NOTICIA DESTACADA

A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
50 dias para o Mundial: Brasil em busca do hexa
50 dias para o Mundial: Brasil em busca do hexa
50 dias para a Copa do Mundo: Uruguai, um gigante com garra
50 dias para a Copa do Mundo: Uruguai, um gigante com garra

Argentina garante boleto ao Mundial do Catar 2022

nuevo_proyecto_-_2021-11-16t234601

A seleção da Argentina, apesar de empatar sem gols com o Brasil, classificou para o Mundial do Qatar-2022.

Em um jogo cinza e travado, de mutuo respeito e perna forte nas Eliminatórias Sul-Americanas, a ‘Albiceleste’ se conformou com um empate 0-0 que mais tarde passou a ser o selo final da sua passagem para o Catar, após a vitória do Equador sobre o Chile por 2-0.

Perante 25.000 torcedores presentes no estádio Bicentenário da cidade de San Juan (oeste), o encontro foi um duelo no meio do campo com poucas situações de gol na jornada 14, faltando só 12 pontos a serem disputados na série.

Brasil é o líder das eliminatórias com 35 pontos, enquanto a Argentina o segue com 29. Os dois continuam invictos e são os primeiros representantes da CONMEBOL confirmados para o encontro mundialista.

– Números do jogo –

  • Brasil chegou a 3 jogos sem perder da Argentina como visitante nas Eliminatórias (1V 2E). A seleção Canarinho está invicta por 5 jogos contra a ‘Albiceleste’, sendo a segunda equipe em alcançar a racha de 5 jogos sem perder contra esse rival no torneio (2V 3E).
  • Argentina está em uma racha de 6 partidas sem sofrer gols: é seu intervalo mais longo nas Eliminatórias. Lionel Scaloni, além disso, chegou a 13 jogos invicto na competição e igualou Alejandro Sabella como o segundo DT da Argentina com o período mais extenso sem derrotas nas Eliminatórias (8V 5E).
  • Tite aumentou a 25 encontros seu invicto nas Eliminatórias (21V 4E): o técnico do Brasil nunca perdeu nesta competição e tem o recorde de jogos sem perder nas Eliminatórias Sul-Americanas.
  • Lionel Messi foi o jogador argentino com mais finalizações (4), chutes a gol (2) e gols esperados (0,19) entre todos os jogadores da Argentina. Não obstante, foi o segundo jogo com menos toques de bola entre todos os encontros que disputou como local nestas Eliminatórias rumo ao Qatar (71, só por cima dos 70 contra o Equador).
  • Brasil fez 21 faltas contra a Argentina: foi o jogo com mais infrações cometidas por parte dos jogadores de Tite nestas Eliminatórias, junto com a partida contra a Colômbia que terminou 1-0. Matheus Cunha cometeu 5 dessas faltas.

 

 

 

 

AFP / OPTA

Últimas Noticias