NOTÍCIA DESTACADA

Semifinalistas da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Semifinalistas da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Confira os duelos e antecedentes da 6ª jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana
Confira os duelos e antecedentes da 6ª jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana
Jogos e históricos da última rodada da Fase de Grupos
Jogos e históricos da última rodada da Fase de Grupos

Duelos imperdíveis e um só destino… Catar 2022

microsoftteams-image_187

Nesta quinta e sexta-feira será disputada a jornada 13 das Eliminatórias Sul-Americanas, as mais difíceis e emocionantes do mundo, rumo à Copa do Mundo Catar-2022.

Cada vez falta menos e as chances vão diminuindo entre as seleções sul-americanas, num intenso duelo pelos boletos ao Mundial.

 

Equador x Venezuela

A seleção do Equador confrontará a Venezuela nesta quinta-feira em Quito, na décima terceira jornada das Eliminatórias Sul-Americanas, com o firme propósito de se manter na zona de classificação.

A equipe venezuelana jogará suas últimas cartas na tentativa de conseguir sua primeira classificação mundialista.

A ‘Tricolor’, que perdeu da ‘Vinhotinto’ há um mês por 2-1 em Caracas, se mantém no terceiro lugar com 17 pontos e com a ajuda de resultados alheios. É escoltado pela Colômbia e Uruguai, ambos com 16 unidades.

A ‘Vinhotinto’, por outro lado, está no último lugar da tabela com 7 unidades e só um triunfo poderia ajudá-la a sair do fundo.

– Dados –

Estádio: Rodrigo Paz Delgado (Quito)

Hora: 16:00 horário local

Árbitro: Christian Ferreyra (URU)

VAR: Nicolás Gallo (COL)

– Antecedentes –

  • Equador ganhou da Venezuela em 6 dos 7 jogos como local nas Eliminatórias (6V 1D). Nessas seis vitórias conseguiu manter o arco intacto: a única vez que a ‘Vinhotinto’ marcou no terreno da ‘Tri’ terminou em vitória (1-0).
  • Equador está em uma racha de 3 jogos sem derrotas como local nas Eliminatórias Sul-Americanas (2V 1E) e não sofreu gols em nenhum desses três encontros. Só duas vezes chegou a um quarto jogo sem receber gols em casa nesta competição: entre julho de 2000 e março de 2001 (3V 1E), e entre outubro de 2011 e setembro de 2012 (4V). Em ambos os caminhos chegou ao Mundial.
  • Venezuela tentará cortar sua racha de 5 derrotas consecutivas jogando como visitante nas Eliminatórias. Se voltar a tropeçar, será sua segunda pior sequência de derrotas consecutivas após as 32 partidas sem vencer nem empatar fora de casa entre maio de 1965 e junho de 2001.
  • O equatoriano Pervis Estupiñán enviou 11 levantamentos exitosos, sendo o máximo jogador nessa categoria nas atuais Eliminatórias e o único jogador que superou a barreira dos dois. Também é líder em entradas completas (20).
  • Tomás Rincón, da Venezuela, completou 49 passes longos: é o jogador de campo que mais passes de mais de 32 metros entregou corretamente nas Eliminatórias.

 

Paraguai x Chile

Em um duelo direto, a seleção paraguaia receberá o Chile em Assunção com o objetivo de continuar na briga por um boleto ao Catar.

A ‘Albirroja’ com 12 pontos, agora com seu novo treinador, o argentino Guillermo Barros Schelotto, quer continuar com vida nas Eliminatórias.

Para isso deverá derrotar a equipe chilena (13), que vai com tudo em busca de um lugar entre as melhores.

– Dados –

Estádio: Defensores del Chaco (Assunção)

Hora: 20:00 horário local

Árbitro: Patricio Loustau (URU)

VAR: Víctor Carrillo (PER)

– Antecedentes –

  • Paraguai e Chile nunca empataram em Assunção nas Eliminatórias Sul-Americanas: a ‘Albirroja’ venceu 6 jogos e a ‘Roja’ ganhou 3.
  • Paraguai soma 3 encontros sem derrotas como local nas Eliminatórias (1V 2E). Será a estreia de Guillermo Barros Schelotto como técnico do Paraguai: os últimos 9 treinadores da equipe guarani não perderam a primeira partida disputadas em Assunção nas Eliminatórias (6V 3E).
  • Chile tentará evitar construir a pior racha sem vitórias como visitante nas Eliminatórias: há 12 jogos que não consegue vencer jogando fora de casa (3E 9D). É a segunda vez que atravessa uma racha deste estilo: a primeira foi entre setembro de 1989 e julho de 2000.
  • Ninguém realizou tantos desvios nestas Eliminatórias como Gustavo Gómez, do Paraguai (37). 19 foram de cabeça, sendo também o líder nessa instância junto com o uruguaio José María Giménez.
  • O chileno Erick Pulgar é o jogador com mais gols marcados de cabeça nestas Eliminatórias (3, com Marcelo Moreno Martins da Bolívia). Seus 3 cabeçaços terminaram dentro da rede.

 

Peru x Bolívia

A seleção peruana não quer desperdiçar a oportunidade de se aproximar da zona de classificação e, para isso, terá que passar por cima da Bolívia nesta quinta-feira na jornada 13 das Eliminatórias Sul-Americanas.

Peru, com 11 pontos, sabe que as chances diminuem e terá que voltar a somar para não ficar atrás na tabela.

