NOTICIA DESTACADA

Argentina inicia seu sonho mundialista
Argentina inicia seu sonho mundialista
Alejandro Domínguez: “Aqui mostramos a essência e as raízes do melhor futebol do mundo”.
Alejandro Domínguez: “Aqui mostramos a essência e as raízes do melhor futebol do mundo”.
Valencia faz dois gols e Equador celebra sua estreia mundialista
Valencia faz dois gols e Equador celebra sua estreia mundialista

Semana de definições pelas quatro vagas na Fase de Grupos

  • Os quatro vencedores das chaves da terceira fase avançarão para a Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022 e os perdedores, de igual modo, terão a possibilidade de participar da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana 2022.

O destino da 3ª fase da CONMEBOL Libertadores 2022 será decidido a partir desta terça-feira. O argentino Estudiantes, quatro vezes campeão, chega com uma mínima vantagem de avançar contra o Everton, uma situação que contrasta com o Olímpia, outro monarca desta fase, que terá que remontar dois gols em casa contra o Fluminense.

A fase de grupos da CONMEBOL Libertadores e da CONMEBOL Sudamericana será sorteada na sexta-feira, 25 de março, em Luque – Paraguai, a partir das 12:00 horas, horário local.

— Jogos de volta da terceira fase

– Terça-feira:

Em Guaiaquil: Barcelona (EQU) x América Mineiro (BRA) (0-0)

– Dados –

Estádio: Monumental Isidro Romero Carbo (Guaiaquil)

Hora: 19:30 hora local – 00:30 GMT

Árbitro: Patricio Loustau (ARG)

– Estatísticas –

  • Barcelona só perdeu um dos últimos oito jogos da CONMEBOL Libertadores em casa (5V 2E): foi contra o Flamengo na semifinal da edição de 2021 (0-2).
  • Barcelona sofreu apenas um gol em seus cinco jogos na atual CONMEBOL Libertadores, em sua estreia no torneio contra o Montevideo City Torque, desde então acumula 416 minutos com o arco zerado.
  • As equipes brasileiras venceram três de seus últimos seis jogos fora de casa contra o Barcelona na CONMEBOL Libertadores (2E 1D) e marcaram pelo menos um gol em cada um dos jogos deste intervalo.
  • As equipes equatorianas avançaram em quatro das 10 vezes em que definiram uma série como locais contra adversários brasileiros na CONMEBOL Libertadores. Os precedentes mais recentes são da edição de 2021, quando Barcelona eliminou o Fluminense nas quartas de final e foi derrotado pelo Flamengo nas semifinais.
  • América Mineiro dominou a posse de bola em todas as três partidas na atual CONMEBOL Libertadores: em todas ultrapassou 60% de posse, sendo a equipe com a maior média no torneio (69%).

– Quarta-feira:

En La Plata: Estudiantes (ARG) – Everton (CHI) (0-1)

– Dados –

Estádio: Jorge Luis Hirschi (La Plata)

Hora: 19:15 hora local – 22:15 GMT

Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)

– Estatísticas –

  • Estudiantes leva três vitórias consecutivas na CONMEBOL Libertadores como local. Se vencer o Everton, será a primeira vez que conseguiria quatro triunfos seguidos no torneio desde uma racha de sete vitórias consecutivas entre março de 2010 e março de 2011.
  • Incluindo esta, chilenos e argentinos jogaram seis rodadas de eliminatórias na CONMEBOL Libertadores: Everton tentará se tornar o terceiro time chileno a eliminar um time argentino, depois que Universidad Católica o fez nos pênaltis contra Colón em 2010 e Palestino contra Talleres de Córdoba em 2019.
  • As equipes argentinas nunca perderam para os representantes chilenos em casa nas rodadas eliminatórias da CONMEBOL Libertadores (11V 5E).
  • Estudiantes de La Plata nunca perdeu em casa na fase de eliminação direta na CONMEBOL Libertadores (20V 2E).
  • Nenhum jogador realizou mais lances de desvio em uma partida da CONMEBOL Libertadores 2022 do que Ezequiel Muñoz (Estudiantes): 11 na primeira partida contra o Everton.
  • Esta partida coloca dois dos times que menos chutes a gol receberam: Estudiantes de La Plata e Plaza Colonia lideram com seis, e Everton segue com sete.

Em Assunção: Olímpia (PAR) x Fluminense (BRA) (3-1)

– Dados –

Estádio: Defensores del Chaco (Assunção)

Hora: 21:30 hora local – 00:30 GMT

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

– Estatísticas –

  • Fluminense e Olimpia se encontraram três vezes na história da CONMEBOL Libertadores (uma vitória para cada equipe, e um empate). O time que jogou como visitante nunca ganhou até agora.
  • O Fluminense marcou gols nas últimas 14 partidas da CONMEBOL Libertadores (8V 4E 2D), sua melhor racha na história do torneio. Seu último jogo sem anotar foi precisamente contra o Olímpia, na primeira partida das quartas de final em 2013 (0-0).
  • Olimpia venceu todos os sete jogos da CONMEBOL Libertadores em casa, sendo cinco dessas vitórias por dois gols de diferença. Este resultado faria que a série contra o Fluminense se defina nos pênaltis.
  • Germán Cano, do Fluminense, acertou o arco em seis de seus oito chutes a gol na CONMEBOL Libertadores 2022. É a maior porcentagem (75%) entre os jogadores com mais de seis tiros até agora no torneio.

– Quinta-feira:

Em La Paz: The Strongest (BOL) x Universidad Católica (EQU) (0-0)

– Dados –

Estádio: La Paz (Hernando Siles)

Hora: 20:30 hora local – 00:30 GMT

Árbitro: Wilton Sampaio (BRA)

– Estatísticas –

  • The Strongest perdeu apenas uma de suas quatro últimas partidas contra equipes equatorianas na CONMEBOL Libertadores (2V 1E). Em três dos quatro jogos, não sofreu nenhum gol e no único que recebeu foi na sua derrota.
  • The Strongest não sofreu gols em suas duas últimas partidas da CONMEBOL Libertadores (1V 1E) e estará em busca de manter seu arco invicto em sua participação na competição desde 1965.
  • Universidad Católica está na melhor série invicta de sua história em competições CONMEBOL (1V 3E). Três de seus quatro últimos jogos da CONMEBOL Libertadores foram contra times bolivianos (1V 2E).
  • Entre as 19 equipes que jogaram na edição atual da CONMEBOL Libertadores, apenas três conseguiram marcar dois gols nos primeiros 15 minutos de suas partidas: The Strongest, Universidad Católica e Club Guaraní.
  • Ismael Benegas, do The Strongest, com três jogos disputados, registra 20 desvios de bola, sendo o segundo registro mais alto até agora na edição atual da CONMEBOL Libertadores (junto com D. Aimar com 5PJ e atrás dos 22 de A. Alcaráz, com 5PJ).

AFP / OPTA

Últimas Noticias