NOTICIA DESTACADA

Faltam 100 dias para o desafio da Copa do Mundo 2022 no Catar
Faltam 100 dias para o desafio da Copa do Mundo 2022 no Catar
Confira os grupos da CONMEBOL Sub-20 de Futsal Feminino
Confira os grupos da CONMEBOL Sub-20 de Futsal Feminino
Fixture das Semifinais da CONMEBOL Libertadores e da CONMEBOL Sudamericana 2022
Fixture das Semifinais da CONMEBOL Libertadores e da CONMEBOL Sudamericana 2022

Copa Sul-Americana: cinco jogos nesta quinta-feira (15)

Cinco partidas serão disputadas no marco da Copa Sul-Americana. Huancayo, Potosí, Luque, Córdoba e Santiago serão as sedes.

Huancayo – Sol de América

Com o objetivo de reverter o 1-0 da ida, Sport Huancayo procurará vencer nesta quinta-feira em Huancayo, nos Andes do Peru, a 3.300 metros, o Sol de América do Paraguai em um duelo de volta pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

O técnico colombiano, Diego Umaña, assegurou que sua equipe aproveitará ser local para conseguir um triunfo que permita Sport Huancayo classificar às oitavas de final do torneio internacional. 

Por sua parte, o paraguaio Sol de América dirigido pelo argentino Javier Sanguinetti chegará na quinta-feira em Huancayo para evitar os efeitos da altura trás se concentrar em Lima, nas margens do Pacífico.

O vencedor da chave enfrentará nas oitavas o ganhador do grupo que integram o boliviano Bolívar e o colombiano Atlético Nacional.

O duelo da quinta-feira será disputado no estádio Huancayo, da cidade centroandina do mesmo nome, a partir das 14H15 locais (19H15 GMT) e será arbitrado pelo argentino Nestor Pitana assistido pelos seus compatriotas Cristian Navarro e Diego Abal.

-Formações prováveis:

Sport Huancayo: Joel Pinto – Willy Rivas, Anier Figueroa, Víctor Balta – Manuel Corrales, César Ortiz, Marcos Lliuya, Ricardo Salcedo, Víctor Peña – Junior Ross, Luis Perea. DT: Diego Umaña.

Sol de América: Agustín Silva – Gustavo Velázquez, Aquilino Giménez, Robert Aldama, Wildo Alonso – Yonathan Samaniego, Ariel Estigarribia, Cristian Sosa, Cristhian Paredes – Ernesto Álvarez, Isaac Díaz. DT: Javier Sanguinetti.

Estatísticas:

Sport Huancayo – Sol de América

Só se enfrentaram de forma internacional oficial no passado 25 de agosto com vitória do Sol de América por 1-0

Sport Huancayo local na Copa Sul-Americana

Tem 3 encontros, com 2 vitórias e uma derrota

Nesta edição superou por 1-0 o Deportivo Anzoategui

Receberá pela primeira vez de forma oficial um time do Paraguai

Sol de América visitante na Copa Sul-Americana

Sua única apresentação nesta condição foi o empate 1-1 ante Jorge Wilstermann na primera fase, com posterior vitória por pênaltis

Pela Conmebol jogou duas vezes no Peru, ambas na Copa Libertadores 1982: Deportivo Municipal 3-0 e Melgar 2-3.

Árbitro – Néstor Pitana

Tem 12 partidas na Copa Sul-Americana

Sua estreia foi em 3 de agosto de 2010: Defensor Sporting 2 – Olimpia 0

Nunca dirigiu pela Conmebol nem Sport Huancayo nem Sol de América

 

Palestino – Real Garcilaso

O chileno Palestino enfrentará na quinta-feira o peruano Real Garcilaso no jogo de revanche que premiará o ganhador com a passagem às oitavas de final do torneo internacional.

No duelo de ida no Peru, Palestino e Garcilaso empataram 2-2, o que deu à equipe chilena uma vantagem já que com um triunfo ou inclusive empatando 0-0 ou 1-1 conseguirá o passe à seguinte fase.

"Vamos ir pelo triunfo e que o 0-0 da ida nos sirva. Esse é nosso estilo", disse Agustín Farías, volante argentino e capitão da equipe chilena.

