NOTICIA DESTACADA

Cascavel conquista seu primeiro título na CONMEBOL Libertadores Futsal 2022
Cascavel conquista seu primeiro título na CONMEBOL Libertadores Futsal 2022
Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história

Copa Bridgestone Libertadores: três partidas nesta 5ª feira

Serão três jogos nesta quinta-feira (18) no marco da segunda fase da Copa Bridgestone Libertadores. Lima, Sangolqui e México DF serão as sedes.

Serão três jogos nesta quinta-feira (18) no marco da segunda fase da Copa Bridgestone Libertadores.

Lima, Sangolqui e México DF serão as sedes.

Independiente do Equador busca surpreender Colo Colo do Chile

O equatoriano Independiente del Valle tentará arrebatar o favorito chileno Colo Colo no jogo do Grupo 5 da segunda rodada de Copa Libertadores da América-2016.

Os 'rayados del valle' buscam surpreender seu rival em casa e assegurar três pontos  em Sangolquí, a uns 45 minutos de Quito, a partir das 19H45 locais (00:45 GMT), no estádio General Rumiñahui.

"Podemos competir de igual pra igual e tentaremos pegá-los de surpresa", declarou o diretor técnico do Independiente, Pablo Repetto, antes de um dos treinos.

Colo Colo, que se coroou campeão da Copa Libertadores em 1991, chega com o desafio de obter um resultado favorável como visitante em sua estreia nesta edição do certame.

"Obviamente que na nossa mente e no nosso desejo está a classificação para a seguinte etapa", expressou o técnico José Luis Sierra.

Colo Colo e Independiente integram o Grupo 5 junto com Melgar e Atlético Mineiro.

O duelo desta quinta-feira será dirigido pelo venezuelano José Argote, que será auxiliado por seus compatriotas Luis Murillo, Elbis Gómez e José Hoyo.

Possíveis formações:

Independiente del Valle: Librado Azcona – Luis Caicedo, Arturo Mina Meza, Luis Ayala, Christian Núñez – Junior Sornoza, Jefferson Orejuela, Mario Rizotto, José Angulo – Bryan Cabezas e Julio Angulo. DT: Pablo Repetto. 

Colo Colo: Justo Villar – Gonzalo Fierro, Julio Barroso, Matías Zaldivia, Jean Beausejour – Martín Rodríguez, Claudio Baeza, Esteban Pavez, Jaime Valdés – Martín Tonso e Esteban Paredes. DT: José Luis Sierra

Estatísticas:

Independiente del Valle – Colo Colo

Sem antecedentes internacionais oficiais

Independiente de Valle

Está invicto atuando como local na Copa Libertadores em cinco partidas disputadas: 3 – 2 – 0, com 7 gols convertidos e 4 recebidos.

Acumula duas vitórias sucessivas: Estudiantes 1-0 (2015) e Guaraní 1-0 (2016)

Não ganhou nas duas vezes que foi local de equipes chilenas pela Conmebol.

Universidad de Chile 1-3 (Sudamericana 2013)

Unión Española 2-2 (Libertadores 2014)

Colo Colo

Registra 109 encontros na Copa Libertadores como visitante (23 – 28 – 58)

Na edição passada, nessa condição, teve duas derrotas (Santa Fe 3-1 e Atlético Mineiro 2-0) e uma vitória (Atlas 3-1)

Será seu 15° cotejo no Equador pela Conmebol, onde venceu em apenas duas ocasiões: ambas ante Barcelona e pela Copa Libertadores: 3-2 em 1964 e 3-1 em 1982

Árbitro – José Argote

Tem 7 participações em jogos pela Copa Libertadores

Na passada edição esteve presente em cinco cotejos

Nunca dirigiu de forma oficial o Independiente del Valle nem o Colo Colo

 

Cristal do Peru recebe com toda sua artilharia o Peñarol de Forlán

O vice-campeão do Peru, Sporting Cristal, buscará com toda sua artilharia fazer respeitar sua casa quando receber nesta quinta-feira o histórico Peñarol do Uruguai no duelo que abre o Grupo 4 da Copa Libertadores 2016.

O técnico argentino Mariano Soso disse que sua equipe está preparada para debutar com vitória ante os 'Carboneros'.

Por sua parte, com cinco títulos de Copa Libertadores em sua história (1960,1961,1966,1982 e 1987), Peñarol, sob o comando de Jorge 'Polilla' Da Silva, chegou a Lima quarta-feira com o objetivo de levar os três pontos, ainda que um empate não lhe cairia mal.

"Vamos atrás de um bom resultado. Depende de como será a partida, talvez um empate não seja um mau resultado, mas vamos fazer um jogo para trazer a vitória", disse Da Silva.

O jogo está programado para esta quinta-feira às 19H45 locais (00H45 GMT) no estádio Nacional de Lima, com capacidade para 40.000 espectadores, e arbitragem do brasileiro Wilton Sampaio, acompanhado por seus compatriotas Emerson Carvalho e Alessandro Rocha.

O Grupo 4 da Libertadores está conformado por Cristal, Peñarol, Huracán da Argentina e o colombiano Atlético Nacional.

