NOTÍCIAS DESTACADA

Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores

Choques de alta tensão em nova jornada de revanches

Nesta quarta-feira serão disputados três jogos de revanche pela Segunda Fase da CONMEBOL SUL-AMERICANA 2017, provocando emoção e suspense, em busca dos últimos classificados para as Oitavas de Final: Liga de Quito (EQU) x Bolívar (BOL); Deportes Iquique (CHI) contra Independiente (ARG) e Olímpia (PAR) ante Nacional (PAR).

Liga de Quito recebe Bolívar com a missão de reverter o resultado de ida

Com vontade de mudar o 1-0 no duelo de ida para passar às Oitavas de Final da CONMEBOL SUL-AMERICANA 2017, Liga de Quito receberá o boliviano Bolívar nesta quarta-feira, convocando dois novos reforços estrangeiros.

A Liga, que anda aflita no atual torneio nacional (com 23 pontos em 25 partidas), está disposta em alcançar o triunfo de local para tirar o sabor da vitória que Bolívar conseguiu no dia 12 de julho no Estádio Hernando Siles de La Paz.

A equipe alva, monarca do campeonato regional de 2009, poderia enfrentar a ‘academia’ alinhando com o meiocampista Sherman Cárdenas (colombiano, ex-vitória do Brasil), que acaba de ser contratado juntamente com o defesa Lucas de Lima Tagliapietra (brasileiro nacionalizado italiano, ex-Boa Vista de Portugal).

Ambos os jogadores “melhoraram nos últimos dias, sendo praticamente lógico, pois não jogaram muito antes de vir” à Quito, declarou à prensa o uruguaio Pablo Repetto, técnico do ‘Rei de Copas’ equatoriano que no seu historial possui os títulos da LIBERTADORES de 2008 e da RECOPA Sul-Americana de 2009 e 2010.

Por sua vez, o capitão da centenária ‘AKD’, o espanhol Beñat San José, declarou que “vamos confiados que faremos uma boa partida” na capital equatoriana.

“Temos que fazer uma forte barreira, e jogar nosso futebol quando tivermos a bola, buscando nossa melhor técnica para chegar ao arco rival. Vamos ir com tudo frente a este complicado adversário”, acrescentou.

Os juízes serão os paraguaios Eber Aquino (central), acompanhado pelos bandeirinhas e compatriotas Carlos Cáceres e Roberto Cañete.

Estatísticas

Liga de Quito – Bolívar

Amplo historial dos 9 encontros internacionais oficiais

Quatro vitórias de Bolívar, três de Liga de Quito e 2 empates com uma curiosidade: nunca houve um visitante triunfador

Liga de Quito local

Registra três sem ganhar por torneios Conmebol, desde o dia 23 de fevereiro de 2016 ante San Lorenzo 2-0 (Diego Morales 2) pela Copa Libertadores

Excelente rendimento na Copa Sul-Americana: 21 – 4 – 4

Dos últimos 20 jogos perdeu apenas um: Universidad de Chile 1-0 (Vargas) na final da edição 2011

Oficialmente recebeu em 8 ocasiões equipes da Bolívia (6 – 1 – 1)

A única derrota foi com The Strongest 3-0 (Coelho, Escobar, Cristaldo) na Copa Sul-Americana 2005

Bolívar visitante

Em torneios Conmebol leva três derrotas consecutivas e 10 sem triunfos. O último aconteceu no dia 26 de março de 2014 ante León F. C. por 1-0 (Ferreira) pela Copa Libertadores

Na Copa Sul-Americana apenas ganhou uma das 17 que disputou: Aurora 2-1 (Morel – Sandy, Tufiño) no dia 12 de agosto de 2004, que nunca conquistou fora do seu país

Equador sempre foi um local complicado para Bolívar. Apresentou-se neste lugar 8 vezes, com 7 derrotas e 1 empate. Este foi ante Liga de Quito 1-1 (Murillo – Chiorazzo) no dia 25 de novembro de 2004

Árbitro – Eber Aquino

Será sua quinta partida pela Copa Sul-Americana

Três nesta edição: Dep. Anzoátegui 3 – Huracán 0, Fluminense 2 – Liverpool 2 e Fuerza Amarilla 1 – Santa Fe 1

Nunca comandou Liga de Quito e arbitrou uma vez o Bolívar: U. de Concepción 0-2 (Sul-Americana 2016).

 

Independiente busca no deserto ante Iquique definir o passe às Oitavas 

Com uma vantagem de 4-2 na ida, mas afetado pelas baixas, Independiente da  Argentina enfrentará na quarta-feira na altura de Calama, norte chileno, o Deportes Iquique para definir o passe às Oitavas da CONMEBOL SUL-AMERICANA 2017.

Na partida de ida, os argentinos superaram os chilenos durante vários momentos do jogo, mas Iquique resistiu, evitou uma goleada e alcançou dois gols de visita que o permite sonhar. 

A altura de Calama, uns 2.600 metros de altitude, e algumas baixas por lesão são interrogantes sobre a visita.

A equipe liderada por Ariel Holan não contará com o atacante Martín Benítez, que sofreu uma distorção no joelho direito, ausência que poderia somar o capitão Nicolás Tagliafico, que também se recupera de uma lesão no tornozelo.

Outra baixa por lesão é a de Juan Sánchez Miño, que sofreu um machucado.

‘Los Diablos Rojos’ encontrarão pela frente um difícil e experiente time chileno, ‘Los Dragones Celestes’, que estão enfocados em manter em zero o seu arco, primeira tarefa da equipe de Jaime Vera, que buscará uma maneira para enfrentar um rival que em seu território mostrou-lhe os dentes. 

