NOTICIA DESTACADA

Colômbia inicia com pé direito, Brasil iguala estreia no Mundial Sub-20 Feminino
Colômbia inicia com pé direito, Brasil iguala estreia no Mundial Sub-20 Feminino
Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições

Primeira semana da Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022

  • Com 16 partidas disputadas terminou a primeira semana da Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022
  • Em resumo, números, resultados e estatísticas dos 16 encontros.

— Partidas da primeira jornada da Fase de Grupos:

Grupo A

Quarta-feira em San Cristóbal: Deportivo Táchira (VEN) 0 x 4 Palmeiras (BRA)

Estádio: Polideportivo Pueblo Nuevo

Árbitro: Darío Herrera (ARG)

Números do jogo:

  • Só um dos últimos 10 campeões vigentes da CONMEBOL Libertadores estreou com derrota na edição seguinte do torneio: Atlético Nacional em 2017 (1-2 x Barcelona). Palmeiras ganhou em 2021 (3-2 x Universitario) e em 2022 (4-0 x Deportivo Táchira).
  • Foi o primeiro enfrentamento do Deportivo Táchira com um campeão vigente da CONMEBOL Libertadores. O clube já tinha enfrentado equipes que eventualmente ganharam o título duas vezes: Santos em 2011 (1E 1D) e Corinthians em 2012 (1E 1D).
  • Palmeiras ganhou todas as suas 13 partidas contra times venezuelanos na história da CONMEBOL Libertadores, anotando 34 gols e sofrendo só 7. Cinco dessas vitórias foram contra o Deportivo Táchira.
  • Palmeiras não perdeu em suas últimas 17 estreias na história da CONMEBOL Libertadores (14V 3E). A última derrota do Verdão na inauguração do torneio foi em 1974, quando perdeu do São Paulo por 2-0.

Quarta-feira, em Sucre: Independiente Petrolero (BOL) 1 x 1 Emelec (EQU)

Estádio: Olímpico Patria

Árbitro: Cristian Garay (CHI)

Números do jogo:

  • Com este empate, as equipes bolivianas chegam a um invicto de 13 jogos contra rivais do Equador como local na CONMEBOL Libertadores (6V 7E). O Nacional foi a última equipe equatoriana em vencer na Bolívia na Libertadores, em 2002, por 4-2.
  • Emelec acumula três empates consecutivos em suas últimas três estreias na CONMEBOL Libertadores (2018, 2019, 2022): todas essas partidas foram em condição de visitante.
  • Emelec só perdeu 1 dos últimos 7 jogos que jogou como visitante em competições CONMEBOL (3V 3E), quando perdeu do Red Bull Bragantino por 2-0 na CONMEBOL Sudamericana de 2021.
  • Independiente Petrolero registrou a terceira marca de chutes a gol mais alta na atual edição da Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022, com 8. Só é superado pelo Athletico Paranaense (9) e Colón de Santa Fe (13).
  • Mauro Quiroga, autor do empate do Emelec, acumula 4 gols na temporada (contando CONMEBOL Libertadores e Liga Pro), dois desses gols foram depois do minuto 90: hoje aos 90:31 e contra Delfín, aos 91:03, na derrota de 1-2.

Grupo B

Terça-feira, em Caracas: Caracas FC (VEN) 0 x 0 Athletico Paranaense (BRA)

Estádio: Olímpico UCV

Árbitro: Andrés Rojas (COL)

Números do jogo:

  • Caracas e Athletico Paranaense não conseguiram marcar gols no primeiro enfrentamento entre eles na CONMEBOL Libertadores. O Furacão se mantém invicto em 3 encontros contra o Caracas em competições CONMEBOL (2V 1E).
  • Caracas soma dois encontros sem perder como local contra rivais brasileiros na CONMEBOL Libertadores (1V 1E), após ter derrotado o Grêmio no mais recente: 2-1 em março de 2013. É a primeira vez que a equipe venezuelana deixa seu arco intacto em casa contra um rival do Brasil na competição.
  • O encontro entre Caracas e Athletico Paranaense teve 30 finalizações no total desde fora da área (17 para os venezuelanos, 13 para os brasileiros), igualando o máximo registro de uma partida da CONMEBOL Libertadores desde 2013: The Strongest x Arsenal de Sarandí e Cusco x Deportes Tolima, ambos em 2013.
  • Kwaku Bonsu Osei é o primeiro jogador de uma equipe venezuelana, desde 2013, que realizou 5 finalizações e 5 passes para finalizações em uma mesma partida da CONMEBOL Libertadores.

