NOTÍCIAS DESTACADA

Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores
Árbitros para as Oitavas da CONMEBOL Libertadores

Duelos atrativos na 2ª jornada da CONMEBOL SUL-AMERICANA

A segunda jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sul-Americana contará com atrativos duelos, revelando os novos finalistas das Oitavas.

Católica do Equador receberá o Fluminense

Depois do 4-0 que recebeu um mês atrás, a Universidad Católica do Equador enfrentará o Fluminense do Brasil nesta quarta-feira em Quito, partida de volta pela segunda fase da CONMEBOL Sul-Americana 2017.

O confronto será no Atahualpa, fortim da Seleção do Equador, onde carimbou o passaporte para as edições mundialistas de 2002, 2006 e 2014, a partir das 17H15 locais (22H15 GMT) de quarta-feira, arbitrado pelos argentinos Darío Herrera (central), Ezequiel Brailovsky e Iván Núñez.

Possíveis formações:

Universidad Católica: Hernán Galíndez – Franklin Carabali, César Obando, Marcos López, Gustavo Cortez – Wilmer Godoy, Gastón Romero, Jordy Caicedo, Elvis Patta, Matías Defederico – Jhon Cifuentes. DT: Gustavo Díaz.

Fluminense: Julio César – Henrique, Wesley Frazan, Ygor Nogueira, Léo – Marlon Freitas, Jefferson Orejuela, Wendel – Marquinhos Calazans, Richarlison e Henrique Dourado. DT: Abel Braga.

DADOS:

Universidad Católica de Quito – Fluminense   

O único antecedente é a vitória do Fluminense 4-0 (Henrique Dourado 2, Richarlison, Wendel) no dia 29 de junho

U. Católica de Quito local

Ótimo rendimento em torneios Conmebol, perdendo apenas um dos 11 jogos que disputou, com 6 triunfos e 4 empates

A única derrota aconteceu com Independiente Medellín 1-0 no dia 17 de agosto de 2016 pela Copa Sul-Americana

Pela primeira vez vai receber de forma oficial a uma equipe brasileira 

Fluminense visitante

Por torneios Conmebol registra quatro derrotas consecutivas e cinco sem vitórias. A última foi no dia  27 de fevereiro de 2013 ante Huachipato 2-1 (Rodríguez – Wellington Nem, Wagner) pela Copa Libertadores

Não venceu no Equador de forma oficial: Liga de Quito 0-0 (Libertadores 2008 – Fase de grupos), Liga de Quito 1-2 (Libertadores 2008 – Final), Liga de Quito 1-5 (Sul-Americana 2009) e Emelec 1-2 (Libertadores 2013)

Árbitro – Darío Herrera

Participou de 5 jogos pela Copa Sul-Americana

Uma da atual edição: Corinthians 2 – Universidad de Chile 0 no dia 5 de abril

Não comandou o Fluminense mas já arbitrou Universidad Católica de Quito: Independiente Medellín 0-1 (Sul-Americana 2016)

 

Sol de América deverá reverte um gol contra ante Ponte Preta

Sol de América está obrigado a superar Ponte Preta nesta quarta-feira no confronto pela CONMEBOL Sul-Americana no Estádio Luis Alfonso Giagni, que pertence ao clube local.

Os brasileiros apresentam um gol de diferença a favor depois da partida de ida (1-0) no dia 29 de junho, na disputa pelo passe às Oitavas. 

O duelo começará às 18H15 locais (21H15 GMT).

Sob o mando do árbitro colombiano Wilson Lamouroux, assistido pelos bandeirinhas e compatriotas Eduardo Díaz e Dionisio Ruiz, as possíveis formações serão as seguintes: 

Sol de América: Agustín Silva – Ramón Mendieta, Adrián Vargas, Víctor Hugo Mareco, Gustavo Velázquez – Tomás Rojas, Marcos Duré, Aldo Vera, Nico Martínez – Javier Toledo e Martín Giménez. DT: Fernando Ortiz.

Ponte Preta: Aranha – Jefferson, Marllon, Rodrigo, Danilo – Maranhão, Renato Cajá, Elton, Léo Artur – Emerson Sheik e Lucca. DT: Gilson Kleina. 

DADOS:

Sol de América – Ponte Preta

A partida de ida onde Ponte Preta venceu por 1-0, com gol de Emerson, é o único antecedente internacional oficial

Sol de América local

Registra 5 jogos sem perder por torneios Conmebol

A última derrota foi ante o Club Nacional de Fútbol 3-1 no dia 31 de março de 1992 pela Copa Libertadores

Pela primeira vez receberá uma equipe do Brasil em torneios oficiais 

Ponte Preta visitante

Equilibrado rendimento por torneios Conmebol (3 – 1 – 3)

Todas as suas vitórias aconteceram na Copa Sul-Americana 2013 quando chegou à final: Criciúma 2-1, Vélez Sarsfield 2-0 e São Paulo 3-1

Pela primeira vez jogará de forma oficial no Paraguai

Árbitro – Wilson Lamouroux

Conta com 7 partidas pela Copa Sul-Americana

Debutou no campeonato dia 6 de agosto de 2013: Deportivo Lara 1 – Liga de Loja 1

Nunca dirigiu de maneira oficial as equipes Sol de América e Ponte Preta

 

Boston River vai atrás da sua recuperação ante Cerro Porteño

O uruguaio Boston River busca com façanha seguir vivo no torneio CONMEBOL Sul-Americana quando enfrente na quarta-feira em Montevidéu o Cerro Porteño do Paraguai, que lhe venceu no duelo de ida.

O jogo vai iniciar às 21h45 locais (00H45 GMT) no Gran Parque Central e será arbitrado pelo peruano Víctor Carrillo, assistido pelos seus compatriotas Michael Orue e Stephen Atoche.