Um tropeço na arrancada do Torneio Transición do Chile, com uma derrota estreita ante Everton, somou para a derrota dos chilenos que já se despediram da LIBERTADORES 2017.

Iquique junto com Palestino são as duas equipes chilenas que continuam na carreira da Sul-Americana.

O duelo será disputado no Estádio “Zorros del Desierto” de Calama, uma distância de 1.500 km ao norte de Santiago, a partir das 20:45, com a arbitragem do brasileiro Rapahel Claus assistido pelos compatriotas Bruno Pires e Dewson Silva.

Estatísticas:

Dep. Iquique – Independiente

O único antecedente oficial foi a vibrante partida de ida, disputada no dia 12 de julho, onde Independiente venceu por 4-2 (Franco, Barco, Fernández, Domínguez – Bielkiewicz, Espinoza)

Dep. Iquique local

Registra duas vitórias consecutivas por torneios Conmebol, ambas na fase de grupos deste ano pela Copa Libertadores: Zamora F. C. 4-3 e Grêmio 2-1

Na Copa Sul-Americana nunca recebeu gols em suas três apresentações: Universidad Católica 0-0 (2011), Nacional 2-0 (2012) e Universitario de Sucre 1-0 (2014)

Foi derrotado uma única vez quando recebeu uma equipe argentina de forma oficial: Vélez Sársfield 1-3 (Villalobos – Domínguez, Romero, Copete) no dia 2 de abril de 2013

Independiente visitante

Pela Copa Sul-Americana registra seis sem perder, desde o dia 8 de novembro de 2012: Universidad Católica 2-1 (Ríos 2 – Santana)

Nunca ganhou no Chile nas suas 10 apresentações por torneios Conmebol

Perdeu 5 e empatou 3. Estes foram: Colo Colo 0-0 (Final Copa Libertadores 1973), Universidad Católica 0-0 (Grupo semifinal Copa Libertadores 1984) e Universidad Católica 3-3 (Fase de grupos Copa Mercosul 2000)

Árbitro – Raphael Claus

Tem 7 duelos pela Copa Sul-Americana

Dois na atual edição: Estudiantes de Caracas 2 – Sol de América 3 e Sportivo Luqueño 2 – Deportivo Cali 1

Nunca arbitrou oficialmente as equipes Deportes Iquique e Independiente.

 

Olímpia e Nacional lutarão por quebrar o empate em vibrante duelo paraguaio

Um empate de 1-1 no duelo de ida da Segunda Fase da CONMEBOL SUL-AMERICANA 2017 e mesmo resultado no sábado anterior pelo campeonato paraguaio, convidam Olímpia e Nacional para a reverter este panorama nesta quarta-feira, quando se enfrentarão por uma vaga nas Oitavas de Final do Campeonato Continental.

Porta-vozes do Olímpia, um dos clubes mais populares do Paraguai, estimam um público de 30.000 pessoas que estarão presentes na noite desta quarta-feira no Estádio Defensores del Chaco.

Ambas as equipes não puderam tirar proveito nas duas partidas que disputaram em menos de um mês, a partida de ida pela SUL-AMERICANA e o jogo pelo Campeonato Clausura local no final da semana passada (1-1).

O DT do Olímpia, Ever Almeida, guardou para este crucial encontro o experiente atacante Roque Santa Cruz, o goleador Néstor Camacho, o defesa Darío Verón e o volante Richard Ortíz.

“Eu quero todos, mas saudáveis”, declarou Almeida em uma conferência de prensa. “A revanche não será fácil”, admitiu o Técnico.

O defesa do Nacional, Carlos Bonet, admitiu que Olímpia tem a favor uma diferença de gol, mas mesmo assim “tudo está bastante parelho”.

“A partida deve ser disputada. Somos conscientes que devemos lutar”, enfatizou.

O duelo estará sob o comando do árbitro brasileiro Wilton Sampaio, acompanhado pelos bandeirinhas e compatriotas Rodrigo Correa e Guilherme Díaz.

Estatísticas:

Olímpia – Nacional de Assunção

Nivelado historial em partidas internacionais oficiais

Duas vitórias do Olímpia, uma do Nacional e dois empates

Olímpia local

Em torneios Conmebol apenas perdeu uma das últimas 10: Pumas 2-0 (Quiñones, Sosa) no dia 1 de março de 2016 pela Copa Libertadores

Excelente rendimento na Copa Sul-Americana (5 – 5 – 1)

Sua única derrota foi ante Emelec 1-0 (Nasuti) no dia 28 de agosto de 2012

Recebeu outras equipes do seu país em 29 ocasiões por torneios Conmebol (13 – 11 – 5)

Nacional de Assunção visitante

Será seu encontro número 30 por torneios Conmebol: 3 – 8 – 18

Seus triunfos foram: Olímpia 2-1 (Libertadores 1983), El Nacional 5-0 (Libertadores 2009) e Universidad de Concepción 3-1 (Sul-Americana 2015)

Árbitro – Wilton Sampaio

Registra 5 partidas pela Copa Sul-Americana

Debutou no campeonato no dia 22 de agosto de 2013: Portuguesa 1 – Bahía 2

Nunca comandou o Nacional e arbitrou uma vez o Olímpia: Emelec 2-2 (Libertadores 2016).

 

 

 

CONMEBOL.com / AFP

Estatísticas: Eduardo Bolaños

 

 

 

Ultimas Noticias