NOTICIA DESTACADA

2 times brasileiros e 1 equatoriano conquistam leve vantagem no torneio
2 times brasileiros e 1 equatoriano conquistam leve vantagem no torneio
CONMEBOL deixa de exigir teste negativo de COVID para suas competições
CONMEBOL deixa de exigir teste negativo de COVID para suas competições
Detentores de direitos televisivos confirmados para a Sub-20 Intercontinental
Detentores de direitos televisivos confirmados para a Sub-20 Intercontinental

Colômbia está pronta para o apito inicial do Mundial de Futsal

Três sedes, 24 seleções, 336 jogadores: Colômbia se prepara para receber a oitava edição da Copa Mundial de Futsal da FIFA, que a partir do sábado até o dia 1 de outubro procurará consagrar o melhor do mundo no futebol de salão. Argentina, Brasil, Paraguai e Colômbia representarão o futsal sul-americano.

Três sedes, 24 seleções, 336 jogadores: Colômbia se prepara para receber a oitava edição da Copa Mundial de Futsal da FIFA, que a partir do sábado até o dia 1 de outubro procurará consagrar o melhor do mundo no futebol de salão. 

"É um esporte muito atrativo, muito interesante, é um show, um espetáculo, as jogadas que fazem. Eu acho que vai ter um muito bom acolhimento nas pessoas", disse à AFP o diretor do torneio, o colombiano Iván Novella.

Esta será a terceira vez que o máximo encontro orbital do futebol de salão vai ser realizado na América Latina, depois de Guatemala-2000 e Brasil-2008. Anteriormente foi realizado na Holanda (1989), Hong Kong (1992), Espanha (1996), Taiwan (2004) e Tailândia (2012).

No evento participarão oito equipes americanas, sete europeias, cinco asiáticas, três africanas e uma da Oceania. Como favoritos partem as potencias globais desta disciplina: Brasil, campeão defensor, com cinco copas, e España, com as duas restantes.

"Nossa meta é chegar à final do mundo", afirmou em abril o brasileiro Alessandro Rosa Vieira, mais conhecido como Falcao, a Caracol Radio.

Considerado o melhor jogador de futsal da história, Falcao competirá em sua última Copa do Mundo e neste 2016 vestirá por última vez as cores da verde-amarela.

Com 39 anos, a estrela procurará quebrar três recordes: ser o jogador com maior número de participaciones em uma Copa do Mundo, com cinco; máximo goleador trás realizar 38 gols, a cinco do registro, e mais jogos disputados, ao registrar 30 aparições, dois menos que a marca.

– Artilharia pesada –

Aparte do famoso número "12", estarão presentes os três goleadores da Tailândia-2012: o brasileiro nacionalizado russo Eder Lima, o italiano Rodolfo Fortino e o brasileiro Fernandinho.

Em tanto, participarão destacados goleiros, vitais em um esporte na qual enchem as agitadas ofensivas. Paco Sedano, o último sobrevivente da equipe campeã em Taiwan-2004, comandará a seleção espanhola. O "Luva de Ouro" na Tailândia, o italiano Stefano Mammarella, e Tiago, do vigente campeão Brasil, voltarão a defender as cores dos seus países.

Também estará Higuita, o brasileiro nacionalizado kazajo, considerado o melhor goleiro do mundo em 2015 e um referente do "goleiro-jogador", segunda a FIFA.

Pelo combinado anfitrião se destaca o defesa Angellott Caro, que competiu na Tailândia-2012, onde os cafeteiros ficaram eliminados nas semifinais ao perder por 3-1 ante Brasil.

O Mundial de Futsal será o segundo Mundial da FIFA que realiza Colômbia nos últimos cinco anos. Em 2011 acolheu o Mundial Sub-20, na qual o Brasil, comandado por Óscar, Casemiro e Philippe Coutinho, coroou-se campeão.

Segundo Novella, trás a "muito boa" organização para essa competição juvenil, na qual assistiram mais de 1,3 milhões de pessoas, o país postulou para a máxima cita do futebol de salão.

"Digamos que isso traz tranquilidade para FIFA de que aqui o Mundial de futsal vai organizar e cumprir com todos os padrões necessários", afirmou.

– Em Cali, Medelim e Bucaramanga –

No começo, reconheceu, eram seis sedes, porém por inconvenientes na construção dos cenários o número foi reduzido em três cidades: Cali (oeste), Medelim (noroeste) e Bucaramanga (nordeste). "Os cenários não iam estar a tempo e por isso não se tiveram em conta", adicionou.

Em Cali, está o Coliseu del Pueblo, com capacidade para 12.000 espectadores, que albergará a inauguração e a final. No cenário de Medelim, Iván de Bedout, tem lugar para 6.000 pessoas e no Coliseu Bicentenario de Bucaramanga, para 7.000.

"Esperamos chegar a mais de 60% de assistência" da capacidade total dos três recintos esportivos, uns 150.000 assistentes, susteve Novella, que adicionou que mais de 130 países compraram os direitos de televisão.

Para o Mundial, foi investido cerca de 43.000 milhões de pesos (uns 14,6 milhões de dólares), entre infraestrutura e organização, procedentes das cidades-sede, FIFA e Coldeportes, a entidade estatal encarregada do esporte colombiano.

Estas são as seleções participantes:

Grupo A: Colômbia, Portugal, Uzbequistão, Panamá

Grupo B: Tailândia, Cuba, Rússia, Egito

Grupo C: Paraguai, Itália, Vietnã, Guatemala

Grupo D: Ucrânia, Brasil, Moçambique, Austrália

Grupo E: Argentina, Cazaquistão, Ilhas Salomão, Costa Rica

Grupo F: Irã, Espanha, Marrocos, Azerbaijão 

 

por Rodrigo ALMONACID/AFP

Fotos:AFP

Design:RS/conmebol.com

Últimas Noticias