NOTICIA DESTACADA

Com o sonho na mira, Argentina busca recuperação no jogo contra o México
Com o sonho na mira, Argentina busca recuperação no jogo contra o México
Valencia aproxima Equador das Oitavas de Final
Valencia aproxima Equador das Oitavas de Final
“Diego imortal”, o grito da CONMEBOL Tree Of Dreams dois anos após sua partida
“Diego imortal”, o grito da CONMEBOL Tree Of Dreams dois anos após sua partida

Uruguai goleia e entra no G4 das eliminatórias

Uruguai goleou a Venezuela por 4-1 nesta terça-feira em Montevidéu e subiu ao quarto lugar da tabela das Eliminatórias Sul-Americanas, a última posição que dá acesso direto à Copa do Mundo do Catar-2022.

A festa no estádio Centenário de Montevidéu foi desencadeada por Rodrigo Bentancur, aos 50 segundos de jogo, seguidamente pelos gols de Giorgian De Arrascaeta (23’), Edinson Cavani (45+1’) e Luis Suárez de pênalti (53’). Josef Martínez anotou o gol da Venezuela aos 65’.

A ‘Celeste’ teve sua noite perfeita em seu retorno ao estádio Centenário desde junho passado, com pontos altos que incluíram a entrada do jovem Facundo Pellistri, Bentancur, Federico Valverde e De Arrascaeta, em um triunfo tranquilo dos dirigidos por Diego Alonso, que buscam classificar para seu quarto Mundial consecutivo.

O ímpeto charrua brilhou desde o primeiro minuto de jogo e foi apoiado por vários gols- O sonho continua ainda mais vivo que nunca para os uruguaios, enquanto a Venezuela já começa a olhar para o futuro, com seu novo técnico Néstor Pekerman.

– Números do jogo –

  • O gol de Rodrigo Betancur, aos 50 segundos de jogo, é o mais rápido das atuais Eliminatórias Sul-Americanas e o mais veloz na competição desde o marcado por Romario Ibarra, do Equador, em outubro de 2017 aos 38 segundos.
  • É a primeira vez que o Uruguai anota 3 gols no primeiro tempo das atuais Eliminatórias. Os charruas não anotavam 3 gols na primeira fase de um jogo desta competição desde setembro de 2016 contra o Paraguai (Cavani, Rodríguez, Suárez).
  • É a primeira vez em 28 partidas das Eliminatórias Sul-Americanas que a seleção da Venezuela sofre 4 gols (5V 6E 17D). Não acontecia desde março de 2016 (1-4 jogando em casa contra o Chile).
  • É o primeiro gol de Josef Martínez na ‘Vinhotinto’ desde junho de 2019 (Copa América x Bolívia), o primeiro nas atuais Eliminatórias Sul-Americanas e o sexto gol na história da competição.
  • Facundo Pellistri, do Uruguai, com 67 minutos disputados, além de contribuir com uma assistência, liderou a ‘Celeste’ em dribles acertados (4), duelos totais (20), duelos ganhados (15), entradas (7) e passes para finalizações (4, junto com G. De Arrascaeta).
  • Giorgian de Arrascaeta é o primeiro jogador uruguaio em anotar gol e dar assistência em uma mesma partida das Eliminatórias Sul-Americanas desde que Luis Suárez conseguiu contra o Paraguai em setembro de 2016 (Um gol e duas assistências).

AFP / OPTA

CONMEBOL.com

Últimas Noticias