NOTÍCIAS DESTACADA

Times históricos entram na briga pela classificação na CONMEBOL Sudamericana
Times históricos entram na briga pela classificação na CONMEBOL Sudamericana
Semana decisiva nas Oitavas de Final
Semana decisiva nas Oitavas de Final
CONMEBOL Copa América Feminina 2022: confira as estatísticas antes do início do torneio
CONMEBOL Copa América Feminina 2022: confira as estatísticas antes do início do torneio

Encerramento de alto nível na primera semana da Segunda Fase

Com jogos de grande relevância desce a cortina nesta quinta-feira da primeira semana da Segunda Fase da CONMEBOL SUL-AMERICANA 2017: Ponte Preta (BRA) vs Sol de América (PAR); Racing (ARG) contra o Independiente Medellín (COL) e Fluminense (BRA) ante Universidad Católica (EQU).

Ponte Preta quer apagar Sol de América em Campinas

Ponte Preta do Brasil e Sol de América do Paraguai se enfrentarão na quinta-feira no duelo de ida da Segunda Fase da CONMEBOL SUL-AMERICANA 2017, na cidade de Campinas (SP).
Ponte Preta terá uma importante baixa, seu melhor jogador, o atacante Lucca, que está cumprindo o seu segundo jogo de suspensão depois de ter sido expulso no banco na partida de ida da Primeira Fase contra o argentino Gimnasia y Esgrima de La Plata.

Lucca, segundo artilheiro do Campeonato Brasileiro com sete gols, marcou nos últimos cinco jogos em casa e é a principal referência ofensiva da equipe de São Paulo.

O técnico Gilson Kleina deve optar por Lins ou Negueba para ocupar o lugar de Lucca e fazer companhia no ataque com o veterano Emerson Sheik (38 anos) e que busca o seu primeiro gol pelo clube, onde chegou no início de maio.
 

Ponte Preta chega ao duelo depois de perder no domingo por 1-2 em casa contra o Palmeiras, um resultado que o colocou no décimo primeiro lugar com 14 pontos em 10 jogos, 12 atrás do líder Corinthians de São Paulo.

Nos visitantes, que treina o argentino Fernando Ortiz, também apresentou mudanças em relação com a primeira eliminatória, contra o venezuelano Estudiantes de Caracas onde Sol de América ganhou longe por 10-3.

Com as novas contratações do clube assunceno para este segundo semestre, como Aldo Vera, Alejandro Nicolás Martínez, o argentino central Nicolás Arrechea e Pedro Arce, foram inscritos no torneio e fazem parte da expedição de 20 jogadores que viajaram para Campinas.

Sol de América chega nesta partida depois de finalizar na sexta-feira o Abertura do Paraguai com um empate em casa contra o Sportivo Luqueño, terminando em quinto lugar, 15 pontos atrás do campeão Libertad.

A partida será no Estádio Moisés Lucarelli de Campinas (SP), às 19:15 horas local, com arbitragem do venezuelano José Argote, assistido pelos seus compatriotas Carlos López e Jorge Urrego.

Estatísticas

Ponte Preta – Sol de América

Sem enfrentamentos internacionais oficiais

Ponte Preta local

Está invicto nas suas 7 apresentações pelos torneios Conmebol

Registra 6 empates e 1 triunfo. Este aconteceu ante Deportivo Pasto 2-0 (Copa Sul-Americana 2013)

Pela primeira vez receberá de forma oficial uma equipe do Paraguai

Sol de América visitante

Será seu encontro número 25 pela Conmebol (4 – 7 – 13)

Suas vitórias: Jorge Wilstermann 3-2 (Libertadores 1979), Deportivo Municipal de Lima 3-0 (Libertadores 1982), Defensor Sporting 2-1 (Libertadores 1992) e Estudiantes de Caracas 3-2 (Sul-Americana 2017)

Jogará pela primeira vez no Brasil por competições oficiais

Árbitro – José Argote

Será sua partida número 25 em torneios de clubes Conmebol

Possui 9 na Copa Sul-Americana desde o debut no campeonato do dia 20 de agosto de 2013: La Equidad 0 – Cobreloa 0

Nunca comandou de forma oficial Ponte Preta e nem Sol de América.

