NOTÍCIA DESTACADA

Palestras educativas antidoping na prévia da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Palestras educativas antidoping na prévia da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Juízes designados para a 6ª rodada
Juízes designados para a 6ª rodada
Confira os times que avançaram à Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022
Confira os times que avançaram à Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2022

Inter e Universidad de Chile empatam 0-0

universidad_de_chile

O Universidad de Chile e o Internacional de Porto Alegre empataram 0-0 em um duelo de ida pela Fase 2 da CONMEBOL Libertadores 2020, nesta terça-feira em Santiago, Chile.

A expulsão de Walter Montillo por um duplo amarelo aos 65 minutos forçou os locais a defenderem nos minutos finais um Inter que perdoou o homem menos de seu rival, deixando a chave aberta.

O Inter, dirigido pelo argentino Eduardo Coudet e com o peruano Paolo Guerrero no ataque, teve melhores oportunidades no primeiro tempo, mas faltou profundidade para definir a partida.

A chave será definida em uma semana no estádio Beira Rio, em Porto Alegre.

-Números-

  • Com o 0-0 ante o Universidad de Chile, o Internacional ficou sem gols como visitante na CONMEBOL Libertadores pela primeira vez desde abril de 2010 (contra Emelec); 25 jogos se passaram desde aquela época.
  • Universidad de Chile não conseguiu marcar em nenhum dos seus últimos sete jogos na CONMEBOL Libertadores (3E 4D); é a sua maior racha histórica e a maior ativa entre as equipes da competição.
  • Internacional registrou 67,1% de posse e completou 89,4% de seus passes (511/572) ante o Universidad de Chile: ambos são os maiores recordes nas competições da CONMEBOL pelo menos desde 2013, quando a análise da Opta começou.
  • Universidad de Chile tentou cinco remates contra o Internacional e acertou apenas um no arco; ambos são seus menores registros em uma partida como local nas competições CONMEBOL pelo menos desde 2013, quando a análise de Opta começou.
  • Walter Montillo, do Universidad de Chile, sofreu sua primeira expulsão em 33 partidas na CONMEBOL Libertadores; até o momento, ele era o jogador com mais faltas recebidas (4) na partida.

 

 

 

AFP/OPTA/CONMEBOL.com

Ultimas Noticias