Por sua parte, Real Garcilaso chega ao Chile com mais urgência para continuar na competição, trás o empate conseguido em casa, nos 3.400 m de altitude da enigmática cidade de Cusco.

O técnico de Garcilaso, Wilmar Valencia, manifestou que não tem jogadores ressentidos e que a equipe treinou duro para conseguir a classificação, porém além disso, afirmou, "o aspecto psicológico dos jogadores" será fundamental para o objetivo.

O ganhador desta chave enfrentará nas oitavas de final o mítico Flamengo do Brasil, que eliminou seu compatriota Figueirense.

A revanche entre Palestino e Real Garcilaso será disputada no estádio Monumental de Santiago desde às 19H15 (22H15 GMT) com a arbitragem do paraguaio Mario Díaz Vivar assistido nas laterais pelos seus compatriotas Rodney Aquino e Carlos Cáceres.

Prováveis formações:

Palestino: Darío Melo – Francisco Sierralta, Ezequiel Luna, Benjamín Vidal, Roberto Cereceda –  Esteban Carvajal, Agustín Farias, Franco Mazurek, Diego Torres – Leandro Benegas e Leonardo Valencia. DT: Nicolás Córdova.

Real Garcilaso: Fernando Martinuzzi; Jhoel Herrera, Nicolás Ayr, Juan Lojas, Iván Santillán; Edwin Retamoso, Sebastián Gallegos (S. Lojas, 60), Diego Minaya (C. Beltrán, 60), Marcio Valverde; Joa Villamarín, Wilfredo Cosme. DT: Wilmar Valencia.

Estatísticas:

Palestino – Real Garcilaso

O único enfrentamento internacional oficial foi no passado 24 de agosto com empate 2-2.

Palestino local na Copa Sul-Americana

Em sua primeira atuação nesta condição venceu o Libertad 1-0 na primeira fase

Pela primeira vez receberá um time peruano em torneios Conmebol

Real Garcilaso visitante na Copa Sul-Americana

Foi derrotado em sua única partida: Aucas 2-1 no passado 11 de agosto

Pela Conmebol só atuou uma vez no Chile. Foi na Copa Libertadores 2014 e caiu com Universidad de Chile 1-0.

Árbitro – Mario Díaz de Vivar

Será seu 5° encontro na Copa Sul-Americana

Dois deles nesta edição: Deportivo Municipal 0 – Atlético Nacional 5 e Dep. La Guiara 1 – Deportes Tolima 0

Nunca dirigiu de forma oficial nem Palestino nem Real Garcilaso

Cerro Porteño – Real Potosí

O paraguaio Cerro Porteño visitará na quinta-feira o boliviano Real Potosí, pela Copa Sul-Americana, com a classificação às oitavas virtualmente a tiro de pedra, depois da goleada 6-0 em Assunção, um placar quase impossível de recuperar.

"A equipe está enfocada na Copa, os jogadores sabem das possibilidades que existem", disse o técnico paraguaio Gustavo Florentín, antes de empreender a viagem ao país altiplânico.

O técnico do Real Potosí, o mexicano David de la Torre, não dá por perdido o encontro e ainda apela aos números para manter seus aprendizes animados e sem a carga que sofreram em Assunção.

O encontro será disputado às 18H30 locais (22H30 GMT) no estádio Víctor Agustín Ugarte da cidade de Potosí (sudoeste da Bolívia) e será dirigido pelo árbitro uruguaio Oscar Rojas, acompanhado, como juizes da linha, pelos seus compatriotas Carlos Pastorino e Gabriel Popovits.

Prováveis formações:

Real Potosí: Henry Lapczyk – Rodrigo Borda, Claudio Centurión, Víctor Martín Galain, Carlos Enrique Mendoza – Herman Soliz, Alejandro Bejarano, Rubén de la Cuesta, Alexis Gonzales – Antonio Rojano e Edwin Alpire. DT: David de la Torre.

