NOTICIA DESTACADA

Cascavel conquista seu primeiro título na CONMEBOL Libertadores Futsal 2022
Cascavel conquista seu primeiro título na CONMEBOL Libertadores Futsal 2022
Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história

FIFA elege novo presidente

No Hallenstadion da cidade de Zurique se realiza nestes momentos o Congresso Extraordinário da FIFA, onde se elege o novo presidente do ente reitor do futebol mundial.

207 das 209 associações nacionais da FIFA têm direito a voto. Kuwait e Indonésia estão suspensas pela influência do Estado no futebol. Cada associação, independentemente de sua influência, tem um voto.

Da África sairão 54 votos, da Europa 53, da Ásia 44, do Norte e Centroamérica 35, da América do Sul 10 e da Oceania 11.

A votação se realizará em segreto y los miembros de la FIFA entregarán su papeleta por orden alfabético.

Para ser eleito na primeira votação, o candidato necessitará uma maioria de dois terços, ou seja, 138 votos. Nas prováveis votações posteriores, bastará a maioria simples de 104 votos. Depois de cada rodada, o candidato com menos votos será descartado. Portanto, haverá um máximo de cinco rodadas de votação. É provável que não sejam necessárias cinco rodadas, já que não se descarta que algum dos candidatos se retire antes do tempo ao ver que não tem nenhuma possibilidade de ganhar.

As confederações da Ásia e África recomendaram às suas associações votar pelo candidato de 50 anos, o xeique Salman bin Ebrahim Al-Khalifa de Bahrein.

Outro candidato é o secretário geral da UEFA, Gianni Infantino. O ítalo-suíço de 45 anos de idade é muito conhecido na Europa e conta com o apoio das associações das Américas Central e do Sul. Os outros três candidatos, o príncipe jordaniano Ali Bin Al Hussein (40), o sul-africano Tokyo Sexwale (63) e o francês Jerome Champagne (57) são os três claros perdedores na corrida pelo máximo cargo da FIFA.

 

Últimas Noticias