NOTÍCIAS DESTACADA

Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções

Continuam os jogos da fase de grupos

libertadores-11mar-750px

Nesta quinta-feira, continuam os duelos da Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2020, rumo à grande Final Única no Rio de Janeiro.

  • Peñarol x Wilstermann (Grupo C)
  • Colo Colo x Athletico Paranaense (Grupo C)
  • Olimpia x Defensa y Justicia (Grupo G)
  • São Paulo x Liga de Quito (Grupo D)
  • Flamengo x Barcelona (Grupo A)
  • River Plate x Binacional (Grupo D)
  • Junior x Independiente del Valle (Grupo A)

 

Peñarol busca um respiro no jogo com Wilstermann

O Peñarol recebe o boliviano Jorge Wilstermann, nesta quarta-feira, em busca de sua primeira vitória na CONMEBOL Libertadores 2020.

A partida pela segunda rodada do Grupo C será disputada às 19h15 locais (22h15 GTM) no estádio ‘Campeón del Siglo’, em Montevidéu, e será arbitrada pelo venezuelano José Argote.

O Jorge Wilstermann chega com o impulso dado pela vitória sobre o Colo Colo 2-0, enquanto o ‘Carbonero’ caiu em sua estreia contra o Athletico Paranaense 1-0.

– Estatísticas –

  • Peñarol venceu Jorge Wilstermann nas três vezes que o enfrentou em casa na CONMEBOL Libertadores, com 11 gols marcados e apenas um sofrido; a última vez foi 2-0, em 2017.
  • Peñarol manteve seu arco invicto em seus últimos cinco jogos em casa na CONMEBOL Libertadores (4V 1E entre 2018 e 2019), sendo sua maior racha histórica na competição (5 também em 1968, 5V).
  • Jorge Wilstermann acumula 24 partidas sem vencer como visitante fora da Bolívia na CONMEBOL Libertadores, com 22 derrotas e dois empates; a última vitória foi em maio de 1986, por 2 a 1, ante o Universitario, no Peru.
  • Peñarol foi a equipe que realizou menos passes (139) e os menos precisos (56,5%) na primeira jornada da fase de grupos da CONMEBOL Libertadores 2020.
  • Jorge Wilstermann marcou, no segundo tempo, seus últimos oito gols como visitante, em competições CONMEBOL: cinco na Libertadores (2018 e 2019) e três na Sul-Americana (2016 e 2018).

     

Colo Colo recebe o Athlético Paranaense

O Colo Colo precisa de uma vitória, na quarta-feira, em Santiago, contra o Athletico Paranaense para servir como salva-vidas e trazê-lo à tona no Grupo C da CONMEBOL Libertadores 2020.

A partida será disputada no estádio Monumental, em Santiago, às 19h15 locais (22h15 GMT), com a arbitragem do colombiano Nicolás Gallo.

O ‘Cacique’, único time chileno a vencer a Libertadores, caiu na estreia  contra o Wilstermann 2-0. Enquanto o Paranaense derrotou o Peñarol 1-0 como local.

– Estatísticas –

  • Colo-Colo e Athletico Paranaense se enfrentarão pela primeira vez em competições CONMEBOL.
  • Colo-Colo perdeu seis de seus últimos nove jogos contra rivais do Brasil na CONMEBOL Libertadores (1V 2E), incluindo uma racha atual de três derrotas consecutivas; venceu apenas um jogo, 1-0 em casa contra o Corinthians em 2018.
  • Athletico Paranaense perdeu os últimos cinco jogos como visitante na CONMEBOL Libertadores, sendo sua racha mais longa na competição; a última vez que ele evitou a derrota foi no Chile, venceu o Universidad Católica por 3-2, em 2017.
  • Colo-Colo acertou um remate ao arco em cada um dos seus últimos quatro jogos na CONMEBOL Libertadores (1 gol – 4D); três vezes em 2018 e uma vez em sua estreia na edição 2020 ante o Jorge Wilstermann (derrota 0-2).
  • Athletico Paranaense foi o único time com dois jogadores com mais de 100 toques de bola na primeira jornada da fase de grupos da CONMEBOL Libertadores 2020; Thiago Heleno teve 107 e Robson Bambu 101 na vitória por 1-0 contra o Peñarol.

