NOTICIA DESTACADA

A Festa Sul-Americana chega a Córdoba!
A Festa Sul-Americana chega a Córdoba!
CONMEBOL realiza Seminário ‘Desenvolvendo sua Própria Metodologia’
CONMEBOL realiza Seminário ‘Desenvolvendo sua Própria Metodologia’
Classificados para as Semifinais da CONMEBOL Libertadores de Futsal 2022
Classificados para as Semifinais da CONMEBOL Libertadores de Futsal 2022

Copa América Centenário: reações dos técnicos após sorteio

O técnico argentino Gerardo Martino celebrou na noite de domingo o sorteio clemente para a sua seleção na Copa América Centenário-2016, na fase inicial, enquanto o brasileiro Dunga disse que sua equipe deverá estar "atenta" para o surpreendente Equador.

O técnico argentino Gerardo Martino celebrou na noite de domingo o sorteio clemente para a sua seleção na Copa América Centenário-2016, na fase inicial, enquanto o brasileiro Dunga disse que sua equipe deverá estar "atenta" para o surpreendente Equador.

Estas são as reações de alguns dos treinadores presentes no sorteio realizado no Hammerstein Ballroom de Nova Iorque:

– Gerardo Martino (Argentina): "Na última Copa ficamos com o grupo difícil. Agora será com outros. Preocupamos com as distâncias a percorrer. Por isso viemos esta semana aos EUA para resolver esse tema. Não se pode comparar este jogo (contra o Chile) com a final da Copa América que foi uma coisa única".

– Juan Pizzi (Chile): "Sempre é difícil enfrentar a Argentina pela quantidade de jogadores que tem, mas dentro de seu plantel está provavelmente o melhor jogador da história. Esperemos que possamos competir. Vamos ver o que acontece. Temos respeito a todos. São equipes que seguramente vão tentar fazer uma ótima Copa América e vão propor dificuldades.

– Dunga (Brasil) : "Todos os grupos são parelhos. O futebol é muito momentos. Equador passa por um momento excelente agora. Temos que estar muito atentos.

– Gustavo Quinteros (Equador): "Brasil é um rival duríssimo. É uma seleção que tem ótimos jogadores e que está em processo de formação. Certamente vamos ter que estar 100% para obter um bom resultado.

– Hernán Darío Gómez (Panamá): "É importante jogar contra Argentina e Chile. Quando chegamos a este torneio é para jogar contra os grandes. Panamá é uma equipe forte, atenta, ordenada e concentrada em seu trabalho".

– Ramón Díaz (Paraguai): No Chile chegamos como coelhinhos da Índia e fomos até o final. Vamos nos preparar para fazer um bom papel. Argentina e Brasil são as equipes da morte. Estamos tranquilos com o grupo.

– José Pekerman (Colômbia): "Se recuperarmos o futebol e os futebolistas que perderam um pouco de ritmo podemos fazer um bom papel. Agora nossa cabeça está nos dois jogos de eliminatórias que vêm agora em março, que são muito importantes e precisamos de bons resultados".

– Jurgen Klinsmann (Estados Unidos): "É um grupo excitante. Obviamente a Colômbia é uma das melhores equipes da América do Sur com Pekerman, um treinador maravilhoso. E também a Costa Rica é muito forte. É um grupo muito difícil, mas dá pra enfrentar".

– Noel Sanvicente (Venezuela): "Creio que é um grupo bom o bastante para nós. O importante é chegar bem e poder ganhar o primeiro jogo. Venezuela tem novos jogadores, México é favorito. Ganhar deles faria barulho".

Juan Carlos Osorio (México): "Ficamos muito satisfeitos com o grupo. Pensamos que é uma boa combinação. Uruguai seguramente é muito bom no jogo aéreo, na bola parada, tem goleadores de elite. A Venezuela tem uma equipe bem técnica e a Jamaica é um time muito atlético. Vai ser um bom desafio para nós".

 

 

por Mariano Andrade/AFP

Edição: conmebol.com

Foto: CONCACAF

Últimas Noticias