Quinta-feira, em La Paz: The Strongest (BOL) 1 x 1 Libertad (PAR)

Estádio: Herando Siles

Árbitro: Nicolás Gamboa (CHI)

Números do jogo:

  • Libertad chega ao seu quinto jogo sem derrotas contra o The Strongest na CONMEBOL Libertadores (3V 2E). Além disso, a equipe paraguaia anotou pelo menos 1 gol em cada um dos jogos deste intervalo.
  • The Strongest só perdeu 1 de seus últimos 8 jogos como local na CONMEBOL Libertadores (5V 2E). Nesse intervalo nenhum rival conseguiu marcar mais de um gol.
  • Libertad não perdeu nunca jogando como visitante na Bolívia na CONMEBOL Libertadores (3V 3E).
  • The Strongest realizou 21 finalizações contra o Libertad, recorde para a equipe na temporada contando a Copa Tigo da Bolívia e a CONMEBOL Libertadores. A média de disparos por jogo da equipe é em 2022 é de 14.1.
  • The Strongest teve a bola 68% do tempo contra o Libertad, maior marca da equipe boliviana nas 12 partidas que disputou em 2022 contando a Copa Tigo da Bolívia e CONMEBOL Libertadores.

Grupo C

Quarta-feira, em Bragança Paulista: Red Bull Bragantino (BRA) 2–0 Nacional (URU)

Estádio: Nabi Abi Chedid

Números do jogo:

  • Red Bull Bragantino conseguiu sua primeira vitória na CONMEBOL Libertadores e seu terceiro triunfo consecutivo como local em competições CONMEBOL. É sua melhor racha histórica de jogos vencidos consecutivos em competições continentais.
  • É a quarta partida consecutiva na CONMEBOL Libertadores, que uma equipe brasileira jogando em casa derrota um time uruguaio. Em todos esses quatro jogos, as equipes do Brasil puderam manter seu arco em zero (2019 Internacional 2-0 Nacional, 2020 At. Paranaense 1-0 Peñarol, 2021 São Paulo 2-0 Rentistas).
  • É apenas a primeira partida das últimas 5 disputadas que o Nacional não consegue marcar como visitante na Fase de Grupos contra equipes brasileiras na CONMEBOL Libertadores (2V 1E 2D).

Quinta-feira, em La Plata: Estudiantes de La Plata (ARG) 4 x 1 Vélez Sarsfield (ARG)

Estádio: Jorge Luis Hirschi

Árbitro: Eber Aquino (PAR)

Números do jogo:

  • Estudiantes se mantém invicto enfrentado equipes argentinas como local na CONMEBOL Libertadores (6V 3E).
  • Estudiantes não marcava quatro gols em uma partida da CONMEBOL Libertadores desde fevereiro de 2015, quando derrotou o Independiente del Valle do Equador por 4-0.
  • Com este triunfo, Estudiantes acumula cinco vitórias consecutivas em condição de local na CONMEBOL Libertadores, sua racha mais longa desde as 7 conseguidas entre fevereiro de 2010 e março de 2011.
  • Graças ao gol anotado por Lucas Janson aos 35 minutos contra o Estudiantes, Vélez Sarsfield chegou aos 200 gols na competição. É a 30ª equipe em conseguir essa marca e a quarta argentina atrás do River, Boca e Independiente.
  • Leandro Díaz (Estudiantes) realizou duas assistências contra o Vélez, fato que não conseguia desde 11 de maio de 2019, quando entregou dois passes a gol jogando para o Atlético Tucumán contra o River Plate, em uma vitória de 3-0.

Grupo D

Quarta-feira, em Belo Horizonte: América Mineiro (BRA) 0 x 2 Independiente del Valle (EQU)

Estádio: Independência

Árbitro: Ferando Rapallini (ARG)

Números do jogo:

  • A vitória de 2-0 sobre o América Mineiro foi a primeira visita do Independiente Del Valle ao Brasil sem sofrer gols na CONMEBOL Libertadores (2V 4D).
  • Independiente Del Valle nunca perdeu em suas estreias na Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores (2V 3E). Suas duas vitórias foram nas duas vezes que estreou jogando como visitante.
  • América Mineiro teve mais finalizações que seus adversários em todas as suas partidas como local na CONMEBOL Libertadores. Não obstante, o ‘Coelho’ ainda não anotou jogando em casa (1E 2D).
  • Só duas equipes tiveram mais de 50% de posse em uma partida contra o Independiente Del Valle na CONMEBOL Libertadores desde 2020: América Mineiro hoje (52.4%) e Defensa y Justicia em 2021 (53.8%), justamente as últimas duas partidas do clube equatoriano no torneio.