 

Racing e Independiente Medellín se confrontam em duelo parelho

O argentino Racing Club e o colombiano Deportivo Independiente Medellín (DIM) foram as estrelas de um duelo atraente pela segunda rodada da CONMEBOL SUL-AMERICANA 2017, cujo primeiro capítulo será disputado na noite de quinta-feira no sul de Buenos Aires.

Racing acaba de ganhar na primeira rodada a outro colombiano, Rionegro Águilas (1-0 e 1-1), mas agora deverá enfrentar um exame mais exigente ante o DIM, que concordou com esta etapa da SUL-AMERICANA, como terceiro no Grupo 3 da CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE, onde ficou atrás do argentino River Plate e do equatoriano Emelec.

A ‘Academia’ festejou nesta semana a classificação para a LIBERTADORES 2018, com uma investida na parte final onde somou três vitórias que lhe permitiu terminar em quarto no campeonato local, acessando uma das cinco vagas diretas às equipes argentinas.

Racing contratou vários reforços nas últimas horas, enfocando a defesa, para o qual ele incorporou o lateral Lucas Orban, o volante internacional uruguaio Egidio Arévalo Ríos e o zagueiro paraguaio Juan Patiño, que são esperados para jogar no duelo de volta.

“Estou feliz com a chegada de jogadores de hierarquia, todos os jogadores de seleção. Eles são o que precisamos e eu estou feliz com os três. Queremos formar uma equipe competitiva”, enfatizou o DT Diego Cocca.

Por outro lado, a visita aparece depois de ser eliminada nas mãos do Deportivo Cali nas quartas de final do Abertura colombiano, Independiente Medellín adicionou vários reforços, além do retorno do treinador Juan José Peláez, que vai começar nesta quinta-feira seu terceiro ciclo ante o ‘poderoso’.

“O grupo é muito comprometido com a COPA SUL-AMERICANA. Sabemos o grande desafio que está chegando e é muito importante a partida na Argentina. O ‘professor’ (Peláez) revelou que deve-se manter em zero, porque a qualquer momento o placar é aberto e isso é vital para nós”, afirmou o volante central Jonathan Lopera, procedente de Once Caldas.

O encontro inicia às 21:45 horas locais, no Estádio de Avellaneda e será arbitrado pelo brasileiro Anderson Daronco, assistido pelos seus compatriotas Danilo Manis e Bruno Pires.

Estatísticas

Racing Club – Independiente Medellín

Dois enfrentamentos internacionais oficiais, ambos na fase de grupos da Copa Libertadores 1967 e com vitórias da equipe argentina 

Medellín 2-0 (Raffo, Maschio) e em Avellaneda 5-2 (Martinolli 2, Díaz, Basile, Rodríguez – Devani, Colonia)

Racing Club local

Perdeu apenas dois dos últimos 10 jogos que disputou pela Conmebol

Sporting Cristal 2-1 (Libertadores 2015) e Boca Juniors 1-0 (Libertadores 2016)

Pela Copa Sul-Americana nunca perdeu ante adversários estrangeiros, suas únicas derrotas foram: Colón de Santa Fe 2-1 (2012) e Lanús 2-1 (2013)

Está invicto recebendo equipes colombianas em torneios oficiais: 5 – 1 – 0

A única ocasião que ganhou foi no dia 13 de maio de 2003 ante América de Cali 0-0, onde perdeu por pênaltis

Independiente Medellín visitante

Possui duas vitórias consecutivas por torneios Conmebol

Ambas nas últimas apresentações da atual edição da Copa Libertadores: Melgar 2-1 e River Plate 2-1

Este é o seu único triunfo oficial na Argentina. Os quatro duelos anteriores foram derrotas, sempre pela Copa Libertadores: Racing Club 5-2 e River Plate 6-2 (1967), Boca Juniors 2-0 (2003), Banfield 3-0 (2005)

Árbitro – Anderson Daronco

Será seu encontro número 10 por torneios de clubes Conmebol

Foram sete pela Copa Sul-Americana e três na atual edição: Cerro Porteño 1 – Caracas 1, Oriente Petrolero 1 – Deportivo Cuenca 1 e Alianza Lima 0 – Independiente 1

Nunca comandou o Racing Club e uma vez arbitrou Independiente Medellín: Melgar 2-1 no dia 26 de abril.

