NOTICIA DESTACADA

A Festa Sul-Americana chega a Córdoba!
A Festa Sul-Americana chega a Córdoba!
CONMEBOL realiza Seminário ‘Desenvolvendo sua Própria Metodologia’
CONMEBOL realiza Seminário ‘Desenvolvendo sua Própria Metodologia’
Classificados para as Semifinais da CONMEBOL Libertadores de Futsal 2022
Classificados para as Semifinais da CONMEBOL Libertadores de Futsal 2022

Copa Bridgestone Libertadores: quatro jogos nesta terça-feira

Quatro jogos serão disputados nesta terça-feira, 1ºde março, pela Copa Bridgestone Libertadores. Arequipa, Assunção, Medelin e Montevidéu são as sedes.

Obrigado a ganhar, Melgar do Peru recebe Independiente del Valle

Melgar, campeão peruano que acumula duas derrotas consecutivas na competição, recebe nesta terça o equatoriano Independiente del Valle com a urgência de somar no jogo pela terceira data do Grupo 5 da Copa Libertadores da América-2016.

O treinador Juan Reynoso apostará em um time totalmente ofensivo para enfrentar o time do Equador, até agora com um ponto e também necessitado de vitórias.

Por sua parte, a equipe equatoriana Independiente del Valle, dirigida pelo uruguaio Pablo Repetto, chega na cidade de Arequipa (sul do Peru) com sede de vitória.

Os equatorianos que chegam pela terceira vez na Copa Libertadores, procuram superar suas participações anteriores, onde caíram nas fases iniciais.

O jogo, programado para as 15H15 locais (20H15 GMT) no estádio UNSA de Arequipa, será arbitrado pelo uruguaio Oscar Rojas, acompanhado por seus compatriotas Nicolás Taran e Horacio Ferreiro.

O Grupo 5 da Copa Libertadores é liderado pelo Atlético Mineiro com seis pontos, seguido por Colo Colo do Chile com 4, Independiente del Valle com 1 e Melgar sem pontos.

Possíveis formações:

Melgar: Daniel Ferreyra – Edgar Villamarín, Jesús Arismendi, Minzum Quina – Alexis Rivas, Anderson Santamaría, Nilson Loyola, Alexis Arias – Ysrael Zúñiga, Bernardo Cuesta e Omar Fernández. DT: J. Reynoso.

Independiente: Librado Azcona; Christian Núñez, Arturo Mina, Luis Caicedo, Luis Ayala, Mario Rizotto, Jefferson Orejuela, Emiliano Tellechea, Junior Sornoza, Bryan Cabezas, José Angulo. DT: Pablo Repetto.

Estatísticas:

Melgar – Independiente del Valle

Sem enfrentamentos internacionais oficiais.

Melgar

Tem registro negativo atuando como local na Copa Libertadores (3 – 0 – 4).

Leva três derrotas consecutivas nessa condição e não ganha desde 1 de abril de 1984: Sporting Cristal 2-0

Nunca recebeu equipes equatorianas por torneios Conmebol.

Independiente del Valle

Disputou cinco encontros como visitante pela Copa Libertadores, com 4 derrotas e só uma vitória. Esta foi ante Unión Española por 5-4  na última jornada da fase de grupos de 2014,  mas não conseguiu se classificar.

Será sua primeira apresentação oficial no Peru por competições Conmebol

Árbitro – Oscar Rojas

Estreia absoluta para este árbitro uruguaio de 39 anos em torneios Conmebol.

 

Com novo DT, Olímpia enfrenta Pumas

O Olímpia do Paraguai buscará fazer prevalecer-se como local e sua história copeira ante o Pumas do México no jogo que disputará nesta terça no estádio Manuel Ferreira pela segunda jornada do Grupo 7 da Libertadores 2016.

O time mexicano lidera a série junto com Deportivo Tachira, ambos com 3 pontos. Olímpia e Emelec do Equador fecham a chave sem unidades.

O "rei de copas" paraguaio contratou o treinador espanhol Fernando Jubero para tentar virar a página de quatro derrotas consecutivas no campeonato Abertura e seu primeiro revés no torneio durante sua visita ao Táchira da Venezuela (1-2) na semana passada.

Os mexicanos chegaram à capital paraguaia estimulados por sua vitória categórica sobre o Emelec do Equador por 4-2 e um empate importante no campeonato local no fim de semana contra o Veracruz.

