NOTICIA DESTACADA

Cascavel Futsal e Peñarol decidirão o título da CONMEBOL Libertadores de Futsal
Cascavel Futsal e Peñarol decidirão o título da CONMEBOL Libertadores de Futsal
‘Outubro, mês do 10’ em homenagem a Pelé e Maradona
‘Outubro, mês do 10’ em homenagem a Pelé e Maradona
São Paulo x Ind. del Valle: um duelo imperdível valendo a Grande Conquista
São Paulo x Ind. del Valle: um duelo imperdível valendo a Grande Conquista

Argentina vence clássico do Rio de la Prata com golaço de Di María

nuevo_proyecto_-_2021-11-12t220009

A Albiceleste venceu novamente o clássico ‘rioplatense’ ao vencer o Uruguai por 1-0 nesta sexta-feira em Montevidéu, e fica a um passo de conseguir seu boleto para a Copa do Mundo do Catar-2022, enquanto os charruas abandonaram a zona de classificação.

Ángel Di María marcou no minuto 7 o único gol do jogo no estádio Campeón del Siglo, para deixar sua seleção mais próxima do Brasil como representante da CONMEBOL no Mundial.

A equipe dirigida por Lionel Scaloni, que contou com seu capitão Lionel Messi nos últimos 20 minutos do encontro, foi premiada pela sua eficácia e contundência.

Por outro lado, Uruguai, com uma notória melhoria quanto ao rendimento da tripla jornada passada e uma luta constante da equipe liderada por um incansável Luis Suárez, pagou pela falta de pontaria.

Com 16 unidades, a ‘Celeste’ ficou no sexto degrau da tabela de posições, com a necessidade urgente de somar pontos no próximo jogo, na terça-feira contra a Bolívia.

Argentina, segunda com 28 pontos, confrontará na próxima jornada o líder Brasil.

– Números do jogo –

  • Argentina chegou ao seu sétimo jogo sem perder do Uruguai em todas as competições (5V 2E). Além disso, a ‘Albiceleste’ chegou a sua terceira vitória consecutiva contra a ‘Celeste’, fato que não ocorria desde o intervalo entre agosto de 2003 e outubro de 2004 (3V).
  • Uruguai estava em uma racha de 21 jogos sem perder como local nas Eliminatórias (sem contar os jogos por repescagem) contra rivais que não fossem o Brasil (15V 6E). A última seleção que o tinha vencido foi justamente a Argentina em outubro de 2009 (1-0).
  • Argentina igualou sua melhor racha sem perder como visitante nas Eliminatórias (5V 3E): só tinha conseguido entre setembro de 2000 e novembro de 2003 com Marcelo Bielsa como treinador (4V 4E). Lionel Scaloni ainda não perdeu na competição fora de casa.
  • Uruguai, com 19 finalizações, não conseguiu fazer gols. Foi a primeira vez desde 2011 que os charruas fazem tantos disparos sem poder marcar nas Eliminatórias.
  • Com sua entrada no segundo tempo, Joaquín Correa foi o jogador argentino que mais perigo gerou: mais finalizações (4), mais chutes a gol (2) e mais gols esperados acumulados (0,44).

 

 

 

AFP / OPTA

Últimas Noticias