NOTÍCIAS DESTACADA

CONMEBOL Copa América Feminina 2022: confira as estatísticas antes do início do torneio
CONMEBOL Copa América Feminina 2022: confira as estatísticas antes do início do torneio
Substituição de árbitro VAR para o jogo Unión x Nacional
Substituição de árbitro VAR para o jogo Unión x Nacional
Escalação de árbitros para as revanches das Oitavas de Final – CONMEBOL Sudamericana
Escalação de árbitros para as revanches das Oitavas de Final – CONMEBOL Sudamericana

Inesperados líderes em torneios locais sul-americanos

General Díaz; Mineros; Everton- Unión Española e Delfín são os inesperados conjuntos que comandam as ações em seus respectivos torneios locais e desviam times de maior popularidade no Paraguai; Venezuela; Chile e Equador, em um auge que começa a propagar-se em todo o continente.

Nos torneios locais da América do Sul vão tomando protagonismo os times de frondosa trajetória; deixando para trás conjuntos com frutífero poder econômico e com melhores pergaminhos, tornando apaixonante a luta pelo título em seus respectivos países, e os cupos aos torneos CONMEBOL (Libertadores e Sul-Americana).

-Paraguai:

General Díaz, equipe acostumada a merodear meia tabela, é hoje líder do Clausura junto com Guarani, mas com maior diferença de gols para as ‘águilas’. Com 10 unidades se situa na cabeça do campeonato paraguaio de maneira invicta, saldo de 3 encontros ganhos e um empate, quando levam disputando 4 datas.

Na última jornada festejou uma goleada de 4-0 sobre Independiente de Campo Grande, rival direto pela permanência e que vinha de ganhar o popular Cerro Porteño.

Na próxima data, o ‘General’ tentará manter o invicto e a ponta contra o Libertad, visando conquistar seu primeiro camponato de Primeira Divisão, do futebol paraguaio.

-Venezuela:

Na quarta data no torneio Clausura da Venezuela, Mineros da cidade de Guayana é o único líder indiscutido com 10 pontos, vencendo o Deportivo La Guaira ou Caracas, equipes tradicionais da nação venezuelana.

O time do Guayanas se situa no ápice, produto de três triunfos e um empate. Na última jornada venceu 2-0 o Trujillanos, estendendo sua boa racha para seguir no topo, em busca de rivalidade no campeonato, conquistado em 2013.

 

-Chile:

Everton, da paradisíaca cidade de Viña del Mar, se situa no primeiro lugar e de maneira invicta, a consequência de sua boa regularidade no início do torneio de Transición chileno, com 2 triunfos e um empate; mesma campanha a da equipe da capital Santiago, Unión Española, mas com menor margem de gols, durante a terceira data.

Ambas as equipes têm história de haver conquistado torneios do futebol profissional chileno: Everton 4 (1950 -1952- 1976- 2008) e Unión Española 7 (1943- 1951 -1973- 1975- 1977- 2005- 2013), mas são conjuntos de menor caudal monetário em seus plantéis, comparando com equipes colossais chilenas como Universidad de Chile (quarta posição); Colo Colo (quinto) e Universidad Católica (décimo quatorze), posições atuais no torneio Transición.

Everton tratará de manter o ápice na próxima jornada ante  O’Higgins. Entretanto, Unión Española fará o próprio contra San Luis, pela quarta jornada.

 

 

-Equador:

Delfín da cidade de Manta contínua sua marcha ascendente no futebol do Equador, trás seu brilhante campanha na Primeira Etapa (47)  na Liga equatoriana, tirou 9 pontos de vantagem sobre o segundo Emelec (38).     

Nesta Segunda Etapa, o time ‘aquático’ possui 11 pontos em cinco partidas disputadas e é o único líder do torneio e se aproxima cada vez mais de seu primeio apreciado título na Divisão de Honra do Equador.

Na tabela anual acumulada soma 58 e o segue, ainda que longe, o Independiente del Valle com 47 unidades, em 27 encontros disputados neste ano no país meridional.

Na próxima data, o Delfín enfrentará Emelec, em um duro jogo por manter-se na cúspide.

 

 

CONMEBOL.com

Ultimas Noticias