 

Sob as ordens do árbitro argentino Germán Delfino, auxiliado nas linhas por seus compatriotas Hernán Maidana e Diego Bonfa, o jogo será a partir das 19H30 (22H30 GMT).

Prováveis equipes:

Olimpia: Diego Barreto – Salustiano Candia, José Leguizamón, Santiago Salcedo, Alejandro Silva – William Pittoni, Cristian Riveros, Robert Piris, Julián Benítez – Fredy Bareiro e Luis Caballero. DT: Fernando Jubero.

Pumas: Alejandro Palacios – Marcelo Alatorre, Gerardo Alcoba, Darío Verón, Luis Fuentes – Matías Britos, Ismael Sosa, Alejandro Castro, Javier Cortés – Luis Quiñones e Eduardo Herrera. DT:Guillermo Vázquez.

Estatísticas:

Olimpia – Pumas

Sem enfrentamentos internacionais oficiais.

Olímpia

Tem 140 partidas como local na Copa Libertadores com registro favorável (79 – 35 – 26). Anotou 240 gols e recebeu 130

Nessa condição leva cinco triunfos de forma consecutiva e 8 sem perder. A última derrota foi em 12 de abril de 2012 ante o Emelec por 3-2.

Em duas oportunidades foi local de equipes mexicanas de forma oficial, ambas ante o América. Empataram 1-1 na Copa Interamericana 1990 e Olímpia venceu por 3-1 na Copa Libertadores 2000

Pumas

Nunca pôde ganhar como visitante na Copa Libertadores, onde só uma vez empatou e acumulou seis derrotas. A única ocasião em que não foi vencido: 8 de maio de 2003 ante Cobreloa 0-0. Acumula três quedas sucessivas

Será sua primeira apresentação oficial no Paraguai.

Árbitro – Germán Delfino

Leva 6 partidas por Copa Libertadores

Esteve presente nas últimas três edições, desde sua estreia em 6 de março de 2013: Fluminense 1 – Huachipato 1

Nunca dirigiu de forma oficial o Olímpia nem o Pumas

 

Atlético Nacional busca ratificar favoritismo frente ao Sporting Cristal

por Carlos RODRIGUEZ/AFP

O colombiano Atlético Nacional recebe nesta terça em Medellín o peruano Sporting Cristal,  no jogo pela segunda rodada do Grupo 4 da Copa Libertadores-2016, em que os cafeteiros, com sua juvenil estrela Marlos Moreno, esperam ratificar seu favoritismo ao título.

No jogo, que se disputará no estádio Atanasio Girardot às 19H45 (00H45 GMT), o poderoso Nacional chega motivado após ganhar 2-0 de visita ao Huracán pela Libertadores e 3-0 sobre o Once Caldas pela liga local no fim de semana, em que utilizou nômina alternativa.

Por sua parte, Cristal teve um começo dubitativo na Libertadores ao ceder um empate 1-1 em casa ante o Peñarol.

O time 'cervejeiro' chegou domingo a Medellín  com bom ânimo trás a vitória no clássico peruano sobre Alianza Lima por 4-2.

O jogo será dirigido pelo trio boliviano encabeçado pelo árbitro Oscar Maldonado, acompanhado nas linhas por Javier Bustillos e José Antelo.

Equipes possíveis:

Atlético Nacional: Franco Armani – Daniel Bocanegra, Dávinson Sánchez, Alexis Enríquez, Farid Díaz – Alexander Mejía, Sebastián Pérez, Víctor Ibarbo, Orlando Berrío – Jonathan Copete e Marlos Moreno. DT: Reinaldo Rueda.

Sporting Cristal: Diego Penny – Renzo Revoredo, Jorge Cazulo, Alberto Rodríguez, Jair Céspedes – Josepmir Ballón, Horacio Calcaterra, Carlos Lobatón, Irven Ávila – Santiago Silva e Gabriel Costa. DT: Mariano Soso.

Estatísticas:

Atlético Nacional  – Sporting Cristal

Dois enfrentamentos internacionais oficiais. Ambos pela fase de grupos da Copa Libertadores 1992

Na ida, na Colômbia, venceu o local por 1-0, e na volta Atlético Nacional venceu com 3-0.

