NOTICIA DESTACADA

ABSOLUT Sport é a Agência Oficial das Finais da CONMEBOL Libertadores e CONMEBOL Sudamericana
ABSOLUT Sport é a Agência Oficial das Finais da CONMEBOL Libertadores e CONMEBOL Sudamericana
2ª Rodada: Primeiros classificados às quartas de final da CONMEBOL Libertadores Futsal
2ª Rodada: Primeiros classificados às quartas de final da CONMEBOL Libertadores Futsal
Seis times comemoram na largada da CONMEBOL Libertadores de Futsal 2022
Seis times comemoram na largada da CONMEBOL Libertadores de Futsal 2022

Bridgestone Libertadores: quatro jogos para quarta-feira (24)

Colo Colo e Melgar se enfrentam em Santiago; Racing recebe Bolívar em Buenos Aires; Mineiro e Independiente del Valle jogam em Belo Horizonte e Deportivo Cali disputará ante Boca Juniors em Cali.

 
Colo Colo e peruano Melgar duelam por levantar voo no Grupo 5 de Libertadores
O popular Colo Colo receberá nesta quarta-feira o Melgar do Peru que busca deixar atrás a derrota sofrida ante Atlético Mineiro e seguir no Grupo 5 do torneio continental.
O duelo entre os últimos campeões do Chile e do Peru se disputará no estádio Monumental de Santiago a partir das 19H30 locais (22H30 GMT) e contará com a arbitragem do paraguaio Julio Quintana, que será auxiliado por seus compatriotas Eduardo Cardozo e Roberto Cañete.
Colo Colo x Melgar
Sem enfrentamentos internacionais oficiais.
Colo Colo
Registro positivo na Copa Libertadores como local sobre 108 partidas disputadas (65 – 20 – 23). Marcou 198 gols e recebeu 16.
Recebeu 7 vezes equipes peruanas pela Conmebol (5 – 1 – 1)
Universitario 0-1 (Libertadores 1967), Sporting Cristal 2-0 (Libertadores 1990), Unión Huaral 3-1 (Libertadores 1990), Universitario 2-1 (Libertadores 1991), Sporting Cristal 1-1 (Libertadores 1999) e Coronel Bolognesi 1-0 (Sudamericana 2006)
Melgar
Tem marca negativa como visitante na Copa Libertadores (2 – 0 – 4)
Nessa condição leva quatro derrotas consecutivas. As vitórias foram na edição 1982: Deportivo Municipal 2-0 e Sol de América 2-0.
Será sua primeira partida oficial em terras chilenas por torneios Conmebol.
Árbitro – Julio Quintana
Tem 13 partidas por Copa Libertadores
Esta será sua sétima edição consecutiva, desde a sua estreia em 11 de fevereiro de 2010: Blooming 1 – Universitario 2
Nunca dirigiu pela Conmebol o Colo Colo nem Melgar.
 
Racing da Argentina abre sua ilusão copeira frente ao boliviano Bolívar
O argentino Racing Club recebe na noite de quarta-feira o boliviano Bolívar em sua estreia no Grupo 3 da Copa Libertadores da América-2016.
O encontro se disputará no estádio Presidente Perón em Avellaneda, Buenos Aires, desde às 19H30 locais (22H30 GMT) e será arbitrado pelo paraguaio Ulises Mereles, auxiliado nas linhas por seus compatriotas Darío Gaona e Juan Zorrilla.
Racing Club  – Bolívar
Dois antecedentes internacionais oficiais, ambos na Copa Libertadores 1967.
Na ida em La Paz, Racing Club venceu por 2-0 e na revanche em Buenos Aires, goleou por 6-0.
Racing Club
Bom rendimento como local na Copa Libertadores (22 – 7 – 4).
Dos últimos 15 apenas perdeu um: Sporting Cristal 2-1, em 10 de março de 2015.
Por certames Conmebol recebeu três vezes a equipes bolivianas. Ademais do citado cotejo com Bolívar, conseguiu outras duas vitórias: 31 de outubro 6-0 (Libertadores 1967) e Oriente Petrolero 2-0 (Libertadores 2003)
Bolívar
Disputou 108 encontros na Copa Libertadores como visitante (14 – 24 – 70).
Dos últimos 10 ganhou dois: Junior 1-0 (2012) e León F.C. 1-0 (2014).
Nunca pôde vencer na Argentina por torneios Conmebol: 16 derrotas e 2 empates. Estes foram: Boca Juniors 0-0 (Libertadores 1991) e Lanús 1-1 (Libertadores 2014).
Árbitro – Ulises Mereles
Só arbitrou uma partida pela Copa Libertadores. Foi em 8 de abril do ano passado: Huracán 1 – U. de Sucre 1
Os restantes cinco cotejos que registrar em torneios Conmebol foram pela Copa Sudamericana.
Nunca dirigiu o Racing Club nem o Bolívar em forma oficial.
 
