NOTICIA DESTACADA

Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
50 dias para o Mundial: Brasil em busca do hexa
50 dias para o Mundial: Brasil em busca do hexa

Eliminatórias Rússia 2018: Contamos com a equipe para vencer o Brasil, garante Justo Villar

O guarda-redes e capitão do Paraguai, Justo Villar, disse que a albirroja tem os jogadores para vencer o Brasil na terça-feira em Assunção, na partida da sexta jornada de eliminatórias sul-americanas rumo ao Mundial da Rússia-2018.

O guarda-redes e capitão do Paraguai, Justo Villar, disse que a albirroja tem os jogadores para vencer o Brasil na terça-feira em Assunção, na partida da sexta jornada de eliminatórias sul-americanas rumo ao Mundial da Rússia-2018.

"Brasil é Brasil sempre, mas nós temos que impor em casa e tratar de ganhar", expressou o experiente '1' guarani à serviço do Colo Colo chileno.

"Acho que temos a equipe para ganhar do Brasil em casa", precisou otimista o goleiro.

A albirroja realizou na manhã de sábado uma leve prática no campo da Associação Paraguaia de Futebol (APF), e à tarde treinou a portas fechadas.

Tanto Villar como seus demais colegas retornaram de Quito com alto astral depois do empate 2-2 com o líder Equador, um resultado que lhes permite chegar aos 8 pontos, situando-se em quarto lugar na tabela, o mesmo número da 'canarinha', em terceiro lugar por melhor diferença de gols.

O goleiro disse que "não é bom 'jogar à morte' contra uma seleção grande como o Brasil. Terá suas falências assim como a gente", sublinhou, em alusão ao empate 2-2 que resignou ante o Uruguai depois de ir com vantagem por 2-0.

"Isso não significa que vamos tratar de passar por cima deles. Não estamos em condições de pensar que somos muito melhores que outros e menos que uma seleção como esta", explicou.

Quanto a ausência forçada do ídolo Neymar para o jogo de terça-feira, por acumulação de cartões amarelos, Villar admitiu que se trata de um jogador importante.

"Brasil tem bons jogadores para suprir-lo mas é um alívio que ele não vai estar", confessou.

 

Texto e foto: AFP

 

Edição: conmebol.com

Últimas Noticias