Prováveis formações:

Boston River: Adrián Berbia – Nicolás Barán, Joaquín Pereyra, Guillermo Fratta, Pablo Alvarez – Enrique Etcheverry, Diego Scotti, Pablo Cepellini, William Klingender – Elbio Pérez e Bruno Foliados. DT: Alejandro Apud. 

Cerro Porteño: Antony Silva – Raúl Cáceres, Santiago Molina, Marcos Cáceres, Joel Jiménez – Jorge Rojas, Marcos Riveros, Silvio Torales, Santiago Arzamendia – Alfio Oviedo e José María Ortigoza. DT: Leonel Alvarez.

DADOS:

Boston River – Cerro Porteño

O único antecedente foi a partida de ida no dia 11 de julho, onde Cerro Porteño venceu por 2-1 (Oviedo, Molina – Foliados)

Boston River local

Tem um encontro nesta condição: Comerciantes Unidos 3-1 (Pereyra 2, Rodríguez em contra – Palacios) no dia 28 de fevereiro

As equipes paraguaias contabilizam 3 partidas e três anos sem vencer no Uruguai de forma oficial. A última foi entre Cerro Porteño e Rentistas 2-0 (Romero, Dos Santos) no dia 19 de agosto de 2014 pela Copa Sul-Americana

Cerro Porteño visitante

Perdeu apenas um dos últimos 5 duelos que disputou por torneios Conmebol

Foi com Santa Fe 2-0 (Jonathan Gómez 2) no dia 22 de setembro de 2016 pela Copa Sul-Americana

Disputou 15 vezes no Uruguai de forma oficial (4 – 2 – 9)

Seus triunfos: Nacional 2-1 (Libertadores 1974), Defensor Sporting 3-2 (Libertadores 1992), Peñarol 3-1 (Sul-Americana 2004) e Rentistas 2-0 (Sul-Americana 2014)

Árbitro – Víctor Carrillo

Tem 26 partidas pela Copa Sul-Americana

Debutou no dia 10 de agosto de 2005: Universiatrio 1 – Alianza Atlético 1

Nunca arbitrou Boston River mas dirigiu quatro vezes o Cerro Porteño: Corinthians 1-2 (Libertadores 2010), O´Higgins 3-1 (Libertadores 2014), Boca Juniors 0-1 (Sul-Americana 2014) e Deportivo Táchira 1-2 (Libertadores 2015)

 

Corinthians enfrentará um corajoso Patriotas

Ainda ferido pelo inesperado resultado no duelo de ida, o poderoso Corinthians pretende tirar nesta quarta-feira do Patriotas o lugar às Oitavas da CONMEBOL Sul-Americana, depois que os modestos colombianos questionaram seu domínio por causa do empate no mês passado. 

Ninguém esperava ver tanto sofrimento dos reis da Liga Brasileira em Tanja (1-1), mas esta jovem equipe de apenas 14 anos esteve a ponto de derrubar o gigante. Se não fosse pelo gol de Balbuena aos 92 minutos, o ‘Timão’ teria perdido, deixando em Boyacá um valioso título: sua carreira em direção ao recorde de equipe imbatível.

A partida vai iniciar às 21H45 locais (00H45 GMT) no Arena Corinthians de São Paulo sendo dirigida pelo árbitro chileno Roberto Tobar, acompanhado pelos compatriotas Raúl Orellana e Edson Cisternas.

O vencedor para as Oitavas enfrentará depois com o ganhador da chave entre Racing e Independiente de Medellín, com vantagem para os argentinos depois do 3-1 na partida de ida.

Prováveis formações:

Corinthians: Cássio – Fagner, Balbuena, Pedro Henrique, Guilherme Arana – Paulo Roberto, Maycon – Marquinhos Gabriel, Clayton, Pedrinho – Jo. DT: Fabio Carille.

Patriotas: Álvaro Villete – Jesús Murillo, Danilo Arboleda, Óscar Cabezas, Nicolás Carreño – Rafael Robayo, Larry Vásquez – Edgardo Rito, Larry Angulo, Mauricio Gómez – Edis Ibargüen. DT: Diego Corredor.

DADOS:

Corinthians – Patriotas

O único antecedente internacional oficial foi o empate 0-0 (Gómez – Balbuena) no duelo de ida disputado no dia 28 de junho

Corinthians local

Registra 5 sem perder por torneios Conmebol desde o dia 13 de maio de 2015 ante Guarani 1-0 (Fernández) pela Copa Libertadores

Pela Copa Sul-Americana apresenta um resultado equilibrado (3 – 3 – 2) e suas únicas derrotas foram com os brasileiros: Atlético Mineiro 2-0 (2003) e Botafogo 2-1 (2007)

Está invicto recebendo equipes colombianas de forma oficial: 6 – 1 – 0

A única ocasião que não venceu foi no dia 26 de janeiro de 2001: Deportes Tolima 0-0

Patriotas visitante

Sua única partida internacional oficial nesta condição foi o seu debut na atual edição da Copa Sul-Americana: Everton 0-1 (Cerato)

As equipes colombianas registram 5 derrotas consecutivas no Brasil pela Conmebol, e das últimas 15 alcançaram duas vitórias, ambas por meio do Atlético Nacional: Vitoria 1-0 (Sul-Americana 2014) e São Paulo 2-0 (Libertadores 2016)

Árbitro – Roberto Tobar

Será seu 10° jogo pela Copa Sul-Americana

Seu debut no campeonato aconteceu no dia 21 de agosto de 2014: Deportivo Capiatá 3 – Danubio 1

Nunca comandou de forma oficial as equipes Corinthians e Patriotas

 

 

 

Dados: Eduardo Bolaños

AFP

Ultimas Noticias