NOTICIA DESTACADA

Fixture da CONMEBOL Copa América Futsal 2022
Fixture da CONMEBOL Copa América Futsal 2022
Arena SND do Paraguai será sede da CONMEBOL Copa América Futsal 2022
Arena SND do Paraguai será sede da CONMEBOL Copa América Futsal 2022
Começa a Pré-temporada 2022 de Árbitros e Árbitros Assistentes
Começa a Pré-temporada 2022 de Árbitros e Árbitros Assistentes

Argentina ergue a taça de campeã da América

000_9ek9nf

A Argentina de Lionel Messi conquistou seu primeiro título após 28 anos contra o Brasil, por 1-0, na final da CONMEBOL Copa América. 

A noite de Messi foi tão redonda que a Albiceleste se coroou no Maracanã, o melhor lugar possível para o arquirrival do anfitrião.

Angel Di María, autor do golaço no minuto 22, junto a um guerreiro incansável como Rodrigo De Paul, foram os heróis da noite carioca, que deixou a Argentina na liderança do palmarés histórico com 15 títulos da CONMEBOL Copa América junto com Uruguai, enquanto Brasil soma 9 coroações.

“Sonhamos tanto com este dia. Hoje quebrou (a má racha) e entrou. Tínhamos que ganhá-la (a Copa) aqui e assim foi”, disse Di María, um dos históricos da Albiceleste.

Quando o árbitro uruguaio Esteban Ostojich apitou o final do jogo e Messi se deixou cair de joelhos no Maracanã, milhares de pessoas saíram nas ruas do centro de Buenos Aires e de Rosário, cidade natal da ‘Pulga’, Di María e Giovanni Lo Celso.

-Números do jogo-

  • Argentina ganhou seu primeiro título em terras brasileiras. Além disso, voltou a ganhar um título depois de 28 anos de seca. Brasil, por sua parte, perdeu sua primeira final depois de cinco vitórias consecutivas.
  • Tite perdeu seu primeiro jogo como local como treinador do Brasil após 25 encontros (21V 3E 1D).
  • É a primeira CONMEBOL Copa América disputada no Brasil que o local não ganha o título (havia ganhado as cinco anteriores).
  • Argentina venceu o Brasil pela CONMEBOL Copa América em terra brasileira pela primeira vez em sua história: não tinha ganhado nos sete encontros anteriores (1E 6D).
  • Argentina cortou uma racha de seis finais consecutivas perdidas em torneios principais (Copa América 2004, 2007, 2015, 2016; Copa das Confederações 2005 e Mundial 2014).
  • Argentina iguala o Uruguai como máximo ganhador da CONMEBOL Copa América: somou seu título número 15, esticando para seis a vantagem com o Brasil.
  • É a quarta vez em 13 partidas que a Argentina consegue vencer no Maracanã visitando o Brasil (4V 2E 7D). O triunfo anterior tinha sido em um amistoso disputado em 1998.
  • A vitória da Argentina terminou com um invicto de 26 partidas do Brasil jogando CONMEBOL Copa América em casa (17V 9E). É a terceira derrota do Brasil em casa na competição: contra Paraguai (1-2, em 1949) e Peru (1-3, em 1975).
  • Lionel Scaloni alcançou 20 jogos invicto como treinador da Argentina (12V 8E). É a segunda marca mais longa sem quedas de um DT da seleção argentina.
  • Messi fecha sua participação na CONMEBOL Copa América como máximo assistente (5 assistências) e máximo artilheiro (junto com Luis Díaz da Colômbia) com quatro gols. Ademais, soma 13 gols na história do torneio e está a quatro de Zizinho e Norberto Méndez, os máximos goleadores históricos da competição.
  • Lionel Messi ganhou seu primeiro título com a Argentina depois de quatro finais consecutivas perdidas (2007, 2014, 2015, 2016).

 

 

 

 

AFP/OPTA

Ultimas Noticias