Na frente estará a ‘Verde’, que com 1 ponto a mais busca continuar no caminho do triunfo após golear o Paraguai em casa.

– Dados –

Estádio: Estadio Nacional (Lima)

Hora: 21:00 horário local

Árbitro: Eber Aquino (PAR)

VAR: Leodán Gonazález (URU)

– Antecedentes –

  • Peru está invicto por 6 jogos contra a Bolívia jogando como local nas Eliminatórias (4V 2E). A ‘Verde’ não vence em terreno ‘Inca’ desde o dia 10 de setembro de 1989, quando venceu por 2-1.
  • Peru não perdeu nenhum dos seus anteriores 3 jogos como local nas Eliminatórias (2V 1E) e não sofreu gols nos últimos dois encontros (2V). Não chegava a essa racha desde setembro de 2009 e outubro de 2011 (3V).
  • Bolívia, em toda sua história nas Eliminatórias, só conseguiu 3 vitórias como visitante, e esses jogos foram em dois países: Venezuela (2) e Peru (1). Atualmente, tentará terminar com uma seca de 61 jogos sem vitórias fora de casa na competição (9E 52D).
  • Entre os cinco jogadores com mais passes completos, 4 são jogadores argentinos (Leandro Paredes, Rodrigo De Paul, Lionel Messi e Nicolás Otamendi) e 1 peruano: Yoshimar Yotún, que está no terceiro lugar com 557. Também é o segundo com mais toques (843, atrás de Lionel Messi com 930).
  • Além de ser o máximo artilheiro das Eliminatórias (8), o boliviano Marcelo Moreno Martins também é o jogador com mais chutes a gol (18, igual que Lionel Messi, da Argentina, e o brasileiro Neymar) e mais toques na área rival (59).

 

Brasil x Colômbia

A Verde-Amarela, bem encaminhada ao seu destino, quer definir o passe à Copa do Mundo quando receber a Colômbia nesta quinta-feira.

Brasil lidera a tabela de forma invicta com 31 pontos e parece questão de tempo para oficializar sua classificação.

Por outro lado, a seleção ‘cafeteira’ irá em busca de uma façanha na tentativa de vencer o líder e continuar na zona de classificação direta.

– Dados –

Estádio: Arena Neo Química (São Paulo)

Hora: 21:30 horário local

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

VAR: German Delfino (ARG)

– Antecedentes –

  • Brasil nunca perdeu da Colômbia nos 13 duelos que tiveram nas Eliminatórias (6V 7E). Por outro lado, só ganhou 1 dos últimos 6 encontros (1V 5E).
  • São 10 as vitórias consecutivas do Brasil como local nas Eliminatórias, sendo este o recorde máximo de uma seleção na competição. Além disso, nos últimos 9 jogos não sofreu gols: esta também é uma racha histórica na classificação sul-americana.
  • Há 4 jogos, a Colômbia não perde como visitante nas Eliminatórias (1V 3E). Não chega a 5 sem perder desde o período entre novembro de ‘97 e setembro de ‘00 (2V 3E).
  • Brasil só sofreu 6 chutes a gol jogando como local nos 5 jogos que disputou nas Eliminatórias (5V). Só Luis Suárez, do Uruguai, conseguiu marcar, no último encontro.
  • O jogador com mais infrações recebidas nestas Eliminatórias Sul-Americanas é Juan Cuadrado da Colômbia (46): 24 dessas faltas sofreu em seu próprio campo, sendo o líder nesse indicador.

 

Uruguai x Argentina

Uma nova edição do ‘clássico do Rio de la Plata’ destaca esta jornada 13 de Eliminatórias Sul-Americanas.

Uruguai, que está em quinto lugar com 16 unidades, sente-se mais comprometido em alcançar os 3 pontos como local, pois precisa se manter na zona de classificação direta.

Argentina, por outro lado, é a outra seleção invicta com 25 pontos e um triunfo pode ser fundamental para conseguir o almejado boleto mundialista.

– Dados –

Estádio: Campeón del Siglo (Montevidéu)

Hora: 20:00 horário local

Árbitro: Alexis Herrera (VEN)

VAR: Julio Bascuñán (CHI)

– Antecedentes –

  • Uruguai perdeu só uma vez contra a Argentina como local nas Eliminatórias (2V 3E 1D): foi em 2009, quando caiu por 1-0. Não obstante, só conseguiu ganhar 1 dos últimos 7 jogos contra a ‘Albiceleste’ nas Eliminatórias (1V 1E 5D).
  • Uruguai volta a jogar como local nas Eliminatórias, onde está numa racha de 4 jogos sem perder (2V 2E). Os ‘Charruas’ só perderam 1 dos seus últimos 8 jogos em casa na competição (4V 3E 1D).
  • Argentina soma 7 partidas sem perder como visitante nas Eliminatórias (4V 3E). Se não perder agora, igualará a maior racha de sua história na competição: 8 encontros entre setembro de 2000 e novembro de 2003 (4V 4E).
  • Federico Valverde é o jogador com mais recuperações de bola no campo rival: o uruguaio soma 35. Além disso, completa 80 no total, sendo o segundo melhor nas Eliminatórias. Ao mesmo tempo, lidera em interceptações (25).
  • Argentina é a equipe com mais chutes a gol (32) e mais posse acumulada (56,6%, igual que o Brasil) jogando como visitante nas Eliminatórias.

 

 

 

 

CONMEBOL.com

Ultimas Noticias