NOTÍCIAS DESTACADA

Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções

CONMEBOL SUL-AMERICANA conhecerá os próximos dois classificados às Finais

Argentino Arsenal busca sua recuperação ante Sport Recife

O argentino Arsenal receberá quinta-feira à noite o Sport Recife com uma difícil missão de reverter sua derrota de 2-0 no duelo de ida no Brasil na revanche da segunda rodada da CONMEBOL Sul-Americana.

A partida será disputada no Estádio Julio Grondona às 19H15 local (22H15 GMT) de quinta-feira com a arbitragem do venezuelano Jesús Valenzuela, acompanhado pelos bandeirinhas e compatriotas Carlos López e Franchescoly Chacon.

O vencedor desta série enfrentará nas oitavas de final o vitorioso da chave onde disputam Ponte Preta e o paraguaio Sol de América, com uma vantagem parcial dos brasileiros, líderes no choque de ida (1-0).

Estas são as possíveis formações:

Arsenal: Pablo Santillo – Sergio Velázquez, Marcos Curado, Facundo Monteseirín, Claudio Corvalán ou Facundo Cardozo – Leonardo Rolón, Germán Ferreyra, Emiliano Papa, Federico Milo ou Iván Bella – Lucas Wílchez – Juan Brunetta. Diretor técnico: Humberto Grondona.

Sport Recife: Agenor ou Magrão – Samuel Xavier, Durval, Ronaldo Alves, Sander – Patrick, Rithely, Everton Felipe, Mena – Diego Souza e André. Diretor técnico: Vanderlei Luxemburgo.

DADOS:

Arsenal – Sport Recife 

O único antecedente internacional oficial foi a partida de ida, onde venceu Sport Recife por 2-0 com gols de André no segundo tempo

Arsenal local

Ótimo rendimento pela Copa Sul-Americana: 6 – 7 – 2

As únicas derrotas foram: América de México 2-1 (Final 2007) e Universidad de Chile 2-1 (Quartas de final 2011)

Nivelado rendimento ao receber as equipes brasileiras pela Conmebol (2 – 1 – 2)

Os triunfos: Fluminense 2-0 (Libertadores 2008) e São Paulo 2-1 (Libertadores 2013)

Sport Recife visitante

Registra 8 partidas sem vencer por torneios Conmebol, desde o dia 29 de abril de 2009 ante Liga de Quito por 3-2 (Espinoza, Vera – Andrade 2, Igor)

Foi derrotado em sua única apresentação na Argentina de forma oficial: Huracán 3-0 (Ábila 2, Bogado) pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana 2015

Árbitro – Jesús Valenzuela

Tem 8 jogos pela Copa Sul-Americana

Três na atual edição: Juan Aurich 0 – Arsenal 2, Defensa y Justicia 0 – São Paulo 0 e Cerro Porteño 2 – Boston River 1

Não arbitrou as equipes Sport Recife e Arsenal, somente o mencionado duelo ante Juan Aurich

 

Medellin lutará contra Racing para seguir seu caminho

O colombiano Deportivo Independiente Medellín buscará nesta quinta-feira reverter em seu estádio o 3-1 que recebeu um mês atrás com o Racing da Argentina em Buenos Aires, podendo assim chegar às oitavas de final da  CONMEBOL Sul-Americana 2017.

O ‘Poderoso da Montanha’ receberá na quinta-feira à noite a partir das 19H45 locais (00H45 GMT de sexta-feira) a ‘Academia’ no Estádio Atanasio Girardot de Medellin (noroeste).

O trio paraguaio para o duelo está conformado pelo árbitro Ulises Mereles, assistido por Juan Zorrilla e Darío Gaona.

Possíveis formações:

Deportivo Independiente Medellín: David González – Jonathan Lopera, Andrés Mosquera, Santiago Echeverría, Yulián Gómez – Didier Moreno, Eduard Atuesta, John Hernández, Daniel Cataño – Juan Fernando Quintero – Edinson Toloza. DT: Juan José Peláez.

Racing Club: Juan Musso – Iván Pillud, Juan Gabriel Patiño, Miguel Barbieri, Lucas Orban, Leandro Grimi – Matías Zaracho, Egidio Arévalo Ríos, Diego González – Ricardo Noir e Pablo Cuadra. DT: Diego Cocca.

DADOS:

Independiente Medellín – Racing Club

Registram três enfrentamentos internacionais oficiais, todos com triunfos do  Racing Club

Fase de grupos Libertadores 1967: 2-0 (Maschio, Raffo) em Medellin e 5-2 (Martinoli 2, Rubén Díaz, Basile, Juan José Rodríguez – Devani, Colonia) em Buenos Aires

Partida de ida no dia 29 de junho: 3-1 (Barbieri, Fernández, Acuña – Toloza)

Independiente Medellín local

Está invicto na Copa Sul-Americana (2 – 3 – 0)

Edição 2006: Deportes Tolima 1-1

Edição 2016: U. Católica de Quito 1-1, Sportivo Luqueño 3-0, Santa Cruz 2-0 e Cerro Porteño 0-0

Venceu apenas uma das cinco vezes quando recebeu equipes argentinas pela Conmebol: Boca Juniors 1-0 (Montoya) na Copa Libertadores 2003

Racing Club visitante

Nunca ganhou na Copa Sul-Americana (0 – 2 – 3)

Por torneios Conmebol jogou seis vezes na Colômbia: 2 – 3 – 1

Sua única derrota aconteceu ante Atlético Nacional 2-0 (Tréllez, Villa) nas oitavas de final da Copa Libertadores 1989

Árbitro – Ulises Mereles

Registra 6 partidas pela Copa Sul-Americana

Uma na atual edição 2017: São Paulo 1 – Defensa y Justicia 1

Nunca arbitrou o Independiente Medellín e uma vez comandou o Racing Club: Bolívar 4-1 (Copa Libertadores 2016)

 

CONMEBOL.com

Eduardo Bolaños

 

 

 

Dados: Eduardo Bolaños

AFP

Ultimas Noticias