 

Olimpia quer levantar voo ante Defensa y Justicia

O Olímpia do Paraguai passará por uma dura prova, nesta quarta-feira, em casa, contra o impetuoso Defensa y Justicia da Argentina pelo Grupo G da CONMEBOL Libertadores.

A partida será a partir das 21h30 (00h30 GMT da quinta-feira) no estádio Manuel Ferreira.

O ‘Decano’ do futebol guarani, grande protagonista do torneio com três conquistas, chega ao duelo depois de empatar com o Delfín 1-1 como visitante. E seu rival, o ‘Halcón’, caiu em seu primeiro jogo, contra o Santos 2-1.

– Estatísticas –

  • Olímpia enfrentará Defensa y Justicia pela primeira vez em competições CONMEBOL. 
  • Olímpia perdeu apenas um de seus 17 jogos como local contra rivais argentinos na CONMEBOL Libertadores (13V 3E); foi em 2004, 0-2 contra o Rosario Central.
  • Defensa y Justicia não perdeu nenhum dos três jogos em que marcou como visitante em competições CONMEBOL (2V 1E); caiu nos quatro restantes em que não converteu (todos na Sul-Americana, entre 2017 e 2019).
  • Derlis González tentou metade dos remates (7 de 14) do Olímpia na estreia da CONMEBOL Libertadores 2020 (1-1 contra o Delfín).
  • Juan Rodríguez marcou o primeiro gol do Defensa y Justicia na CONMEBOL Libertadores; além disso, foi o jogador do Halcón com mais lances (5) e interceptações (3) na derrota por 2-1 ante o Santos.

 

São Paulo, obrigado a ganhar do Liga de Quito

O brasileiro São Paulo está obrigado a vencer em casa, nesta quarta-feira, o Liga Deportiva Universitaria (LDU) de Quito, para não ficar fora do Grupo D da CONMEBOL Libertadores, depois de iniciar o torneio com uma derrota.

A partida será disputada nesta quarta-feira às 21h30 locais (00h30 GMT da quinta-feira) no Estádio Morumbi, em São Paulo, e será comandada pelo uruguaio Esteban Ostojich, assistido nas bandas por seus compatriotas Nicolás Tarán e Agustín Berisso.

O São Paulo estreou na fase de grupos com uma derrota por 2-1 em sua visita ao Binacional peruano. Enquanto isso, o LDU goleou o River Plate por 3-0.

– Estatísticas –

  • São Paulo e Liga de Quito se enfrentaram apenas em 2004 pela CONMEBOL Libertadores; cada um venceu seu jogo como local, 3-0 a equipe equatoriana e 1-0 a do Brasil.
  • São Paulo não marcou nos últimos dois jogos em casa na CONMEBOL Libertadores (1E 1D); algo que nunca tinha acontecido com ele no campeonato.
  • Liga de Quito não ganhou nenhum dos seus últimos 22 jogos como visitante na CONMEBOL Libertadores (7E 15D); a vitória mais recente fora de casa foi contra o Arsenal de Sarandí 1-0, em 2008.
  • Antony foi o jogador do São Paulo que participou de mais remates na estreia do time na fase de grupos da CONMEBOL Libertadores 2020 (derrota por 1-2 contra o Deportivo Binacional); fez isso em nove dos 18 da equipe, com seis tiros e três chances criadas.
  • Junior Sornoza, do Liga de Quito, foi o segundo jogador com mais chances criadas na primeira jornada da fase de grupos da CONMEBOL Libertadores 2020 (3-0 x River Plate); fez seis, incluindo a assistência para o primeiro gol da equipe.

 

Flamengo quer manter seu domínio sobre o Barcelona

O defensor do título, o Flamengo brasileiro, estreia nesta quarta-feira diante de sua torcida na Libertadores 2020, recebendo no Maracanã o Barcelona de Guayaquil, ante o qual buscará uma vitória para se aproximar das oitavas de final.

O Flamengo começou a fase de grupos com uma vitória por 2-1 em sua visita ao colombiano Junior de Barranquilla. Seu rival caiu por 3-0 em casa contra o Independiente del Valle.

A partida será disputada às 21h30 de quarta-feira (00h30 GMT de quinta-feira) no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, e será liderada pelo argentino Facundo Tello, assistido nas bandas por seus compatriotas Julio Fernández e Pablo González.

