos 2010/11 e 2015/16. Hoje em dia leva a faixa de capitão e é referente da equipe e não só se destaca pela suas qualidades no futebol; senão que, também, se caracterzou por ser um jogador humilde, de perfil baixo e muito trabalhador.

Na Europa, ‘Toño’ ganhou 8 títulos na Inglaterra com United e 1 Copa UEFA.

Com a Tricolor, ‘Toño’ não precisa de apresentação, é tal vez um dos melhores representantes internacionais do futetol do Equador, além de ser disciplinado e um excelente líder, estreou no ano 2004 com sua seleção.

 

 

 

 

CONMEBOL.com

Últimas Noticias