Possíveis formações:

Sporting Cristal: Diego Penny; Josué Estrada, Renzo Revoredo, Jorge Cazulo, Jair Céspedes; Josemir Ballón, Horacio Calcaterra, Carlos Lobatón, Alfredo Ramúa, Gabriel Costa; Santiago Silva. DT Mariano Soso.

Peñarol: Gastón Guruceaga; Matías Aguirregaray, Carlos Valdez, Guillermo Rodríguez, Maximiliano Olivera; Nahitán Nández, Nicolás Freitas, Tomás Costa, Luis Aguiar; Diego Forlán e Miguel Ángel Murillo. DT Jorge Da Silva

Estatísticas:

Sporting Cristal – Peñarol

Quatro antecedentes internacionais oficiais com a curiosidade de que todos saíram em empate

Sporting Cristal 0 – Peñarol 0 (Libertadores 1968)

Peñarol 1 – Sporting Cristal 1 (Libertadores 1968)

Sporting Cristal 3 – Peñarol 3 (Libertadores 1996)

Peñarol 1 – Sporting Cristal 1 (Libertadores 1996)

Sporting Cristal

Leva 101 cotejos como local na Copa Libertadores com registro favorável (44 – 30 – 27), marcando 163 gols e recebendo 121.

Não pôde ganhar nenhum dos últimos três nessa condição. A vitória mais recente foi em 29 de janeiro de 2014 ante o Atlético Paranaense 2-1

Até agora não venceu equipes uruguaias como local pela Conmebol (0 – 3 – 2). Todos em Copa Libertadores.

Nacional 0-1 (1962)

Peñarol 0-0 (1968)

Peñarol 3-3 (1996)

Defensor Sporting 0-0 (1996)

Nacional 3-4 (2002)

Peñarol

Disputará seu jogo número 165 como visitante em Copa Libertadores (50 – 36 – 78)

Leva cinco sem ganhar nessa condição. O último triunfo foi contra Deportes Iquique 2-1 em 13 de fevereiro de 2013.

Parelho histórico jogando no Peru pela Conmebol (4 – 3 – 3). Em dez cotejos enfrentou cinco rivais distintos: Universitario, Sporting Cristal, Unión Huaral, Colegio San Agustín e Alianza Lima

Árbitro – Wilton Sampaio

Acumula quatro encontros em Copa Libertadores

Debutou no certame em 17 de abril de 2013: São Paulo 2 – Atlético Mineiro 0

Nunca dirigiu o Sporting Cristal e duas vezes arbitrou com Peñarol: Arsenal 2-1 (Libertadores 2014) e Jorge Wilstermann 2-0 (Sudamericana 2014)

 

Pumas regressa à Libertadores ante Emelec, um assíduo participante

Os Pumas do México, em seu regresso à Copa Libertadores, e Emelec do Equador, un assíduo assistente  ao torneio, irão se enfrentar nesta quinta-feira na partida pela primeira jornada do Grupo 7.

Para os felinos da Universidad Nacional Autónoma de México, esta será sua terceira intervenção em torneio continental.

Guillermo Vázquez espera que seus Pumas possam contrarrestar a dinâmica do visitante equatoriano.

No Equador, o torneio recém começou e antes de ir ao México o Emelec se posicionou como líder com quatro unidades após duas jornadas.

Para o 'Bombillo', esta será sua participação número 25 na Copa.

Prováveis equipes:

Pumas: Alejandro Palacios, Marcelo Alatorre, Gerardo Alcoba, Darío Verón, Luis Fuentes, Alejandro Castro, Javier Cortés, Fidel Martínez, Matías Britos, Ismael Sosa, Eduardo Herrera. DT Guillermo Vázquez.

Emelec: Esteban Dreer, Byron Mina, Jorge Guagua, Fernando Pinillo, Geovanny Nazareno, Pedro Quiñónez, Fernando Gaibor, Fernando Giménez, Holger Matamoros, Angel Mena, Emanuel Herrera. DT Omar de Felippe.

Estatísticas:

Pumas – Emelec

Sem antecedentes internacionais oficiais

Pumas

Nivelado rendimiento como local en Copa Libertadores sobre 7 encuentros disputados (3 – 1 – 3), donde convirtió 8 goles y recibió 6.

En esa condición lleva 4 sin ganar, con tres derrotas y un empate

Por Conmebol nunca recibió a equipos ecuatorianos

Emelec

Registra 92 partidas como visitante na Copa Libertadores com marca negativa (11 – 16 – 65)

Leva quatro derrotas sucessivas e das últimas 10 só ganhou uma: Universidad de Chile 1-0 em 17 de fevereiro de 2015

Perdeu as três vezes que jogou no México pela Conmebol. Todas por Copa Libertadores

Jaguares 2-1 (2011)

León 3-0 (2014)

Tigres 2-0 (2015)

Árbitro – Diego Haro

Participou de quatro jogos pela Copa Libertadores

Debutou em 10 de abril de 2014: Peñarol 1 – Deportivo Anzoátegui 1

Nunca dirigiu de forma oficial nem Pumas nem Emelec

 

Texto: AFP

Estatísticas: Eduardo Bolaños/conmebol.com

Design: DD/conmebol.com

Últimas Noticias