NOTÍCIA DESTACADA

Confira os duelos e antecedentes da 6ª jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana
Confira os duelos e antecedentes da 6ª jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana
Jogos e históricos da última rodada da Fase de Grupos
Jogos e históricos da última rodada da Fase de Grupos
Chile e Venezuela celebram vitória na terceira rodada
Chile e Venezuela celebram vitória na terceira rodada

Carta do Presidente da CONMEBOL

adws

Estimada família do futebol sul-americano,

Orgulho, emoção e admiração são os sentimentos que sinto pelo grande espetáculo projetado para o mundo com a Final Única, tanto pelo nível esportivo das duas equipes, pelo comportamento exemplar das duas torcidas, pela excelente organização e pela magnífica coordenação entre as autoridades do Peru e da CONMEBOL. Ante este evento, ao qual mais de 180 países tiveram acesso e foi coberto por mais de 600 jornalistas de 28 nações, resta apenas transmitir meu mais sincero agradecimento e respeito a todos os que tornaram possível esse sonho da Final Única. Um sonho que foi possível por “Acreditar Sempre” e que coloca nosso futebol no lugar que lhe corresponde por sua lenda, seu presente e seu futuro.

Organizar em duas semanas a final da Libertadores foi um desafio que marca um antes e um depois no nosso futebol. Demonstramos o que somos capazes de alcançar quando se atua com determinação, profissionalismo e esforço. Está no nosso DNA superar as dificuldades, e é justamente nesses cenários que são forjados o caráter e a liderança de uma instituição como a CONMEBOL, e de todo um continente que tanto ama esse esporte maravilhoso.

Graças ao apoio da Federação Peruana de Futebol (FPF), ao Governo Peruano e, especialmente, ao Presidente Martín Vizcarra, às Municipalidades de Lima, Ate e La Molina, e a todas e cada uma das instituições públicas e organismos que nos deram, desde o primeiro momento, seu apoio, compromisso e trabalho em equipe; assim como ao Chile e sua federação por buscar, em todo momento, o melhor para o futebol sul-americano.

Gostaria de destacar a celebração exemplar das duas torcidas, do Flamengo e do River, que transformaram as ruas de Lima em uma autêntica festa do futebol que conseguiu contagiar a todos. Os números são um fiel reflexo disso: uma audiência mundial dos cinco continentes pôde vibrar no sábado com o que estava acontecendo em Monumental de Lima, dois titãs do futebol sul-americano disputando a glória eterna. Eles também nos deram um exemplo de superação e esportividade, escrevendo uma nova página gloriosa do nosso futebol.

Graças a todos eles, hoje podemos dizer em voz alta e clara:

“O futebol sul-americano está de volta.”

 

Alejandro Domínguez
Presidente
Confederação Sul-Americana de Futebol

Ultimas Noticias