NOTÍCIA DESTACADA

Disputas decisivas na Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores
Disputas decisivas na Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores
Substituição de árbitro para o jogo Palmeiras x Emelec
Substituição de árbitro para o jogo Palmeiras x Emelec
UEFA e CONMEBOL fomentam o Futebol Feminino na APF e FVF
UEFA e CONMEBOL fomentam o Futebol Feminino na APF e FVF

Brasil garante vaga nas finais no acirrado Grupo B

brasil_-_bolivia-1

O Brasil se classificou, antecipadamente, na terça-feira, para a fase final do CONMEBOL Pré-Olímpico, no qual seus quatro companheiros do acirrado grupo B chegarão à última jornada com opções para lutar por um bilhete para Tóquio-2020.

A Canarinha de André Jardine passou mais trabalho do que se pensava ante uma aguerrida Bolívia, vencendo por 5-3 em um emotivo e renhido duelo no estádio Centenário da cidade colombiana da Armênia (centro-oeste).

A verde-amarela alcançou nove unidades, em três saídas, com gols de Antony (3), Cunha (15), Guga (38), Reinier (60) e Pepe (90 + 5). Com essa vitória garantem a liderança do grupo B, independentemente dos resultados da última data de sexta-feira.

O Brasil se une à Argentina – líder do grupo A – como duas das quatro seleções que disputarão o quadrangular final, que será realizado entre os dias 3 e 9 de fevereiro em Bucaramanga (nordeste). O primeiro e segundo irão para Tóquio.

Enquanto isso, a Bolívia esteve perto de protagonizar uma recuperação épica. Os jogadores do altiplano alcançaram 4-1 e pressionaram o placar para um 4-3, que foi ampliado após a expulsão de seu capitão e referente, Henry Vaca.

Os dirigidos pelo venezuelano César Farías descontaram com Víctor Abrego (19, 70), que igualou com três tantos o colombiano Jorge Carrascal como máximo artilheiro do certame, e Sebastián Reyes (78).

Para se classificar, a Bolívia, em último lugar com três unidades, deve vencer o Peru por mais de três gols e esperar que o Paraguai não derrote o Brasil ou vença ajustando uma diferença de pontuação menor que a sua.

– Sonho charrua –

Na primeira partida, o Uruguai derrotou o Peru por 1-0 em Armênia. O volante Francisco Ginella (11) garantiu a vitória com um chute de distância média que foi nivelado com o poste direito do arco defendido por Renato Solís.

Com a curta vitória, mas com autoridade, os celestes, que descansarão na última jornada, são os segundos com seis unidades.

Para passar a rodada, o Uruguai precisa de uma combinação de resultados ao final da primeira fase: que o Paraguai não some ante o classificado Brasil e que a Bolívia e o Peru empatam.

Enquanto isso, os incas do histórico Nolberto Solano também guardam esperanças de disputar as finais.

O Peru é o quarto com três unidades e precisa vencer os do altiplano por um placar que lhe permita ter uma melhor diferença de gols que o Uruguai e o Paraguai, caso os guaranis derrotem a Canarinha.

Os albirrojos, que descansaram esta jornada e são o terceiro com três pontos, classificarão apenas se vencerem a verde-amarela e se tiverem uma diferença de gols melhor que o Peru, caso os incas derrotem a Bolívia.

A atividade do certame será retomada na quinta-feira, quando o grupo A definirá seu segundo classificado. Colômbia x Chile e Equador x Venezuela serão os duelos em Pereira.

 

 

 

 

AFP/CONMEBOL.com

Ultimas Noticias