NOTÍCIAS DESTACADA

Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores
Córdoba será uma festa com a final da CONMEBOL Sudamericana 2022
Córdoba será uma festa com a final da CONMEBOL Sudamericana 2022

Última rodada do ano com pontos vitais para o caminho ao Mundial

banner-eliminatorias-2_1

As Eliminatórias Sul-Americanas entram na fase final e nesta terça-feira, dia 16, será disputada a jornada 14, a última do ano, onde estarão em jogo pontos vitais que definirão o futuro das seleções para a Copa do Mundo do Qatar 2022.

Com um Brasil praticamente já classificado, são 9 as seleções que lutam pelos 3 lugares diretos e 1 de repescagem em uma jornada valendo tudo ou nada.

Bolívia x Uruguai

A seleção boliviana receberá o Uruguai em La Paz, em um jogo eletrizante; ambos com a necessidade de somar.

Bolívia chega a este encontro após perder do Peru e, no penúltimo lugar com 12 unidades, tem a missão de conseguir os 3 pontos em casa.

O rival será Uruguai, que está ferido por ter abandonado a zona de classificação após perder da Argentina como visitante, portanto dará tudo de si para somar pontos.

– Dados –

Estádio: Hernando Siles (La Paz)

Hora: 16:00 (horário local)

Árbitro: Wilton Sampaio (BRA)

VAR: Wagner Reway (BRA)

– Antecedentes –

  • Bolívia perdeu só uma das 10 vezes que recebeu o Uruguai nas Eliminatórias (5V 4E 1D), porém a única vitória ‘charrua’ foi na última vez que o visitou, em agosto de 2015 (2-0).
  • São 3 os encontros da Bolívia sem perder como local nestas Eliminatórias Sul-Americanas (2V 1E), sendo esta sua racha invicta mais longa desde os 5 entre outubro de 2016 e outubro de 2017 (3V 2E). A ‘Verde’, além disso, marcou em seus anteriores 5 jogos em casa (2V 1E 2D).
  • Se o Uruguai perder da Bolívia será sua pior racha de derrotas consecutivas nas Eliminatórias: atualmente, 3 derrotas seguidas. Nunca chegou a 4.
  • Bolívia é a seleção com maior média de finalizações por jogo como local nestas Eliminatórias (17,8).
  • Com 35 anos, o uruguaio Diego Godín é o jogador de campo que completou mais minutos nestas Eliminatórias.

 

Colômbia x Paraguai

A seleção colombiana terá a brilhante oportunidade de dar o salto na tabela nesta terça-feira quando receber o Paraguai na cálida Barranquilla.

Após perder por 1-0 do Brasil e em zona de repescagem com 16 unidades, a seleção ‘cafeteira’ pode voltar ao topo se vencer o Paraguai.

No oitavo lugar e com 12 pontos, a sorte não favorece a ‘Albirroja’, que perdeu por 1-0 do Chile e agora terá que se recuperar jogando como visitante se quiser voltar a um Mundial, após duas ausências consecutivas.

– Dados –

Estádio: Metropolitano Roberto Meléndez (Barranquilla)

Hora: 18:00 (horário local)

Árbitro: Facundo Tello (ARG)

VAR: Juan Soto (VEN)

– Antecedentes –

  • Colômbia não conseguiu ganhar do Paraguai nos últimos dois jogos nas Eliminatórias (1E 1D), após 7 encontros sem perder dos ‘guaranis’ (6V 1E).
  • Colômbia acumula 4 partidas invicto em casa (1V 3E) e não sofreu gols em seus últimos dois encontros. A última vez que chegou a 3 jogos consecutivos como local com o arco intacto foi nas Eliminatórias para o Brasil 2014, e terminou classificado.
  • Paraguai vai em busca de cortar sua pior seca sem marcar em sua história nas Eliminatórias: não marca um gol há 4 jogos (1E 3D). Seu último gol na competição foi marcado por Alejandro Romero Gamarra, quando ganharam da Venezuela por 2-1.
  • Colômbia é a seleção com mais infrações cometidas por jogo (16,1), porém também o que mais sofre (15,2) nestas Eliminatórias.
  • Paraguai é a seleção com mais tentativas de levantamentos por jogo (17,7). Não obstante, os ‘guaranis’ são os únicos que não conseguiram marcar de cabeça.

 

Venezuela x Peru

A seleção venezuelana receberá o Peru nesta terça-feira na jornada 14 das Eliminatórias Sul-Americanas.

Esta será, provavelmente, uma das últimas chances da ‘vinhotinto’ de sair do último lugar (7 pontos) e para isso deverá vencer a equipe ‘inca’.

Precisamente Peru vem triunfante após derrotar a Bolívia como local e com uma inigualável oportunidade de avançar na tabela de posições, onde está localizado no sétimo lugar com 14 unidade.

