NOTÍCIA DESTACADA

Palestras educativas antidoping na prévia da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Palestras educativas antidoping na prévia da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Juízes designados para a 6ª rodada
Juízes designados para a 6ª rodada
Confira os times que avançaram à Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022
Confira os times que avançaram à Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022

Carlos Tevez retoma treinamento na China após sua recuperação

O jogador de futebol com o maior salário do mundo, o argentino Carlos Tevez, que viajou para o país em meados do mês para recuperar sua forma física, voltou a treinar no clube Shanghai Shenhua, anunciou nesta quinta-feira a equipe chinesa.

“Tevez voltou a Xangai ontem (quarta-feira) e retomou o treinamento hoje (quinta-feira)”, disse um porta-voz do clube à AFP, observando que as lesões estão superadas e, portanto, pode “participar nas partidas normalmente” .

O atacante de 33 anos tratou a dor muscular de sua perna por duas semanas na Argentina, momento em que de surgiram rumores de que ele não retornaria à China, onde teve problemas para se adaptar.

O ‘Apache’, que obteve a autorização de sua equipe para essa permanência na Argentina, aproveitou um intervalo da Liga Chinesa (CSL). Ele deveria estar de volta para o dia 30 de agosto, e cumpriu.

Nas últimas semanas, o Shanghai Shenhua insistiu no retorno de Tevez e que não havia motivo para pensar em uma saída do seu astro, que chegou à China desde o Boca Juniors.

Tevez registrou apenas dois gols desde a sua chegada a Xangai, em janeiro,  e perdeu dez dos 21 jogos da CSL por lesões. Sem ele, a equipe vaga na segunda metade da classificação (11 de 16).

A performance de Tevez até agora decepcionou as altas expectativas motivadas por seu salário, 38 milhões de euros por ano, de acordo com a imprensa. Seus baixos resultados e ausências repetidas provocaram especulações sobre o futuro de sua carreira na China.

O próximo jogo de Shangai Shenhua na liga chinesa está marcado para o dia 10 de setembro contra Henan Jianye.

 

 

 

AFP

Ultimas Noticias