– Estatísticas –

  • Flamengo e Barcelona se enfrentarão pela primeira vez em competições CONMEBOL.
  • Flamengo manteve seu arco invicto nos últimos quatro jogos como local em competições CONMEBOL, sendo sua maior racha histórica; venceu todos os quatro jogos e marcou 12 gols.
  • Barcelona venceu quatro de seus 10 jogos como visitante no Brasil na CONMEBOL Libertadores (2E 4D); três foram entre os quatro mais recentes, todos em 2017.
  • Flamengo marcou, no segundo tempo, 15 de seus últimos 18 gols em competições CONMEBOL, incluindo cinco dos sete em 2020 entre a Recopa e a Libertadores.
  • Fidel Martínez participou de cinco gols em seus três jogos como visitante com o Barcelona na CONMEBOL Libertadores 2020; marcou quatro e participou de um.

 

River, pela recuperação e sem público ante Binacional

O argentino River Plate, atual vice-campeão da CONMEBOL Libertadores, tentará se recuperar da queda que sofreu na abertura quando receba, nesta quarta-feira, o Binacional do Peru pelo Grupo D, que teve sua estreia de sonho no torneio continental.

O River tentará corrigir o rumo após a goleada sofrida contra o Liga de Quito, no Equador (3-0), em sua estreia. Enquanto isso, seu rival chega a Buenos Aires após uma histórica vitória contra o poderoso São Paulo 2-1.

A partida será disputada no estádio Monumental na quarta-feira, às 19h15 locais (22h15 GTM), com arbitragem do venezuelano Jesús Valenzuela.

– Estatísticas –

  • River Plate e Deportivo Binacional se enfrentarão pela primeira vez em competições CONMEBOL.
  • River Plate venceu 12 de seus 14 jogos como local contra rivais do Peru na CONMEBOL Libertadores; nos demais, perdeu 0-1 ante o Universitario em 1967 e empatou 1-1 em 2015, com Juan Aurich.
  • Deportivo Binacional jogou apenas uma partida como visitante em competições CONMEBOL, na Argentina; caiu 1-4 ante o Independiente na Sul-Americana 2019.
  • River Plate marcou, nos pênaltis, três de seus últimos quatro gols como local na CONMEBOL Libertadores; a mesma quantidade que nos 46 anteriores convertidos, em casa, na competição.
  • Johan Arango, do Deportivo Binacional, foi um dos cinco jogadores que marcaram e deram assistência na primeira jornada da fase de grupos da CONMEBOL Libertadores 2020; além disso, foi o jogador que participou de mais remates para o Bi (2 tiros e 5 chances criadas).

 

Junior planeja recuperar pontos em jogo com Independiente del Valle

Um Junior de Barranquilla ferido, tentará se recuperar, nesta quarta-feira, durante sua visita ao Independiente del Valle em Quito, pela segunda rodada do Grupo A da Copa Libertadores-2020.

O ‘tubarão’ colombiano, que estreou com uma derrota por 2-1 em casa contra o Flamengo do Brasil, atual monarca do torneio, travará uma segunda batalha copeira contra o ‘rayado’ equatoriano, outro campeão regional (da Sul-Americana) e que chega ao certame depois de golear o Barcelona 3-0.

A partida será realizada no Estádio Olímpico de Atahualpa a partir das 19h30 locais da quarta-feira (00h30 GMT da quinta-feira) com a arbitragem dos peruanos Diego Haro (central), Víctor Raez e Raúl López.

– Estatísticas –

  • Independiente del Valle e Junior se enfrentarão pela primeira vez em competições CONMEBOL.
  • Independiente nunca perdeu em seus 15 jogos como local na CONMEBOL Libertadores (9V 6E); empatou sua única partida contra um rival da Colômbia, 1-1 contra o Atlético Nacional na final de 2016.
  • Junior perdeu seus últimos quatro jogos como visitante na CONMEBOL Libertadores; apenas uma vez teve uma marca maior na competição (5D entre 1978 e 1984).
  • Independiente del Valle foi o time com passes mais completos (477) e o de melhor precisão (88,2%) na primeira jornada da fase de grupos da CONMEBOL Libertadores 2020; Cristian Pellerano foi o jogador que completou mais (92/94 – 97,9%).
  • Teófilo Gutiérrez marcou quatro dos últimos sete gols do Junior em competições CONMEBOL; três na Sul-Americana 2018 e uma na atual Libertadores.

 

 

 

 

 

 

CONMEBOL.com / OPTA

Ultimas Noticias