NOTÍCIA DESTACADA

Confira os duelos e antecedentes da 6ª jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana
Confira os duelos e antecedentes da 6ª jornada da Fase de Grupos da CONMEBOL Sudamericana
Jogos e históricos da última rodada da Fase de Grupos
Jogos e históricos da última rodada da Fase de Grupos
Chile e Venezuela celebram vitória na terceira rodada
Chile e Venezuela celebram vitória na terceira rodada

Duelos que prometem emoção por uma vaga nas Quartas de Final

Ainda para decidir após o empate sem gols no duelo de ida, os campeões Chapecoense e Flamengo se enfrentarão quarta-feira por um lugar nas Quartas de Final da CONMEBOL, enquanto o Sport tentará ratificar sua vantagem contra Ponte Preta (3-1) e Racing fará valer o gol de visitante marcado contra o Corinthians. Uma olhada na jornada de hoje.

– Flamengo e Chapecoense fecham batalha empatada em zero –

Quando parecia ter atingido o fundo, Chapecoense acordou na semana passada e arrancou com um valioso empate contra o temível Flamengo (0-0), que agora enfrentará no Rio, pronto para arrebatar o ingresso das Quartas de Final em sua carreira para defender seu título da CONMEBOL Sul-Americana.

Dados:

Flamengo – Chapecoense

O único enfrentamento internacional oficial foi o empate 0-0 da partida de ida, disputada quarta-feira passada

Flamengo local

Em torneios Conmebol registra quatro triunfos consecutivos e destes últimos 15 perdeu dois: León 3-2 (Libertadores 2014) e Palestino 2-1 (Sul-Americana 2016)

Em torneios Conmebol recebeu 21 vezes outras equipes do Brasil com excelente marca (12 – 7 – 2)

As únicas derrotas aconteceram: Grêmio 3-1 (Elder – Tita, Caio, Osvaldo/Libertadores 1983) e Santos 3-0 (William 2, Leo/Sul-Americana 2003)

Chapecoense visitante

Ganhou um dos 12 encontros que disputou pela Conmebol

Foi ante Atlético Zulia 2-1 (Juan Arango – Reinaldo, Luiz Antonio) no dia 7 de março pela Copa Libertadores

Duas vezes visitou outras equipes brasileiras por torneios Conmebol: Ponte Preta 1-1 (Leandrinho – Wagner/Sul-Americana 2015) e Cuiabá 1-0 (Dakson/Sul-Americana 2016)

Árbitro – Michael Espinoza

Tem 5 partidas em torneios de clubes Conmebol, todos da temporada 2017

Duas destas na Copa Sul-Americana: Petrolero 1 – Universidad Católica de Quito 3 e Libertad 2 – Huracán 0

Nunca dirigiu de forma oficial as equipes do Flamengo e Chpaecoense.

 

– Ponte Preta x Sport, outro duelo brasileiro –

O outro cruzamento das Oitavas de Final é entre Ponte Preta e Sport Recife. Depois de um contundente 3-1 contra Ponte Preta, de ida e em casa, Sport não deveria ter problemas para se classificar aos primeiros quartos continentais da sua história.

Dados:

Ponte Preta – Sport Recife

Registram como antecedente internacional oficial a partida de ida de quarta-feira passada, onde Sport Recife venceu por 3-1 (R. Alves, Rithely, André – Felipe)

Ponte Preta local

Está invicto em torneios Conmebol com 2 vitórias e 6 empates

Seus triunfos foram: Deportivo Pasto 2-0 (Uendel, Felipe Bastos/Sul-Americana 2013) e Sol de América 1-0 (Emerson Sheik) no dia 29 de junho

Empatou as três vezes que recebeu outras equipes do Brasil por torneios Conmebol: Criciúma 0-0 e São Paulo 1-1 (Sul-Americana 2013) e Chapecoense 1-1 (Sul-Americana 2015)

Sport Recife visitante

Tem 15 encontros por torneios Conmebol (3 – 2 – 10)

Leva 9 sem ganhar

Todas as suas vitórias aconteceram foram pela Copa Libertadores: Alianza Lima 1-0 (Betao/1988), Colo Colo 2-1 (Barrios – Ciro, Wilson/2009) e Liga de Quito 3-2 /Espinoza, Vera – Andrade, Igor/2009)

Não venceu nas 7 oportunidades que visitou outos times brasileiros pela Conmebol

Árbitro – Roddy Zambrano

Tem 13 partidas pela Copa Sul-Americana

Debutou no campeonato em 30 de julho de 2013: Trujillanos 0 – La Equidad 1

Nunca dirigiu de forma oficial as equipes Ponte Preta e Sport Recife

 

– Racing e Corinthians prometem um duelo estelar –

O Racing Club da Argentina e o Corinthians brasileiro jogarão na quarta-feira um duelo que promete ser uniforme e emocionante para a revanche das Oitavas de Final.

A “Academia” trouxe um empate valioso na sua viagem por São Paulo (1-1) e ficou em uma boa posição para avançar e deixar o líder do Campeonato Brasileiro, um dos grandes candidatos para o título da CONMEBOL Sul-Americana, pelo caminho.

Dados:

Racing Club – Corinthians

Três enfrentamentos internacionais oficiais.

Os dois primeiros foram pela fase de grupos da Copa Mercosul 1998 co, triunfos de Racing Club: 2-1 (Edilson – Villalba, Bezombe) como visitante e 1-0 (Villalba) como local. O resto foi na quarta-feira da semana passada na partida de ida, com um empate 1-1 (Maycon – Triverio)

Racing Club local

Tem 6 duelos pela Copa Sul-Americana (4 – 0 – 2)

As únicas derrotas foram ante equipes argentinas: Colón 2-1 (Javier Cámpora – Emmanuel Gigliotti, Iván Moreno e Fabianesi/2012) e Lanús 2-1 (Valentín Viola – Lucas Melano, Silvio Romero/2013)

Em 15 ocasiões recebeu equipes brasileiras de forma oficial, e com balanço negativo (5 – 3 – 7)

Ganhou duas das últimas 10: Cruzeiro 1-0 (Claudio García/Supercopa 1992) e o mencionado ante Corinthians em 1998

Coritnhians visitante

Por torneios Conmebol leva quatro sem derrotas

A última foi no dia 9 de março de 2016 ante Cerro Porteño 3-2 (Guillermo Beltrán 2, Sergio Díaz – Andrés Felipe, Giovani Augusto)

Balanço negativo jogando na Argentina de forma oficial (2 – 2 – 12)

Seus triunfos foram: Vélez Sarsfield 3-0 (Fernandinho, Fernando Baiano 2/Mercosul 1999) e San Lorenzo 1-0 (Elías/Libertadores 2015)

Árbitro – Leodán González

Acumula 3 encontros em torneios de clubes Conmebol

Apenas um pela Copa Sul-Americana: Estudiantes 2 – Nacional Potosí 0

Nunca dirigiu as equipes Racing Club e Corinthians

 

 

 

AFP

Datos: Eduardo Bolaños

Ultimas Noticias