 – Dados –

Estádio: Olímpico de la Ciudad Universitaria (Caracas)

Hora: 17:00 (horário local)

Árbitro: Bruno Arleu (BRA)

VAR: Rafael Traci (BRA)

– Antecedentes –

  • Venezuela está em uma racha de 5 jogos sem perder do Peru como local nas Eliminatórias (4V 1E). Se a ‘vinhotinto’ não perder, chegará a 6 partidas sem derrotas em casa contra um mesmo rival pela segunda vez em sua história: só conseguiu contra a Bolívia entre novembro de 1997 e a atualidade (5V 1E).
  • Venezuela perdeu somente 2 de seus últimos 5 jogos em casa nas Eliminatórias (2V 1E 2D). Brasil e Argentina foram os únicos que a venceram como visitantes nesse intervalo de encontros.
  • Peru tentará fechar sua pior racha de derrotas e sem marcar gols como visitante desde que Ricardo Gareca é o treinador: perdeu em suas últimas 3 saídas e não marcou gols nesses encontros.
  • 51,1% das finalizações da Venezuela são de fora da área: é a seleção com maior proporção de disparos de meia e longa distância respeito a suas finalizações de dentro da área. Peru está no segundo lugar com 50,3%.
  • Peru fez 3 gols com bola em movimento de fora da área, sendo o que mais marcou nessa condição. Três jogadores diferentes marcaram: André Carrillo, Sergio Peña e Renato Tapia.

 

Argentina x Brasil

O clássico sul-americano, duas seleções invictas e com um Brasil já classificado, será a grande atração da jornada 14 das Eliminatórias Sul-Americanas.

Na província de San Juan, a ‘Albiceleste’ (28) receberá o já classificado Brasil com a missão de vencer para continuar no caminho da classificação e manter sua condição de invicto.

Com as malas prontas e com um grande objetivo na mira, Brasil, líder com 34 pontos e sem conhecer a derrota nestas Eliminatórias, enfrentará o seu clássico rival com o propósito de continuar no topo da classificação.

– Dados –

Estádio: Bicentenario (San Juan)

Hora: 20:30 (horário local)

Árbitro: Andrés Cunha (URU)

VAR: Esteban Ostojich (URU)

– Antecedentes –

  • Brasil acumula um invicto de 4 jogos contra a argentina nas Eliminatórias (2V 2E), sendo esta a racha mais longa entre ambas as equipes na competição. Em suas últimas duas visitas para a Argentina, voltou com pontos: 3-1 em 2009 em Rosario, e 1-1 em 2015 em Buenos Aires.
  • Argentina disputou só um jogo como local em San Juan nas Eliminatórias Sul-Americanas: 3-0 x Colômbia em 15 de novembro de 2016, no caminho para a Rússia 2018. A ‘albiceleste’ está invicto por 10 jogos em seu país em Eliminatórias (6V 4E).
  • Tite nunca perdeu como visitante nas Eliminatórias desde que começou como treinador do Brasil: 12 encontros sem derrotas (9V 3E). Seu recorde sem derrotas fora de casa é o mais comprido que qualquer treinador das eliminatórias mundialistas.
  • Argentina fez 13 gols no primeiro tempo dos jogos: 68% de seus 19 gols totais chegaram no primeiro tempo. É a que mais marcou e a que maior porcentagem de conversão realizou nessa fase dos encontros.
  • Brasil é a seleção com mais gols marcados de cabeça nas Eliminatórias (5) e a que menos recebeu por esse meio (1).

 

Chile x Equador

Em um duelo direto na zona média da tabela, a seleção chilena confrontará o Equador em Santiago.

A ‘Roja’ quer continuar no norte da bússola do triunfo, para isso deverá superar o Equador, outra seleção de grande performance e que continua brigando por um lugar direto na zona de classificação.

Chile tem 16 pontos e se instalou no quarto lugar após vencer o Paraguai como visitante. Por outro lado, a ‘Tricolor’ derrotou a Venezuela por 1-0 e ficou no terceiro lugar com 20 unidades.

– Dados –

Estádio: San Carlos de Apoquindo (Santiago)

Hora: 21:15 (horário local)

Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)

VAR: Mauro Vigliano (ARG)

– Antecedentes –

  • Chile nunca perdeu do Equador como local nos 11 duelos que tiveram nas Eliminatórias (9V 2E). Atualmente está em uma racha de 3 vitórias consecutivas em casa contra a ‘Tri’.
  • Chile triunfou três vezes consecutivas e manteve seu arco intacto em cada um desses jogos (3V). Nunca em sua história nas Eliminatórias chegou a 4 vitórias seguidas sem sofrer gols.
  • Equador buscará a segunda vitória como visitante nas Eliminatórias na era de Gustavo Alfaro (1V 1E 4D). A ‘Tri’ não venceu os últimos 4 jogos fora de casa na competição (1E 3D), a pior racha desde a chegada do treinador argentino.
  • Chile é, junto com a Argentina e o Brasil, uma das três equipes com mais de 50% de posse jogando tanto como local (56,8%) como de visitante (52,8%).
  • Os dois jogadores líderes em recuperações totais são equatorianos: Pervis Estupiñán (88) e Carlos Grueso (85).

 

 

 

CONMEBOL.com / OPTA

Ultimas Noticias