 

Fluminense buscará contorcer o duro Universidad Católica

Fluminense do Rio de Janeiro vai buscar a vitória na quinta-feira ante o Universidad Católica do Equador, em um duelo onde os cariocas vão procurar um resultado favorável para encarar a volta na altitude de Quito dentro de um mês.

Com o título da SUL-AMERICANA como grande objetivo para esta temporada, o Fluminense quer garantir a classificação, tirando uma boa vantagem na partida de ida. A equipe brasileira deixou no caminho o  Liverpool de Montevidéu, que pressionou os brasileiros e quase empatou na volta (1-0) a derrota que levou na ida (2-0).

Para evitar mais surpresas, o técnico Abel Braga não deve reservar nenhum dos seus teóricos titulares, aproveitando ademais que o próximo jogo da Liga não acontecerá até segunda-feira, quando receba o Chapecoense.

O time carioca arrancou um empate 1-1 de visita contra o São Paulo que o deixou em oitavo lugar no Campeonato Brasileiro, com 15 pontos em 10 jogos, 11 atrás do líder Corinthians.

Para a partida contra a Católica, Abel Braga tem informações através das duas estrelas contratadas do Fluminense neste ano, os equatorianos Jefferson Orejuela e Júnior Sormoza (lesionado), que conhecem muito bem seu rival por suas passagens no Independiente del Valle.

Enquanto isso, a equipe de Quito vem para o jogo depois de perder um empate a um, em casa, no fim de semana contra El Nacional, partida que correspondia ao Abertura equatoriano e que deixou a equipe treinada pelo argentino em sétimo lugar, 20 pontos atrás do líder Delfín.

Católica espera repetir o bom desempenho mostrado na primeira fase, quando goleou por 6-1 o Oriente Petrolero da Bolívia.

O DT argentino Jorge Célico terá uma importante baixa, o defesa Robert Aboleda, que esta semana foi transferido para o São Paulo, do Brasil.

Por outro lado, o capitão Facundo Martínez, está recuperado de uma lesão e deve liderar a equipe no meio-campo. A principal preocupação é o jogador Romario Ibarra que apresenta problemas musculares.

“Jogar no Maracanã nos enche de esperança. Sabemos que é complicado, mas estamos confiantes”, afirmou Célico antes de partir para o Brasil. “Eu vi os últimos 10 jogos do Fluminense. Eles fazem pressão muito alta e os laterais se juntam para o ataque”, destacou o DT do seu rival.

O jogo vai começar às 21:45 horas local no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, com a arbitragem do colombiano Gustavo Murillo, assistido por seus compatriotas Humberto Clavijo e Dionisio Ruiz.

Estatísticas

Fluminense – Universidad Católica de Quito

Sem enfrentamentos internacionais oficiais 

Fluminense local

Na atual edição da Copa Sul-Americana venceu por 2-0 contra Liverpool com gols de Henrique e Richarlison

Gannhou nas quatro vezes que recebeu equipes equatorianas por torneios Conmebol

Liga de Quito 1-0 (Fase de Grupos Libertadores 2008)

Liga de Quito 3-1 (Final Libertadores 2008)

Liga de Quito 3-0 (Final Sul-Americana 2009)

Emelec 2-0 (Oitavas de Final da Libertadores 2013)

Universidad Católica de Quito visitante

Ganhou apenas um dos 11 jogos que disputou pela Conmebol

Foi na sua mais recente atuação: Petrolero 3-1 no dia 4 de abril

Será seu primeiro jogo oficial no Brasil

Árbitro – Gustavo Murillo

Será seu quinto jogo na Copa Sul-Americana

Três deles aconteceram neste ano: Palestino 0 – Atlético Venezuela 1, Ponte Preta 0 – Gimnasia y Esgrima La Plata 0 e Nacional de Asunción 2 – Cruzeiro 1, com posterior vitória por pênaltis da equipe paraguaia 3-2.

 

 

 

CONMEBOL.com / AFP

Estatísticas: Eduardo Bolaños

Ultimas Noticias