Cerro Porteño: Antony Silva – Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Junior Alonso, Alvaro Pereira –  Matías Rojas, Rodrigo Rojas, Marcos Riveros, Derlis Meza – Marcelo Estigarribia e Pablo Velázquez. DT: Gustavo Florentín.

Estadísticas:

Real Potosí – Cerro Porteño

O único encontro internacional oficial foi que disputaram passado 24 de agosto com goleada do time paraguaio por 6-0.

Real Potosí local na Copa Sul-Americana

Está invicto em 4 partidas, com três vitórias e um empate

Na estreia na presente edição venceu o Universidad Católica 3-1

Pela primeira vez receberá uma equipe paraguaia pela Conmebol

Cerro Porteño visitante na Copa Sul-Americana

Acumula 23 cotejos (7 – 7 – 9)

Leva quatro sem ganhar, desde 19 de agosto de 2014 ante Rentistas 2-0

Pela Conmebol jogou 12 vezes na Bolívia (2 – 3 – 7). Suas vitórias foram Litoral 1-0 (Libertadores 1969) e La Paz 2-1 (Sul-Americana 2009).

Árbitro – Oscar Rojas

Registra só dois jogos por torneios de clubes Conmebol, ambos este ano

Melgar 0 – Independiente del Valle 1 (Copa Libertadores) e Barcelona 1 – Zamora 1 (Copa Sul-Americana)

Belgrano-Estudiantes

Belgrano de Córdoba e Estudiantes de La Plata definirão na quinta-feira uma das chaves argentinas da Copa Sul-Americana, com um desenvolvimento global aberto, na qual a balança pode se inclinar para qualquer um dos dois conjuntos.

Estudiantes se impôs por 1-0 no duelo de ida há três semanas, e esse triunfo breve, somado ao muro invicto da casa, permite que o time chegue com uma vantagem mínima no desquite.

Belgrano, local em sua provincia de Córdoba (centro), tentará dar a volta na conta com o apoio na arquibancada de sua numerosa torcida.

"Vamos a Córdoba com uma série completamente aberta e a obrigação é dos dois, sem especular. É lógico que Belgrano queira ser protagonista, porém ninguém tem maior ou menor obrigação. Não vai ser fácil porque eles têm uma equipe de experiência que vai ser duro", consideró Mariano Andújar, goleiro do Estudiantes.

"O jogo da quinta-feira é fundamental para nós", considerou o treinador de Belgrano Esteban 'Teté' González, que reservou vários titulares em seu jogo frente ao Boca, para o duelo contra Estudiantes, e não duvidou em fazê-los praticar pênaltis, ante a possibilidade de que a definição tenha lugar desde os onze metros.

O ganhador desta chave enfrentará nas oitavas de final o brasileiro Coritiba, que em duelo de compatriotas eliminou Vitoria.

O encontro será disputado desde as 21H45 locais (00H45 GMT) no estádio Mario Kempes e será arbitrado pelo peruano Víctor Carrillo, acompanhado nas laterais pelos seus compatriotas Coty Carrera e Jorge Yupanqui.

Estas são as possíveis formações das equipes:

Belgrano: Juan Carlos Olave – Sebastián Luna, Cristian Lema, Lucas Aveldaño e José Rojas – Nahuel Luján, Federico Lértora, Gastón Álvarez Suárez, Jorge Velázquez – Matías Suárez y Claudio Bieler. Director técnico: Esteban González

Estudiantes: Mariano Andújar – Facundo Sánchez, Jonatan Schunke, Leandro Desábato, Matías Aguirregaray – Santiago Ascacíbar, Rodrigo Braña – Augusto Solari, Juan Cavallaro, Carlos Auzqui – Lucas Viatri. DT: Nelson Vivas.

Estatísticas:

Belgrano – Estudiantes

Só se enfrentaram uma vez pela Conmebol: no jogo de ida desta edição, com vitória do Estudiantes por 1-0.

Belgrano local en Copa Sudamericana

Está invicto em suas duas partidas.

Com uma vitória (Vélez Sarsfield 1-0 em 2013) e um empate (Lanús 1-1 em 2015).

