NOTÍCIAS DESTACADA

Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções

Inter bate Tolima e avança para o Grupo E

000_1pd0761

O Internacional brasileiro se classificou, nesta quarta-feira, para a fase de grupos da CONMEBOL Libertadores 2020, ao derrotar o colombiano Deportes Tolima por 1-0, em Porto Alegre.

Um gol no período de desconto da primeira metade do peruano Paolo Guerrero deu a classificação ao Inter, contra um Tolima que havia empatado 0-0 na ida e que colocou a equipe gaúcha em apuros.

O Inter foi superior, mas no segundo tempo sofreu a expulsão do veterano Andrés D’Alessandro e acabou pedindo tempo ante um Tolima que não teve sucesso diante do gol.

Com a classificação, a Inter se medirá com seu eterno rival, o Grêmio de Porto Alegre, no Grupo E da Libertadores, que também compõem o Universidad Católica do Chile e o América de Cali.

-Números-

  • Internacional manteve seu arco invicto nos quatro jogos da CONMEBOL Libertadores 2020 (2V 2E); é a sua maior racha na competição desde abril de 2010, ano em que se tornou campeão (4-2V2E).
  • Internacional superou as três fases classificatórias disputadas na CONMEBOL Libertadores: contra Once Caldas em 2012 e contra Universidad de Chile e Deportes Tolima na edição atual.
  • Deportes Tolima disputou sete partidas como visitante no Brasil em competições CONMEBOL (1E 6D); nesses duelos, marcou apenas um gol e sofreu 14.
  • Internacional abriu o placar nos últimos 13 jogos como local na CONMEBOL Libertadores (11V2E); a última vez que recebeu o primeiro gol em um duelo em casa foi na final de 2010 contra o Chivas, um duelo que acabou vencendo por 3-2, sagrando-se campeão.
  • Andrés D’Alessandro jogou sua 86ª partida na CONMEBOL Libertadores e se tornou o jogador da Argentina com a maior quantia na competição: 49 no Internacional, 28 no River Plate e 9 no San Lorenzo.

 

 

 

AFP / OPTA

Ultimas Noticias