Quarta-feira, em Ibagué: Deportes Tolima (COL) 0 x 2 Atlético Mineiro (BRA)

Estádio: Manuel Murillo Toro

Árbitro: Alexis Herrera (VEN)

Antecedentes:

  • Atlético Mineiro ficou com a vitória em seu primeiro encontro com o Deportes Tolima na CONMEBOL Libertadores e acumula 5 vitórias consecutivas contra rivais colombianos na competição.
  • Esta é apenas a primeira derrota que o Deportes Tolima sofreu como local contra um rival brasileiro na CONMEBOL Libertadores, após ter vencido 3 e empatado 2 dos 5 jogos anteriores.
  • Atlético Mineiro soma 14 partidas sem derrota na CONMEBOL Libertadores (9V 5E), deixando seu arco intacto em 9 desses encontros e sofrendo só 5 gols.

Grupo E

Terça-feira, em Cali: Deportivo Cali (COL) 2 x 0 Boca Juniors (ARG)

Estádio: Deportivo Cali

Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)

Números do jogo:

  • Deportivo Cali só perdeu 3 das 18 partidas que disputou como local contra equipes argentinas na CONMEBOL Libertadores (11V 4E). Além disso, manteve seu arco invicto em 6 de seus últimos 10 jogos contra adversários desse país.
  • Deportivo Cali soma sua oitava partida sem derrotas jogando como local na CONMEBOL Libertadores (3V 5E): sua última derrota foi em 2006 contra o Universidad Católica de Chile (2-3).
  • Boca somente perdeu em duas de suas últimas 10 visitas a equipes colombianas na CONMEBOL Libertadores (3V 5E).
  • Kevin Velasco realizou as duas assistências nos gols do Deportivo Cali: só tinha realizado 1 passe a gol nas últimas 14 partidas prévias desta temporada.

Terça-feira, em La Paz: Always Ready (BOL) 2 x 0 Corinthians (BRA)

Estádio: Herando Siles

Árbitro: Piero Maza (CHI)

Números do jogo:

  • Always Ready nunca sofreu gols em jogos contra times brasileiros na CONMEBOL Libertadores (2V 1E). Suas duas vitórias foram como local e com o mesmo resultado: 2-0.
  • As equipes bolivianas venceram as últimas 3 partidas como locais contra times brasileiros na CONMEBOL Libertadores. Duas dessas foram vitórias do Always Ready: hoje e contra o Internacional na edição passada.
  • Always Ready é o primeiro time boliviano em derrotar o Corinthians na CONMEBOL Libertadores, após 6 jogos invicto do Timão contra equipes desse país no torneio (4V 2E).
  • Marcos Riquelme anotou em sua estreia com o Always Ready na CONMEBOL Libertadores.

Grupo F

– Quarta-feira, em Lima: Alianza Lima (PER) 0 x 1 River Plate (ARG)

Estádio: Nacional de Lima

Árbitro: Wilmar Roldán (COL)

Números do jogo:

  • Ante Alianza Lima, Marcelo Gallardo iniciou sua oitava CONMEBOL Libertadores no comando do River Plate: é o treinador que mais temporadas consecutivas esteve na liderança de uma equipe na história da competição.
  • River Plate se mantém invicto contra o Alianza Lima em 7 partidas disputadas na CONMEBOL Libertadores (5V 2E).
  • As últimas 8 estreias do River na CONMEBOL Libertadores foram jogando como visitante (3V 3E 2D).
  • River chega a 5 partidas sem derrotas contra rivais peruanos como visitante na CONMEBOL Libertadores (3V 2E). Além disso, não sofreu gols em suas últimas duas apresentações contra equipes do Peru naquele país.

Quinta-feira, em Fortaleza: Fortaleza (BRA) 1 x 2 Colo Colo (CHI)

Estádio: Arena Castelão

Árbitro: Andrés Cunha (URU)

Números do jogo:

  • Colo-Colo venceu seu primeiro jogo no Brasil na Libertadores desde 2009 (3-1 x Palmeiras). Desde esse momento, foram 9 visitas a terreno brasileiro com derrotas para o ‘Cacique’ até a vitória de hoje sobre o Fortaleza.
  • Colo-Colo quebrou uma racha de 5 derrotas consecutivas como visitante na CONMEBOL Libertadores, sua racha mais longa na história do torneio junto com outra que teve entre março de 1974 e abril de 1980 (5D).
  • Renato Kayzer anotou seu primeiro gol e também o primeiro gol do Fortaleza na história da CONMEBOL Libertadores em seu primeiro toque na bola no jogo.
  • Juan Martín Lucero anotou gols em seus últimos 3 jogos na CONMEBOL Libertadores, depois de anotar apenas 1 em seus 13 encontros prévios no torneio.

