NOTÍCIA DESTACADA

CONMEBOL Copa América de Beach Soccer dá o pontapé inicial
CONMEBOL Copa América de Beach Soccer dá o pontapé inicial
Palestras educativas antidoping na prévia da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Palestras educativas antidoping na prévia da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Juízes designados para a 6ª rodada
Juízes designados para a 6ª rodada

FEF nomeia Jorge Célico como novo DT da Seleção Maior

A Federação Equatoriana de Futebol designou nesta última terça-feira Jorge Célico como novo técnico da seleção Tricolor Absoluto, substituindo Gustavo Quinteros.

De acordo com a direção do futebol equatoriano, Célico ocupará o cargo de forma provisória e o fará até o final das duas fases restantes das Eliminatórias CONMEBOL (Chile de visita e Argentina de local).

Assim, termina a era de Gustavo Quinteros liderando a seleção do Equador, que começou em janeiro de 2015, para a Copa América do Chile-2015, na qual a Tricolor ficou em terceiro no Grupo A da fase inicial com 3 pontos, atrás do anfitrião (com 7) e Bolívia (4) e acima do México (2).

Quinteros ocupou o cargo deixado pelo colombiano Reinaldo Rueda assim que concluiu a participação do Equador na Copa do Mundo Brasil 2014.

Nesse ecumênico, a equipe do meio-mundo – que prometeu alcançar as Oitavas de Final – ocupou o terceiro lugar no Grupo E da primeira roda com 4 unidades, atrás da França (7) e da Suíça (6), e superando Honduras (0).

Quinteros, ex-selecionador da Bolívia entre 2010 e 2012, deu o salto à seleção nacional depois de liderar o popular Emelec de Guayaquil (sudoeste) durante os três anos anteriores, onde alcançou os títulos equatorianos de 2013 e 2014.

O Equador, que terminou em terceiro na eliminatória em março passado, caiu para o Paraguai (2-1), Colômbia (2-0), Brasil (2-0) e Peru (2-1), deixando escapar seis pontos de ouro em seu forte de Quito, a 2.850 metros acima do nível do mar, ante os cafeteros e incas.

Atualmente, mantém a esperança da classificação; com 20 pontos na oitava posição e a 4 pontos da repescagem, no entanto, depende de outros resultados para abrir caminho para a Rússia 2018.

 

 

 

FEF

Ultimas Noticias