NOTÍCIA DESTACADA

APF e FVF terminam nova etapa do projeto Futebol para Mulheres promovido pela UEFA e CONMEBOL
APF e FVF terminam nova etapa do projeto Futebol para Mulheres promovido pela UEFA e CONMEBOL
Enfrentamentos eletrizantes nas Oitavas da CONMEBOL Libertadores 2022
Enfrentamentos eletrizantes nas Oitavas da CONMEBOL Libertadores 2022
Disputas acirradas nas Oitavas da CONMEBOL Sudamericana
Disputas acirradas nas Oitavas da CONMEBOL Sudamericana

A Associação de Futebol Argentino e o Ministério da Saúde assinam acordo

O Presidente da Associação de Futebol Argentino, Claudio Tapia e o Ministro da Saúde da Nação, Jorge Lemus, assinaram um convênio de colaboração e cooperação para gerar atividades de promoção da saúde e prevenção de doenças. O acordo forma parte do vínculo que ambas instituições têm desde 2003 com o objetivo de trabalhar de maneira conjunta sobre diversos temas relacionados com a saúde.

Tapia afirmou que “é muito importante para a Associação de Futebol Argentino poder acompanhar todo tipo de ações para a prevenção da dengue, zika e chikungunya e poder apoiar com diferentes medidas em todos os estádios que há a nível nacional”, também destacou o potencial destas campanhas já que “desde a AFA se organizam, cada fim-de-semana, mais de 3600 jogos entre futebol de praia, feminino, Futsal, inferiores e ligas”.

O Ministro Lemus também indicou que “o potencial de comunicação que têm as campanhas de prevenção que realizamos com a AFA é enorme, por isso não duvidamos em assinar um novo acordo que nos permita seguir trabalhando para melhorar a saúde da população”, afirmou durante a assinatura do convênio, que foi feita na sede da AFA.

O Ministro destacou que “a AFA têm uma aproximação com as pessoas muito importante, que nos interessa muito como Ministério, pelo seu alcance em todo o país” e que, a partir do presente convênio “será possível desenvolver múltiples atividades como avançar na prevenção da dengue, zika e chikungunya, e também sobre outros temas de saúde”, especificou Lemus.

Dentro das primeiras ações previstas no marco do presente acordo, a equipe técnica da Direção de Epidemiologia capacitará as equipes médicas dos clubes para a detecção de sintomas compatíveis com a dengue, zika e chikungunya, e também o resto dos funcionários para o controle e eliminação de criadeiros de mosquitos Aedes Aegypti.

Além disso, os titulares de ambas instituições combinaram o uso de caminhões sanitários do Ministério da Saúde para dar atenção primária na população dos bairros que ficam perto dos clubes.

O acordo, que terá uma duração de dois anos, estipula a realização de atividades de intercâmbio e apoio na promoção da saúde e prevenção de doenças: ações de conscientização; planos de difusão e comunicação, e várias propostas de interesse mútuo.

Também participaram da assinatura o Secretário de Operações e Estratégias de Atenção da Saúde, David Aruachan, e por parte da associação esteve presente o secretário geral da AFA, Victor Blanco Rodriguez.

 

 

 

AFA

Ultimas Noticias