NOTÍCIAS DESTACADA

Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções

Chile empata 1-1 com Alemanha na Copa das Confederações

Alemanha e Chile fizeram uma partida vibrante que terminou com empate 1-1 na quinta-feira em Kazán na segunda fase das Confederações, com um gol de Alexis Sánchez, que se tornou no artilheiro histórico da Roja com 38 pontos.

Em frente de 40.000 espectadores, com grande maioria chilena no Kazan Arena, o 'Menino Maravilha' – eleito o artilheiro da partida – abriu o placar para o bicampeão da América do Sul aos 6 minutos e Lars Stindl empatou aos 41'.

Alexis acrescenta a seus 28 anos um total de 38 gols em 112 jogos internacionais, superando os 37 que tinha Marcelo Salas

Com uma equipe onde apenas um jogador não nasceu na década de 90 (Stindl, 1988), Alemanha mostrou a cara ante o Chile, com sua formação especializada, nascida na década de 80.

O treinador alemão Joachim Loew disse que jogar contra a Roja seria uma experiência onde seus atletas poderiam aprender para o futuro. A versão mais nova da Mannschaft, sem que nenhum dos principais jogadores habituais, não decepcionou e jogou de frente para a rainha da América do Sul.

Ficha técnica da partida entre Chile e Alemanha na Copa das Confederações:

Alemanha e Chile empataram 1 – 1

Estádio: Kazan Arena (Kazan)

Público: 38.822

Árbitro: Alireza Faghani (IRI)

Gols:

Alemanha: Stindl (41)

Chile: Alexis Sánchez (6)

Advertências:

Alemanha: Stindl (20), Rudy (60)

Chile: Alexis Sánchez (64), Beausejour (80)

Formações:

Alemanha: Marc-Andre Ter Stegen – Matthias Ginter, Shkodran Mustafi, Niklas Schüle – Joshua Kimmich, Emre Can, Sebastian Rudy, Jonas Hector – Leon Goretzka, Lars Stindl, Julian Draxler (cap). DT: Joachim Löw.

Chile: Johnny Herrera – Mauricio Isla, Gary Medel (cap) (Paulo Diaz 71), Gonzalo Jara, Jean Beausejour – Charles Aránguiz (Francisco Silva 90), Marcelo Díaz, Arturo Vidal – Pablo Hernández – Eduardo Vargas (Martín Rodriguez 81), Alexis Sánchez. DT: Juan Antonio Pizzi.

 

 

 

 

AFP

Ultimas Noticias