Grupo G

Terça-feira, em Assunção: Olímpia (PAR) 0 x 0 Cerro Porteño (PAR)

Estádio: Defensores del Chaco

Árbitro: Anderson Daronco (BRA)

Números do jogo:

  • Olímpia e Cerro Porteño empataram e 3 dos últimos 5 encontros que disputaram com o ‘Franjeado’ como local na CONMEBOL Libertadores (uma vitória por equipe). É o segundo empate consecutivo nestas condições, após 2-2 no campo do Olímpia em 1999.
  • Olímpia está invicto em seus últimos 4 jogos como local na CONMEBOL Libertadores (3V 1E). Sendo esta sua racha invicta mais longa na competição em casa des as 8 partidas sem derrota que conseguiu entre março de 2016 e abril 2019 (7V 1E).
  • Cerro Porteño não perdeu como visitante contra o Olímpia na CONMEBOL Libertadores em suas últimas duas visitas (2E). A última vez que conseguiu alcançar duas partidas sem derrota visitando esse rival na competição foi entre fevereiro de 1995 e março de 1996 (1V 1E).

Terça-feira, em Santa Fe: Colón (ARG) 2 x 1 Peñarol (URU)

Estádio: Estádio Brigadier General Estanislao López

Árbitro: Wilton Sampaio (BRA)

Números do jogo:

  • A vitória do Colón sobre o Peñarol marca a segunda vitória consecutiva como local na CONMEBOL Libertadores. O ‘Sabalero’ nunca empatou em sua casa jogando na máxima competição continental (5V 2D).
  • Colón não perdeu as últimas 6 partidas inaugurais em suas participações na CONMEBOL, vencendo todas elas.
  • As equipes argentinas só perderam 1 dos últimos 9 jogos onde receberam equipes uruguaias (7V 1E) na CONMEBOL Libertadores.
  • Colón mantém uma racha de 7 jogos marcando gols de forma consecutiva como local na CONMEBOL Libertadores (5V 2D).

Grupo H

Terça-feira, em Lima: Sporting Cristal (PER) 0 x 2 Flamengo (BRA)

Estádio: Nacional Lima

Árbitro: Jhon Ospina (COL)

Números do jogo:

  • Flamengo aumenta seu invicto contra rivais peruanos na CONMEBOL Libertadores. Os brasileiros disputaram 5 partidas contra rivais deste país, com 4 vitórias e 1 empate.
  • Flamengo conseguiu sua quarta vitória consecutiva como visitante na CONMEBOL Libertadores. É a primeira vez em sua história que consegue 4 triunfos consecutivos fora de casa na competição.
  • Sporting Cristal sofreu 2 gols do Flamengo após ter sofrido 3.3 de média por jogo em seus últimos três enfrentamentos jogando contra equipes brasileiras na CONMEBOL Libertadores (3D).
  • Matheuzinho anotou um gol e deu uma assistência em uma mesma partida da CONMEBOL Libertadores pela primeira vez em sua carreira em 11 jogos disputados com o Flamengo.

Quarta-feira, em Córdoba: Talleres (ARG) 1 x 0 Universidad Católica (CHI)

Estádio: Mario Kempes

Árbitro: Gustavo Tejera (URU)

Números do jogo:

  • Talleres chegou ao seu quarto encontro invicto jogando como local na CONMEBOL Libertadores (2V 2E). Além disso, é a segunda partida que consegue deixar o arco intacto neste intervalo.
  • Jogando como local, Talleres nunca perdeu contra rivais chilenos em competições CONMEBOL (2V 1E).
  • Talleres concedeu só 5 finalizações ao Universidad Católica, seu registro mais baixo na temporada 2022, tendo em consideração a CONMEBOL Libertadores e Copa LPF da Argentina.
  • Héctor Fértoli anotou o gol do triunfo do Talleres. É o primeiro gol da equipe de Córdoba na Fase de Grupos desde a edição de 2002 quando Federico Astudillo marcou no empate de 1-1 com o River Plate como local.

OPTA

Últimas Noticias