Atlético Nacional

Marca positiva atuando como local na Copa Libertadores (36 – 16 – 19)

Leva dois triunfos consecutivos nessa condição (Libertad 4-0 y Emelec 1-0)

Pela Conmebol recebeu equipes peruanas em seis ocasiões. Ganhou 4, empatou uma e só perdeu uma: Cienciano 2-0 pela semifinal da Copa Sul-Americana 2013

Sporting Cristal

Tem 101 cotejos na Copa Libertadores como visitante (17 – 24 – 60)

Leva três sem perder atuando fora do Peru (todos os jogos da edição passada). A última derrota ocorreu em 5 de fevereiro de 2014 ante Atlético Paranaense 2-1.

Não pôde ganhar em suas cinco apresentações na Colômbia pela Conmebol (todas pela Libertadores): América de Cali 1-0 (1992), Atlético Nacional 1-0 (1992), América de Cali 2-2 (1993), América de Cali 3-1 (2000) e Santa Fe 2-1 (2006)

Árbitro – Oscar Maldonado

Registra 12 cotejos pela Copa Libertadores

Debutou em 19 de abril de 2007: Santos 3 – Deportivo Pasto 0

Pela Conmebol nunca dirigiu o Atlético Nacional e, só uma vez o Sporting Cristal: Derrota contra Tigre 3-1 em 9 de abril de 2013

 

Peñarol e Huracán se enfrentam

O uruguaio Peñarol irá atrás dos três pontos que deem comodidade no Grupo 4 da Copa Libertadores quando enfrentar o argentino Huracán nesta terça em Montevidéu, ao obter um valioso empate na ida no Peru na semana passada.

Agora, depois do empate 1-1 como visitante ante o peruano Sporting Cristal na quinta passada no estádio Nacional de Lima pela primeira jornada do Grupo 4 da Copa Libertadores da América-2016, os aurinegros entrarão com tudo para obter as quatro unidades.

Huracán, por sua vez, terá obrigação de ganhar após cair 2-0 como local na estreia ante o colombiano Atlético Nacional, que completa o grupo, no passado dia 23 de fevereiro.

A partida terá lugar nesta terça às 21H45 locais, 00H45 GMT, no Estádio Centenário de Montevidéu.

A arbitragem estará a cargo de César Ramos, assistido por Marcos Quintero e Miguel Hernández, todos do México.

Prováveis equipes:

Peñarol: Gastón Guruceaga; Matías Aguirregaray, Carlos Valdez, Guillermo Rodríguez, Maximiliano Olivera; Nahitan Nández, Nicolás Freitas, Tomás Costa, Luis Aguiar; Diego Forlán e Miguel Ángel Murillo. DT Jorge Da Silva.

Huracán: Marcos Díaz – José San Román, Ezequiel Miralles, Mario Risso, Luciano Balbi – Matías Fritzler y Mauro Bogado – Daniel Montenegro, Cristian Espinoza – Ramón Abila – Alejandro Romero Gamarra. DT: Eduardo Domínguez.

Estatísticas:

Peñarol – Huracán

Quatro enfrentamentos internacionais oficiais. Duas vitórias do Peñarol e dois empates.

Peñarol 1 – Huracán 1 (Libertadores 1974)

Huracán 0 – Peñarol (Libertadores 1974)

Peñarol 1 – Huracán 0 (Conmebol 1993)

Huracán 1 – Peñarol 1 (Conmebol 1993)

Peñarol

Será seu cotejo número 170 como local na Copa Libertadores. Se vencer chegará aos 100 nessa condição (99 – 39 – 31)

Nos últimos jogos em seu país, obteve os três resultados possíveis (todos na edição 2014): Santos Laguna 0-2, Arsenal 2-1 e Deportivo Anzoátegui 1-1

Pela Conmebol recebeu times argentinos em 48 oportunidades (20 – 13 – 15). A última foi na Copa Sul-Americana 2014, quando venceu Estudiantes 2-1

Huracán

Nivelado rendimento atuando como visitante na Copa Libertadores (3 – 3 – 4)

Leva cinco sem poder ganhar nessa condição desde que derrotou Alianza Lima 4-0 na primeira fase da passada edição.

Ademais dos citados cotejos frente ao Peñarol, atuou  em outra ocasião no Uruguai de forma oficial: Defensor Sporting 0-0 em 27 de outubro de 2015

Árbitro – César Ramos

Estreia em torneios Conmebol para este árbitro mexicano de 32 anos

 

Últimas Noticias