Estudiantes visitante na Copa Sul-Americana

Nunca pôde ganhar em seus 12 encontros, com 5 empates e 7 derrotas

Pela Conmebol visitou outros times argentinos em 20 ocasiões (5 – 5 – 10)

Triunfos registrados: Independiente 4-2 e 2-1 (Libertadores 1968), River Plate 1-0 (Libertadores 1970), Ferro Carril Oeste 2-1 (Libertadores 1983) e Boca Juniors 3-1 (Supercopa 1993)

Árbitro – Víctor Carrillo

Será seu jogo número 70 em torneios de clubes Conmebol

Esteve presente de forma ininterrupta nas últimas 12 edições de Copa Sul-Americana

Nunca dirigiu de forma oficial o Belgrano e duas vezes arbitrou jogos do Estudiantes: San Luis Potosí 3-1 (Libertadores 2010) e Guaraní 2-1 (Libertadores 2011)

Sportivo Luqueño – Independiente de Medellín

Sportivo Luqueño do Paraguai procurará de local a odisseia nesta quinta-feira para reverter um placar muito difícil (0-3) que Deportivo Independiente de Medellim venceu no jogo de ida pela segunda fase da Copa Sul-Americana. 

Luqueño receberá em seu estádio Feliciano Cáceres o "Rojo de la Montaña" (Vermelho da Montanha) desde as 20H45 locais (00H45 GMT) em um jogo fundamental para avançar às oitavas de final do certame.

Félix León, o técnico do "Chanchón" luqueño, apesar do caminho semeado de espinhos, disse estar confiante em poder reverter o 3-0 contra. 

Seu técnico, Leonel Álvarez, admitiu que seu atacante Carlos Ibargüen está excluído por lesão muscular no isquiotibial, fato que o impediu de continuar no jogo contra o Deportivo Pasto pela Liga II. 

Sob as órdens do árbitro chileno Roberto Tovar, assistido nas linhas pelos seus compatriotas Christian Schiemann e Marcelo Barraza, as prováveis formações são as seguintes: 

Sportivo Luqueño: José Aquino – Francisco Benítez, Gustavo Gimenez, Sebastián Ariosa, Mario Saldívar – Vladimir Marín, Miguel Godoy, Alexis González, Enzo Villamayor – Rogerio Leichtweis e Jorge Núñez. DT: Félix León. 

Independiente de Medellín: David González – Jorge Arias, Andrés Mosquera, Juan David Valencia, Marlon Piedrahita – Christian Marrugo, Andrés Moreno, John Hernández, Juan Caicedo – Luis Arias e Leonardo Castro. DT: Leonel Alvarez. 

Estatísticas:

Sportivo Luqueño – Independiente Medellín

Só registram como enfrentamento internacional oficial o jogo de ida disputado em 24 de agosto, onde Independiente Medellín ganhou por 3-0.

Sportivo Luqueño local na Copa Sul-Americana

Está invicto em 5 encontros, com 4 vitórias e 1 empate. Marcou 12 gols e apenas recebeu 1

Paridade recebendo times colombianos pela Conmebol (1 – 1 – 1): Atlético Nacional 1-3 (Libertadores 2008), Deportes Tolima 1-0 (Sul-Americana 2015) e Santa Fe 1-1 (Sul-Americana 2015)

Independiente Medellín visitante na Copa Sul-Americana

Registra uma vitória e uma derrota

Perdeu ante Deportes Tolima 3-1 na edição 2006 e venceu Universidad Católica de Quito 1-0 no passado 17 de agosto.

Pela Conmebol jogou 5 vezes no Paraguai (2 – 2 – 1). Seus êxitos foram: Olimpia 2-0 (Libertadores 1994) e Cerro Porteño 1-0 (Libertadores 2003).

Árbitro – Roberto Tobar

Será seu 10° cotejo em torneios de clubes Conmebol

Cinco deles foram na Copa Sul-Americana e dois na presente edição: Libertad 1 – Chapecoense 0 e Dep. La Guaira 4 – Emelec 2

Nunca dirigiu de forma oficial o Sportivo Luqueño nem Independiente Medellín

Texto: AFP

Estatísticas. Eduardo Bolaños/conmebol.com

Design:DD/conmebol.com

Últimas Noticias