Um Atlético Mineiro de festa pela estreia de Robinho recebe Independiente del Valle na Libertadores
Entradas esgotadas em um dia e todos os olhares postos: Robinho estreia nesta quarta-feira com o Atlético Mineiro contra o Independiente del Valle equatoriano, em seu regresso a Copa Libertadores onze anos depois, mas com a mesma obsessão de levantar um troféu. O jogo desta quarta-feira começa às 21H45 locais (00H45 GMT de quinta-feira) no estádio Independência de Belo Horizonte (sudeste do Brasil), sob a direção do juiz argentino Fernanado Rapallini, auxiliado por suas compatriotas Iván Núñez e Ezequiel Brailovski.
Atlético Mineiro – Independiente del Valle
Sem enfrentamentos internacionais oficiais
Atlético Mineiro
Excelente recorde como local na Copa Libertadores, onde apenas perdeu 2 dos 31 cotejos que disputou: Boca Juniors 2-1 (1978) e Atlas 1-0 (2015)
Só uma vez recebeu times equatorianos pela Conmebol: El Nacional 2-0 (Copa Conmebol 1992)
Independiente del Valle
Ganhou só um dos cinco encontros que afrontou como visitante na Copa Libertadores: Unión Española 5-4 (9 de abril de 2014). Os quatro restantes foram derrotas.
Em uma ocasião se apresentou no Brasil pela Conmebol: Botafogo 0-1 (Libertadores 2014)
Árbitro – Fernando Rapallini
Este jovem árbitro argentino só dirigiu duas vezes em torneios Conmebol.
Emelec 1 – Tigres 0 (Copa Libertadores 2015)
Nacional de Asunción 2 – U. de Concepción 1 (Copa Sudamericana 2015)
 
Cali recebe Boca pela Libertadores
O Deportivo Cali da Colômbia receberá desta quarta-feira o argentino Boca Juniors pela primeira jornada do Grupo 3 da Copa Libertadores, num duelo histórico.
A partida será às 19H45 locais (00H45 GMT de quinta-feira) no estádio Palmaseca, situado na zona rural da localidade de Palmira, área metropolitana da cidade de Cali e propriedade do Deportivo Cali.
Deportivo Cali – Boca Juniors
Registram 8 enfrentamentos internacionais oficiais. Quatro vitórias do Boca Juniors, uma do Deportivo Cali e 3 empates
Deportivo Cali 1 – Boca Juniors 1 (Libertadores 1977)
Boca Juniors 1 – Deportivo Cali 1 (Libertadores 1977)
Deportivo Cali 0 – Boca Juniors 0 (Libertadores 1978)
Boca Juniors 4 – Deportivo Cali 0 (Libertadores 1978)
Boca Juniors 2 – Deportivo Cali 1 (Libertadores 2001)
Deportivo Cali 3 – Boca Juniors 0 (Libertadores 2001)
Deportivo Cali 0 – Boca Juniors 1 (Libertadores 2004)
Boca Juniors 3 – Deportivo Cali 0 (Libertadores 2004)
Deportivo Cali
Bom rendimento como local na Copa Libertadores (49- 12 – 12)
Dos últimos cinco nessa condição só perdeu um: Universidad Católica 3-2 (30 de março de 2006).
Possui uma boa marca recebendo equipes argentinas pela Conmebol (10 – 2 – 3)
Boca Juniors
Total paridade na Libertadores como visitante (47 – 28 – 47). Converteu 142 gols e recebeu 145.
Pela Conmebol jogou 12 vezes na Colômbia (3 – 4 – 5), país onde leva quatro encontros sem poder ganhar. A última vitória foi justamente frente ao Deportivo Cali 1-0, em 10 de março de 2004.
Árbitro – Pericles Cortez
Tem cinco encontros por Copa Libertadores
Nesta edição já teve um ao seu cargo: Oriente Petrolero 1 – Santa Fe 3
Nunca dirigiu Deportivo Cali nem Boca Juniors pela Conmebol
 
 
 
 
 
Estatísticas: E. Bolaños / CONMEBOL.com
 
 

Últimas Noticias